4 remédios naturais para uma glândula tireoide lenta

21 de abril de 2016
Suplementos de selênio e dietas controladas em carboidratos podem ser úteis para controlar problemas que surgem devido à tireoide lenta. O que mais você deveria saber?

A glândula tireoide lenta é diagnosticada como hipotiroidismo, uma doença que afeta em maior grau as mulheres e que não apresenta sintomas nas suas fases iniciais.

Neste artigo, vamos compartilhar 4 remédios naturais para uma glândula tireoide lenta. Estes são suplementos que ajudam a melhorar a nossa saúde e qualidade de vida.

Sobre a glândula tireoide lenta

Como aponta uma publicação do The National Center for Biotechnology Informationa glândula tireoide desempenha um papel muito importante no organismo: a produção de hormônios que regulam o metabolismo. Esses hormônios, além disso, também são reguladores de muitos processos corporais.

Estamos falamos sobre uma glândula tireoide lenta quando não há produção hormonal suficiente. Em termos médicos, é um problema chamado de hipotireoidismo. Você pode começar a apresentar sintomas gradualmente. É comum notar que ganhamos peso, sentimos fadiga, dor nas articulações, perda de cabelo ou fragilidade das unhas.

A função da tireoide pode ser regulada através dos medicamentos existentes. Portanto, é necessário que nossos médicos sempre nos ajudem a encontrar o tratamento mais adequado às nossas necessidades.

Também devemos estar cientes da importância de adotar hábitos de vida saudáveis, principalmente em relação à alimentação. Muitas vezes, o médico sugere uma consulta com o nutricionista para ajudá-lo a fazer alguns ajustes.

Remédios naturais para a glândula tireoide lenta

Os remédios naturais para a glândula tireoide lenta são apenas um complemento ao tratamento médicoPor nenhuma razão eles devem substituir o tratamento recomendado pelo médico. De fato, o ideal é contar ao profissional sobre o nosso desejo de incorporar esses remédios naturais ao tratamento da doença.

1. Reduzir os carboidratos

Para começar, devemos moderar o consumo de carboidratos. Este remédio é mais um conselho, mas pode nos dar resultados muito bons. Na verdade, não se trata de eliminar completamente o carboidrato da dieta. Em vez disso, devemos limitá-lo, pois os carboidratos são importantes fontes de energia para o nosso corpo.

No entanto, e no caso de pessoas com uma glândula tireoide lenta, o que acontece é o seguinte:

Carboidratos

 

Descubra: Gengibre, um aliado na perda de peso

2. Suplementos de selênio

Segundo os Institutos Nacionais de Saúde (NIH), o selênio é um oligoelemento envolvido no metabolismo do hormônio da tireoide. Portanto, no caso de problemas com uma tireoide lenta, é preciso verificar se você está obtendo esse oligoelemento adequadamente. Naturalmente, ele pode ser encontrado em:

  • Carne bovina 
  • Atum
  • Peru
  • Castanha-do-pará

No entanto, também está disponível em forma de suplemento. É importante descobrir com o médico qual é a dose apropriada para o seu caso, pois ela pode variar em cada pessoa

Descubra também quais são os 5 melhores alimentos para a saúde da tireoide

3. Sementes de linhaça

Graças ao seu conteúdo de ômega 3 ou ácido alfalinolênico, as sementes de linhaça podem ajudar a estimular a produção de hormônios da tireoide em caso de hipotireoidismo. Além disso, elas também contêm magnésio e vitamina B12, nutrientes essenciais contra os problemas que surgem dessa doença.

  • Certifique-se de incluir as sementes de linhaça em suas batidas, saladas, sopas, etc.
Semente de linhaça

4. Óleo de coco

De acordo com informações da Clínica Mayoexistem poucas evidências para apoiar o uso do óleo de coco como auxiliar da tireoide hipoativa. No entanto, as suas propriedades podem contribuir para o controle de vários sintomas relacionados à baixa produção de hormônios da tireoide.

Por exemplo, é dito que este óleo tem um efeito “termogênico” que pode contribuir para um peso saudável. Seu consumo aumenta o gasto de energia em comparação com a mesma quantidade de calorias de outras gorduras. Além disso, também lhe é atribuído um efeito saciante graças aos seus ácidos graxos de cadeia média.

Concluindo

Esteja ciente da importância do bom funcionamento da glândula tireoide. Portanto, se ocorrerem sintomas que alertem problemas como hipotireoidismo, é necessário consultar um médico ou endocrinologista. 

Embora alguns remédios naturais possam ser benéficos, eles não são o tratamento indicado para esse problema, são apenas complementos.

  • Kostoglou-Athanassiou I, Ntalles K. Hypothyroidism – new aspects of an old disease. Hippokratia. 2010;14(2):82–87.
  • InformedHealth.org [Internet]. Cologne, Germany: Institute for Quality and Efficiency in Health Care (IQWiG); 2006-. Underactive thyroid: Overview. 2014 Oct 8 [Updated 2017 Aug 10]. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK279601/
  • Chakera AJ, Pearce SH, Vaidya B. Treatment for primary hypothyroidism: current approaches and future possibilities. Drug Des Devel Ther. 2012;6:1–11. doi:10.2147/DDDT.S12894
  • Corsica JA, Spring BJ. Carbohydrate craving: a double-blind, placebo-controlled test of the self-medication hypothesis. Eat Behav. 2008;9(4):447–454. doi:10.1016/j.eatbeh.2008.07.004
  • Ludwig DS, Hu FB, Tappy L, Brand-Miller J. Dietary carbohydrates: role of quality and quantity in chronic disease. BMJ. 2018;361:k2340. Published 2018 Jun 13. doi:10.1136/bmj.k2340
  • St-Onge, M. P., & Jones, P. J. H. (2003). Greater rise in fat oxidation with medium-chain triglyceride consumption relative to long-chain triglyceride is associated with lower initial body weight and greater loss of subcutaneous adipose tissue. International Journal of Obesity, 27(12), 1565–1571. https://doi.org/10.1038/sj.ijo.0802467
  • Chaker, L., Bianco, A. C., Jonklaas, J., & Peeters, R. P. (2017). Hypothyroidism. The Lancet. https://doi.org/10.1016/S0140-6736(17)30703-1
  • Drutel, A., Archambeaud, F., & Caron, P. (2013). Selenium and the thyroid gland: More good news for clinicians. Clinical Endocrinology. https://doi.org/10.1111/cen.12066