Seios paranasais: 5 coisas que deveríamos saber

Os seios paranasais são os encarregados de umedecer e esquentar o ar que respiramos antes de que este chegue a nosso interior, assim como o de produzir muco para evitar as bactérias

Os seios paranasais são cavidades cheias de ar localizadas nos ossos do crâniocuja função é múltipla: facilitam nossa respiração, a fonação, o olfato e inclusive a regulação da temperatura interna.

É curioso o fato de que quase nunca pensarmos em determinadas estruturas de nosso corpo até que, em um dado momento, aparece um problema, uma doença, uma alteração.

Todos que já sofreram com a sinusite, por exemplo, sem dúvidas saberão situar com exatidão onde estão os seios paranasais.

Estas estruturas, por outro lado, produzem um tipo de líquido com a finalidade de conter e nos proteger de determinadas bactérias e, com frequência, esse excesso de muco termina obstruindo as cavidades e causando a inflamação.

É um processo tão comum e incômodo que milhões de pessoas sofrem, uma entre tantas condições médicas que afetam estas estruturas tão delicadas e curiosas de nossa anatomia que hoje iremos aprofundar.

A seguir mostraremos 5 dados que você gostará se saber sobre os seios paranasais.

1. Quantos seios paranasais temos?

 

No total, temos 8 seios paranasais, 4 de cada lado do nariz. Veja a seguir alguns dados de interesse sobre eles:

Seios maxilares

  • O seio maxilar é o maior de todos os seios paranasais.
  • Tem forma de pirâmide e uma capacidade aproximada de 15 ml.
  • Quando nascemos, este seio é muito pequeno, e não é até os 8 ou 9 anos quando cresce para descer até a parte de cima do nariz.

Seios frontais

  • Medem uns 3 cm de comprimento e 2,5 cm de largura. São duas cavidades separadas pelo septo inter frontal.
  • Está conectado com o nervo trigêmeo, logo, é um dos que causam mais dor quando inflamados.

Seios etmoidais

Este seio na verdade é um conjunto de celas etmoidais, com pequenos labirintos formados pelos ossos lacrimais.

Seios esfenoidais

  • Estes seios estão completamente formados quando fazemos 14 ou 15 anos.
  • Tem uma capacidade de uns 7,5 ml.

Descubra também remédios para as alergias estacionais

2. O que há dentro dos seios paranasais?

Pessoa com dor na area dos seios paranasais

Indicamos no início do artigo que dentro das cavidades somente existe ar.

Cabe dizer que os seios paranasais saudáveis e não inflamados terão ar em grande parte de seus espaços, no entanto, estes espaços do interior de nosso rosto não estão completamente vazios.

  • Os seios nasais e paranasais são revestidos por um tipo de muco respiratório.
  • Este muco é formado por um tipo de epitélio.
  • É uma finíssima camada de células mucosas bem aderidas ao osso ou à cartilagem adjacente.
  • Sua função é variada: por um lado, tem como objetivo melhorar a umidificação e o aquecimento do ar antes que entre em nosso interior.

Por outro lado, estas células também produzem “muco” para nos proteger de possíveis bactérias e elementos estranhos, impedindo assim que entrem também em nosso organismo.

3. Por que os seios paranasais se inflamam?

Quando ficamos resfriados ou quando temos alergias, acontece um crescimento excessivo de bactérias e germes na cavidade paranasal, o que produz uma infecção bacteriana ou viral.

A maioria das infecções dos seios paranasais são virais e desaparecem sozinhas em pouco tempo.

No entanto, em certos casos essa infecção se intensifica produzindo assim 3 tipos de problemas:

Sinusite aguda

A sinusite aguda é uma condição muito comum associada com o simples resfriado.

Se a origem for viral, cura-se sozinha em poucos dias, mas se for uma infecção bacteriana, a sinusite aguda pode durar até quatro semanas.

Sinusite subaguda

Neste caso o problema é mais sério e, ante tudo, incômodo.

Tem muito a ver com as alergias e são processos que podem durar entre dois a três meses.

Costumam cursar com:

Sinusite crônica

A sinusite crônica é muito desgastante para a pessoa que a sofre. Duram mais do que 3 meses e, no geral, pode terminar com uma intervenção cirúrgica.

Mulher com dor na região dos seios paranasais

4. Por que existem pessoas mais propensas a sofrer infecção dos seios paranasais?

Todos nós, em um dado momento, podemos sofrer com uma infecção dos seios paranasais. Agora, existem certas condições médicas e fatores de risco que podem aumentar esta chance.

Veja mais a seguir:

  • Ter desvio de septo nasal.
  • Ter pólipos nasais.
  • Trabalhar em um ambiente onde existam poluentes.
  • Morar em uma cidade onde existe excesso de poluição.
  • Viver em uma casa onde existe muito mofo e umidade.
  • As infecções dentais podem gerar uma inflamação dos seios paranasais.
  • Cuidado também com o sistema imune fraco.
  • Se somos fumantes também é comum sofrer inflamação nestas cavidades.

5. Como posso combater a infecção dos seios paranasais?

Remédios caseiros para aliviar a sinusite nos seios paranasais

O mais recomendado, caso a inflamação paranasal dure mais do que duas semanas, é procurar um médico.

Com um bom diagnóstico e um tratamento médico e farmacológico concreto, podemos seguir simples estratégias caseiras que potenciarão nossa melhora.

Estes são pequenos exemplos:

  • Vaporização com água e sal
  • Infusões e vaporização com eucalipto
  • Infusões e vaporização com alecrim
  • Cataplasmas de rabanete e cebola picada
  • Infusão de gengibre e mel

Por último, e não menos importante, os cochilos e o descanso ajudarão também a fortalecer nosso sistema imune para que, por si só, faça frente a essa infecção.

Recomendados para você