Sinais de que seu relacionamento vai acabar

· 28 de janeiro de 2019
Você tem dúvidas sobre o futuro do seu relacionamento? Descubra aqui os sinais de que o fim do relacionamento está próximo.

Como saber que o seu relacionamento vai acabar? O próximo término do casal pode ser previsível se as pessoas estiverem atentas a certos sintomas. Mas, a verdade é que muitas vezes, as pessoas costumam não detectar estes sinais a tempo.

Alguns estão acostumados a certas diferenças e vivem com elas de maneira natural, como parte da relação. Outros, sabem desde o começo que eles têm pouca chance de um futuro juntos, no entanto se esforçam para continuar. Seria possível dizer que todos sofrem de um tipo de negação emocional, em um esforço para manter o relacionamento vivo.

Estes sintomas são sinais de que seu relacionamento vai acabar

Como em todas as interações humanas, em casais, existem certas orientações que devem estar presentes para que a harmonia perdure. Alguns são inerentes à maneira de se relacionar e outras às personalidades de cada um, de suas famílias, seus valores e crenças anteriores.

1. Inimizade familiar

As grandes histórias de amor onde os amantes vencem todas as batalhas travadas entre suas famílias, fortemente rivais, só funcionam na ficção. Na realidade, se eles não conseguem ter um mínimo respeito ou relacionamento com o círculo familiar um do outro, o futuro juntos se dificulta.

Em suma, mais cedo ou mais tarde, a pessoa volta a precisar daquele abraço das pessoas que estavam presentes durante todo o seu crescimento. Os comentários negativos de um lado ou de outro, acabam cansando quem está no meio da batalha.

Veja como: Benefícios dos abraços para a saúde

2. Valores opostos e pouca intenção de ceder

Valores opostos e pouca intenção de ceder são sinais de que seu relacionamento vai acabar

Quando a educação religiosa, cultural, sexual etc. é oposta, isso pode afetar o relacionamento a longo prazo. Essas diferenças culturais, portanto, tornam-se sérios atritos que alteram a harmonia do lar.

É importante esclarecer que se trata de valores profundos, e não simples crenças que podem diretamente ser ignoradas ou deixadas de lado nas conversas. Portanto, é muito positivo falar logo que possível e deixar claro todos os pontos opostos.

Quando esses valores começam a estar presentes com mais frequência, é um sintoma forte do próximo término. É claro que nenhum deles está decidido a ceder, mas, ao contrário, eles acentuam os conflitos.

3. Diminui o diálogo entre o casal

Gradualmente, eles vão perdendo espaços para conversar até o ponto de não encontrar um tema que os una. O simples fato de estarem sozinhos juntos costuma causar um desconforto por não saber o que dizer.

Eles olham e parecem dois desconhecidos que leem a previsão do tempo ou assistem alguma notícia que passa na tv. Portanto, no que se refere a relação, têm a sensação de que há muito a dizer, embora ninguém toma a iniciativa. Em algumas ocasiões, isso resulta em uma comunicação hostil ou prejudicial.

Quando o diálogo termina, o término é quase iminente. É altamente improvável que um relacionamento possa ser sustentado sem diálogo.

4. A atração sexual diminui ou até mesmo evitam encontros íntimos

A falta de atração sexual é um sinal de que o seu relacionamento vai acabar

Às vezes, há estágios em que o tédio ou os desentendimentos diários fazem com que o interesse sexual pelo outro caia como um tobogã. São procuradas desculpas para evitar o sexo e, às vezes, isso é usado como uma espécie de castigo por algum rancor.

Sem dúvida alguma, sexo é uma parte muito importante do relacionamento do casal, quando começa a faltar é porque já não há muito o que fazer. A opção é ver qual é a verdadeira razão, talvez com novas posições e experiências, possa ser solucionado. Mas se não têm nenhuma intenção, o término já está presente.

Pode ser que te ajude saber: 6 chaves para o sucesso em casal

5. O relacionamento se torna uma competição

Acontece quando um ou ambos começam a ver em seu parceiro um concorrente fervoroso.  Eles estão atentos para quem dá mais em todos os sentidos que possam imaginar. Quem está mais atento aos detalhes do casal? Os esforços e conquistas do outro são mais valorizados? Quem tem responsabilidades maiores ou melhores realizações?

Adeus à partilha, ao caminho de mãos dadas, ao acompanhamento e apoio mútuos com projetos comuns. O próximo término começa a surgir em cada nova discussão.

Em conclusão, se uma pessoa não quer falhar em seus relacionamentos, deve ter todos esses sintomas bem claros em seu dia a dia. E na medida do possível trabalhar sempre para preveni-los e se chegam, detectá-los o quanto antes para procurar por uma solução. Pois uma vez que se instalam é difícil combatê-los.