Melhor Com Saúde
 

É possível remover tatuagens?

Muitas pessoas se perguntam se é possível remover tatuagens. Depois de fazê-las em algum momento de sua vida, pode ocorrer uma mudança de opinião sobre o assunto. Neste artigo, diremos se é possível eliminá-las e como.

É possível remover tatuagens?

Última atualização: 20 Dezembro, 2020

A vontade de remover tatuagens é mais comum do que podemos imaginar. Embora no momento de marcar a nossa pele tenhamos a expectativa de que será para a vida toda, com o passar do tempo podemos nos arrepender ou querer mudar.

De acordo com algumas estatísticas, depois de 5 anos de terem realizado uma tatuagem, quase 60% das pessoas se arrependem. Desse grupo de arrependidos, nem todos removem a tatuagem, mas grande parte o faz.

Os dermatologistas observaram um aumento nas consultas para remover tatuagens em todo o mundo. Isso, é claro, também está associado a um maior número de pessoas tatuando a sua pele. Apesar disso, de 2012 até hoje, os procedimentos de remoção de tatuagem dobraram em sua média anual.

O procedimento não é fácil, pois a tatuagem é uma tinta que fica localizada na derme, a camada intermediária da pele que fica abaixo da superfície. A agulha da tatuagem penetra na epiderme, que é a camada superficial, e deposita gotículas que impregnam as células.

Além de difícil, o procedimento é caro, o que torna a remoção da tatuagem inacessível para muitas pessoas. Deve-se levar em consideração também que, uma vez concluído o procedimento, podem ficar algumas marcas de cicatrizes e alterações na cor da pele.

Técnicas para remover tatuagens

Existem três técnicas médicas básicas para a remoção de tatuagens. Cada uma deverá ser aplicada de acordo com a indicação e com o paciente. Caberá ao dermatologista decidir qual é a técnica de escolha em cada caso. Vamos ver cada uma delas:

Laser

A técnica mais usada é o laser conhecido como Q-switched. É um laser pulsado muito potente, com algumas variações de acordo com o tipo de pele a ser tratada.

A remoção em uma única vez não é possível. Os tratamentos a laser para apagar tatuagens consistem em várias sessões que dependem do tamanho da tatuagem a ser removida, suas cores, o tempo em que a tatuagem permaneceu no paciente e o tipo de pele.

Algumas tatuagens requerem até oito sessões de laser. Cada sessão dura aproximadamente vinte minutos, mas as sessões não podem ser realizadas em dias seguidos. Deve haver um período de tempo entre cada aplicação, às vezes de até um mês. Vamos considerar, então, que um tratamento pode durar quase um ano.

O laser é aplicado em consultórios ambulatoriais, não em salas de cirurgia. Utiliza-se anestesia local para diminuir a dor do pulso de laser. Após a aplicação, alguns efeitos adversos aparecem na região pulsada, como inflamação e, talvez, sangramento. O médico responsável pelo tratamento é quem indica os cuidados que deverão ser seguidos.

Cirurgia convencional

Pode-se também remover tatuagens com cirurgia clássica. É possível realizar este procedimento em pequenas tatuagens, caso contrário, seria impossível fechar novamente a pele.

Esta técnica é uma excisão, pura e simples. É feita a anestesia, as bordas a serem retiradas são definidas com bisturi, o pedaço de pele com a tatuagem é retirado e fechado com sutura. Obviamente, ficará uma cicatriz permanente.

A técnica é totalmente eficaz, entretanto, é para pequenas tatuagens, que não afetam a estética com a cicatriz.

Tratamento com laser

Continue lendo: Um grupo de artistas devolve a feminilidade à vítimas do câncer de mama

Dermoabrasão

A terceira técnica existente para apagar tatuagens é a dermoabrasão. Como o próprio nome indica, com a técnica de dermoabrasão a pele é lixada para eliminar as células com tinta e permitir que parte dessa tinta saia para o exterior em forma líquida.

O procedimento começa com o resfriamento da pele para insensibilizá-la, como se fosse uma anestesia. Em seguida, aplica-se na pele tatuada um dispositivo que gira em várias rotações, com uma escova capaz de causar a abrasão na pele.

É um procedimento doloroso que se aplica em uma única sessão. A inflamação da área tratada dura várias semanas. Estima-se que os efeitos adversos durem até um mês.

É uma técnica menos eficaz que o laser, por exemplo, mas o preço é inferior. Esse fator faz com que algumas pessoas optem por ela, embora atualmente constitua uma parcela mínima do número de tratamentos.

Cicatrizes na pele
Algumas técnicas usadas para apagar tatuagens deixam cicatrizes.

Continue descobrindo: Tatuagens para “apagar” as feridas da vida

Cuidados posteriores ao remover tatuagens

Qualquer que seja a técnica usada para a remoção de tatuagens, será necessário manter cuidados especiais após o procedimento. Os efeitos adversos estão presentes em qualquer um dos três métodos.

Entre as medidas gerais que devem ser tomadas após uma sessão para remover tatuagens, temos:

Lembre-se: é possível remover tatuagens, mas o processo para fazer isso tem suas dificuldades. Não é necessário apenas pensar nas técnicas existentes, mas também nesses efeitos adversos posteriores que requerem cuidados especiais.

Se você está pensando em eliminar uma tatuagem que fez, o ideal é consultar um dermatologista que poderá aconselhá-lo. Ele avaliará a sua tatuagem e a sua pele para sugerir a melhor técnica para o seu caso específico.

Porque fazer tatuagem pode ser perigoso?

Porque fazer tatuagem pode ser perigoso?

Antes de fazer uma tatuagem devemos conhecer o processo e suas consequências para a saúde. Por isso, antes de se tatuar procure conhecer bem o local.



  • Flores, Antonio, et al. “Remoción de tatuajes con diferentes métodos.” Revista de Sanidad Militar 54.6 (2018): 285-296.
  • Mora, Franco, et al. “Aplicación del concentrado de plaquetas en la exéresis de tatuajes.” MediSan 19.5 (2015): 571-579.
  • Vásquez-Chirinos, Mariaesther, et al. “Tatuajes: de la tinta a la dermatología.” Dermatología Venezolana 55.1 (2017).