5 sementes comestíveis e suas incríveis propriedades

As sementes faziam parte dos primeiros alimentos cultivados pelo homem devido aos seus importantes atributos nutricionais. Nos últimos anos elas foram reincorporadas à dieta humana.

As sementes comestíveis são a origem da nutrição, uma vez que são uma planta viva embrionária que permite a renovação, regeneração, e sucessão ecológico de plantas e ambientes naturais.

As sementes são alimentos que podem ser mantidos vivos após o armazenamento. Elas contêm, em reserva, os elementos necessários para sustentar os estágios iniciais da planta futura.

Por esta razão, é compreensível que estejam entre os primeiros produtos alimentares cultivados pelo homem, pois possuem altas concentrações de vitaminas, proteínas, minerais, enzimas e óleos essenciais no estado bruto.

Tipos de sementes comestíveis

Sementes e oleaginosas

Existem diferentes espécies e categorias de sementes:

Leguminosas

Basicamente, são sementes secas e limpas extraídas da vagem, como grão-de-bico, feijão, ervilhas, soja, lentilhas, entre outros.

São alimentos muito completos que incluem quase todos os nutrientes. Elas nos fornecem 350kcal/100g. Além disso, elas nos proporcionam:

  • Entre 16 e 19% de proteínas
  • Carboidratos de digestão lenta
  • Fibra solúvel
  • Ácidos graxos poli-insaturados (ômega 3 e 6) e ácidos graxos monoinsaturados (ômega 9)

Também foi demonstrado que as leguminosas podem ajudar a regular o colesterol e a glicose no sangue.

Elas também ajudam a reduzir o risco de doença cardíaca, e até mesmo alguns tipos de câncer.

As leguminosas são consideradas a principal fonte de proteína vegetal para o homem.

Nozes e frutos secos

Frutos secos

A noz é um tipo de fruto seco de casca dura, que no seu interior contém uma semente. A mais popular é a noz que vem da nogueira.

Em inglês eles usam o termo para se referir também às castanhas e avelãs.

Este tipo de semente é rico em gorduras boas com um alto teor de antioxidantes, vitamina E e minerais.

Estes benefícios nutricionais se manifestam com:

  • Redução das doenças cardiovasculares e circulatórias
  • Transmissão melhorada do sinal nervoso
  • Fortalecimento dos sistemas esquelético, muscular e nervoso

Sementes oleaginosas

São aquelas de onde o óleo pode ser extraído. Este é o caso das sementes de gergelim, girassol ou abóbora, entre outros.

Do mesmo modo, elas funcionam como um suplemento alimentar devido ao seu teor de proteínas e gorduras saudáveis.

As sementes comestíveis e suas propriedades

Uma vez que fizemos um breve resumo do assunto, a seguir compartilharemos, individualmente, detalhes sobre 5 sementes comestíveis com propriedades incríveis.

1. Sementes de girassol

Sementes de girassol

  • As sementes de girassol  contêm cerca de 36% de óleo, e 23% de proteína.
  • Elas são uma fonte de vitaminas E, B1, B2 e B3, além de oferecer minerais como potássio, ferro, magnésio e fósforo.
  • Contribuem com os ácidos graxos ômega 6, muito importantes para o metabolismo celular e para a redução do risco de doenças circulatórias e cardiovasculares.
  • Elas também contêm fibras, tanto solúveis quanto insolúveis, o que favorece o bom funcionamento intestinal.

2. Sementes de abóbora

  • As sementes de abóbora são uma boa fonte de proteína, pois com apenas 100 g obtemos aproximadamente 54% de nossas necessidades diárias.
  • Eles também contêm ácidos graxos essenciais (ômega 3 e ômega 6) que reduzem os níveis de colesterol, e promovem o funcionamento circulatório adequado.
  • Por conterem vitaminas B, vitamina E, ácido fólico, fósforo, magnésio e ferro, são recomendadas quando existe uma deficiência destes nutrientes no organismo.
  • Por outro lado, contêm cucurbitacinas, que ajudam a eliminar parasitas intestinais.

3. Linhaça

Sementes de linhaça

  • A linhaça é especialmente reconhecida pelo seu rico ácido alfa-linolênico (ALA, parte do ômega 3), além de fornecer vários nutrientes, como carboidratos, fibras, proteínas, vitaminas do complexo B e E, cálcio , magnésio, fósforo, potássio, entre outros.
  • Em conjunto, elas funcionam como antioxidantes, anti-inflamatórios, e anticoagulantes.
  • Elas também são muito úteis quando se sofre de constipação e inflamação intestinal.

4. Chia

É reconhecida como a principal fonte vegetal de ômega 3. São muito ricas em vitaminas (especialmente do complexo B) e minerais (cálcio, manganês, fósforo, zinco e potássio).

Seus efeitos são conhecidos pela redução da dor articular, perda de peso e melhora no trânsito intestinal.

Previne problemas cardiovasculares e diabetes, além de ser livre de glúten.

É importante notar que a chia é uma semente concentrada em calorias, uma vez que 100 gramas equivalem a consumir 500 kcal, portanto, deve ser consumida com moderação.

5. Amendoim

Amendoim

Este alimento contém uma boa porcentagem de ácidos graxos monoinsaturados (cerca de 75%), ajudando assim a reduzir a mortalidade relacionada à doença cardíaca.

Também contém albumina, carboidratos, minerais (ferro, cálcio e fósforo) e vitaminas (A e B1).

Os amendoins são muito nutritivos e têm maior teor de proteínas do que outras leguminosas, até mesmo mais do que a carne, além de fornecer energia.

De acordo com dados do Instituto Estadual de Cancerologia (IEC) no México, sabe-se que o amendoim reduz o risco de câncer de mama e ajuda a retardar o crescimento de células cancerosas.

Sugestões

  • Coma as sementes cruas. Ao consumir tais sementes expostas a altas temperaturas, seus componentes nutricionais são quebrados e as vitaminas e minerais são alterados.
  • Evite sementes açucaradas ou salgadas.

Como você notou, o consumo equilibrado de sementes comestíveis é benéfico para a nossa saúde e para o nosso organismo. Da próxima vez em que você fizer compras, não se esqueça de incluir algumas delas na sua lista.

Recomendados para você