5 remédios naturais para tratar a candidíase

Os seguintes remédios não devem ser tomados como único tratamento, mas como complemento ou reforço do mesmo. É extremamente importante seguir as instruções do médico para se recuperar.
5 remédios naturais para tratar a candidíase

Última atualização: 20 fevereiro, 2022

A infecção causada pelo fungo Candida albicans, mais conhecida como candidíase, é muito comum, principalmente em pacientes do sexo feminino, pois afeta a vagina.

No entanto, na maioria dos casos, não é uma condição grave. Com tratamento médico adequado e algumas medidas adicionais, pode ser completamente aliviada em pouco tempo.

A seguir, falaremos sobre os remédios naturais que se tornaram populares como auxílios complementares ao problema.

No entanto, não há evidências científicas suficientes sobre sua eficácia na candidíase.

Devemos sempre consultar o médico especialista antes de proceder a aplicá-los.

O que é candidíase?

Candida albicans é uma levedura que está presente no corpo, em pequenas quantidades. Quando há certos problemas, como obesidade ou diabetes, pode crescer e causar algum desconforto, principalmente em áreas úmidas e quentes do corpo.

Para que esse fungo se multiplique e cause o que é comumente chamado de ‘candidíase’ , pelo menos uma dessas condições deve estar presente:

  • Áreas úmidas ou suadas da pele. Os locais mais comuns para candidíase são a virilha, axilas e sob os seios, ou entre os dedos dos pés ou nos cantos da boca.
  • Não trocar de roupa por vários dias. Desta forma, a transpiração seca no próprio corpo e gera um habitat de maior umidade. A mesma coisa pode acontecer com bebês que passam muitas horas com a  mesma fralda.
  • Ter uma dieta rica em açúcar e farinha refinada (branca), pois isso “alimenta” o fungo.
  • Tomar certos tipos de medicamentos por um longo tempo, como antibióticos, esteróides ou anticoncepcionais hormonais. Pois as boas bactérias que controlam essa levedura morrem.
  • Pessoas com sistema imunológico debilitado, como pacientes com AIDS, aqueles que recebem quimioterapia, aqueles que deixaram recentemente uma cirurgia ou hospital, aqueles que estão acamados ou aqueles com um certo distúrbio no sangue.

Quando você tem candidíase, uma erupção cutânea vermelha aparece nas dobras da pele. Ela se expande ao longo do tempo se nenhum tratamento de qualquer tipo for recebido. Pode causar ardor, coceira inchaço, dor e corrimento branco. À medida que se torna crônica, a pele afetada pode se tornar espessa e esbranquiçada.

Remédios caseiros

1-Iogurte e canela

Embora a ingestão de iogurte ou o uso de supositórios vaginais que tenham lactobacilos são tratamentos possivelmente eficazes para candidíase, não há evidências sobre o uso tópico do remédio proposto a seguir.

Ingredientes

  • ½ xícara de iogurte natural, sem açúcar.
  • ½ colher de sopa de canela em pó.

Modo de Preparo

  • Faça uma mistura com os dois ingredientes.
  • Aplique por 5 noites seguidas na área afetada, deixe por alguns minutos.
  • Limpe com água.
iogurte de limão michelle

2-Água de lavanda

Os óleos essenciais de lavanda têm certas propriedades antifúngicas. No entanto, as evidências são insuficientes em relação ao seu uso clínico na infecção por Candida Albicans e não há resultados que apoiem especificamente o uso do seguinte remédio.

Ingredientes

  • 1 ramo de flores de lavanda, frescas ou secas.
  • 1 litro de água.

Preparação

  • Em uma panela, ferva a água junto com a lavanda por 10 minutos.
  • Deixe esfriar e coe.
  • Faça banhos ou enxágue a área afetada com esta preparação, uma ou duas vezes ao dia.

3- Calêndula, camomila e óleo de melaleuca

Embora existam algumas evidências das propriedades antifúngicas da calêndula e da camomila, este remédio não tem suporte empírico suficiente no tratamento da candidíase.

Ervas-aromáticas

Ingredientes

Modo de Preparo

  • Macerar as pétalas de calêndula e as flores de camomila com o óleo de amêndoas em um recipiente de vidro com tampa hermética, por três semanas, em ambiente seco, escuro e à temperatura ambiente.
  • Coe e adicione as gotas de óleo de melaleuca.
  • Aplique na área afetada pela candidíase usando um pano limpo ou algodão.

4- Sálvia, tomilho e lavanda

Existem descobertas sobre a atividade antifúngica dessas plantas, mas são necessárias mais pesquisas sobre sua eficácia conjunta em um remédio como esse.

Ingredientes

Modo de preparo

  • Sempre que possível, use plantas frescas.
  • Coloque tudo em uma panela e aqueça.
  • Quando levantar fervura, mantenha no fogo por mais 5 minutos.
  • Retire e deixe esfriar.
  • Filtre e aqueça novamente, sem queimar.
  • Faça banhos de assento ou lavagens com este líquido, duas vezes ao dia.
  • Aqueça cada vez que for usado.

5- Equinácea

Há resultados que falam da capacidade inibitória da equinácea contra o crescimento de Candida Albicans. No entanto, nenhuma evidência específica está disponível para este remédio específico.

equinácea

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de raiz de equinácea.
  • 1 litro de água.

Modo de preparo

  • Em uma panela, leve a água para ferver.
  • Quando atingir o ponto de ebulição, adicione a raiz de equinácea.
  • Deixe cozinhar por cerca de 10 minutos.
  • Coe e beba entre 2 e 3 xícaras por dia, por um mês seguido.

Considerações finais

Esses remédios nunca devem ser usados como substitutos do tratamento prescrito pelo médico.

Não há resultados que suportem suficientemente que esses remédios possam melhorar a candidíase.

This might interest you...
Candidíase em homens: sintomas, causas e tratamento
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Candidíase em homens: sintomas, causas e tratamento

Muitos homens ficam surpresos ao receber um diagnóstico de candidíase. A seguir veremos quais são as principais características desta doença.



  • Curi, A. L. L., Benchimol, E. I., & Vasconcelos-Santos, D. V. (2016). Candidiasis. In Intraocular Inflammation. https://doi.org/10.1007/978-3-540-75387-2_121
  • Sangamithra, V., Verma, R., Sengottuvelu, S., & Sumathi, R. (2013). Candida infections of the genitourinary tract. Research Journal of Pharmacy and Technology. https://doi.org/10.1128/CMR.00076-09
  • Bartlett, J. G. (2004). Guidelines for treatment of candidiasis. Infectious Diseases in Clinical Practice. https://doi.org/10.1097/01.idc.0000130888.27859.52
  • Barrett, B. (2003). Medicinal properties of Echinacea: A critical review. Phytomedicine. https://doi.org/10.1078/094471103321648692
  • Figueras, C., Díaz de Heredia, C., García, J. J., Navarro, M., Ruiz-Contreras, J., Rossich, R., Rumbao, J., Frick, M. A. y Roselló, E. M. (2011). Recomendaciones de la Sociedad Española de Infectología Pediátrica sobre diagnóstico y tratamiento de la candidiasis invasiva. Anales de Pediatría, 74(5), 337.e1-337.e17. https://doi.org/10.1016/j.anpedi.2010.12.012
  • Behmanesh, F., Pasha, H., Sefidgar, A. A., Taghizadeh, M., Moghadamnia, A. A., Adib Rad H. and Shirkhani, L. (2015). Antifungal Effect of Lavender Essential Oil (Lavandula angustifolia) and Clotrimazole on Candida albicans: An In Vitro Study. Scientifica (Cairo), 2015, Article ID 261397. http://dx.doi.org/10.1155/2015/261397
  • Ghaedi, M., Naghiha,R., Jannesar, R., dehghanian, N., Mirtamizdoust, B. and pezeshkpour, V. (2015). Antibacterial and antifungal activity of flower extracts of Urtica dioica, Chamaemelum nobile and Salvia officinalis: Effects of Zn[OH]2 nanoparticles and Hp-2-minh on their property. Journal of Industrial and Engineering Chemistry, 32, 353-359. https://doi.org/10.1016/j.jiec.2015.09.007
  • Efstratiou, E., Hussain, A. I., Nigam, P. S., Moore, J. E., Ayub, M. A. and Rao, J. R. (2012). Antimicrobial activity of Calendula officinalis petal extracts against fungi, as well as Gram-negative and Gram-positive clinical pathogens. Complementary Therapies in Clinical Practice, 18(3), 173-176. https://doi.org/10.1016/j.ctcp.2012.02.003
  • Sookto, T., Srithavaj, T., Thaweboon, S., Thaweboon, B. and Shrestha, B. (2013). In vitro effects of Salvia officinalis L. essential oil on Candida albicans. Asian Pacific journal of tropical biomedicine3(5), 376–380. https://doi.org/10.1016/S2221-1691(13)60080-5
  • Khan, M. S., Ahmad, I., Cameotra, S. S. and Botha, F. (2014). Sub-MICs of Carum copticum and Thymus vulgaris influence virulence factors and biofilm formation in Candida spp. BMC Complementary and Alternative Medicine, 14, 337. https://doi.org/10.1186/1472-6882-14-337
  • Stojicevic, S., Stanisavljevic, A., Velickovic, D., Veljkovic, V. and Lazic, M. (2009). Antioxidant and antimicrobial activities of Echinacea (Echinacea purpurea L.). extracts obtained by classical and ulterasound extraction. Chinese Journal of Chemical Engineering, 17(3), 478–83. https://doi.org/10.1016/S1004-9541(08)60234-7