Remédio de manjericão e sálvia para depurar os rins

· 16 de janeiro de 2019
Graças às propriedades diuréticas do manjericão e da sálvia podemos depurar os rins para desfrutar de uma melhor saúde geral, promovendo a eliminação de resíduos.

Para manter a boa saúde e prevenir doenças crônicas ou degenerativas é importante tomar alguns remédios ao longo do ano. Com a ajuda de plantas medicinais podemos depurar os rins, o fígado, e o intestino a fim de prevenir ou tratar qualquer desconforto que tenhamos.

Descubra neste artigo como podemos depurar os rins com manjericão e sálvia. Estas duas plantas aromáticas facilitam a função renal de forma natural, e ao mesmo tempo proporcionam muitos outros benefícios para a saúde.

Por que é importante depurar os rins?

Nosso organismo é carregado com toxinas por causa das substâncias químicas presentes nos alimentos, no ar, nos produtos de higiene e limpeza, na água, etc. Com o passar do tempo, essas toxinas se acumulam e podem causar desconforto e doenças.

Os rins são responsáveis ​​por limpar essas substâncias e evacuá-las pela urina. No entanto, se tiverem muito trabalho, podem ficar sobrecarregados ou enfraquecidos. O ideal seria ajudá-los na função depurativa que realizam em conjunto com o fígado, intestino, e com a pele.

Portanto, é importante depurar os rins para ter uma boa saúde e qualidade de vida. Podemos conseguir isso com uma dieta equilibrada, e alguns remédios naturais com propriedades diuréticas e desintoxicantes.

Não perca: Os 9 diuréticos naturais mais poderosos contra a retenção de líquidos

Plantas para depurar os rins

O manjericão

Plantas para depurar os rins

Em primeiro lugar, o manjericão não é apenas uma planta aromática com a qual podemos preparar deliciosos molhos, saladas e massas. Esta planta é rica em vitamina B1 e E, e minerais como potássio e cálcio.

Também contém antioxidantes e fibras. É um remédio medicinal com propriedades digestivas e relaxantes, que podemos sempre ter à mão para tomá-lo em infusão, ou para temperar.

A nível renal, o manjericão é muito eficaz graças ao seu teor de potássio. Este mineral favorece a eliminação de líquidos e toxinas, aumentando o nível de urina. Esta planta, em geral, tonifica os rins e também ajuda a dissolver as pedras e areias. Desta forma, as pessoas propensas a sofrer de cólicas renais podem evitá-las com este remédio.

A sálvia

A sálvia é uma planta medicinal cujo nome em latim tem sua origem na palavra “cura”. Nesse sentido, seu próprio significado confirma suas múltiplas propriedades para a saúde. Por exemplo, é um ótimo remédio para distúrbios respiratórios e digestivos.

Além disso, esta planta aromática é excelente para a limpeza dos rins, graças às suas virtudes diuréticas e depurativas. Ao consumi-la por um período específico de tempo, facilitamos a desintoxicação do organismo através da eliminação de líquidos. Desta forma, também combatemos o inchaço, a inflamação e o edema.

Remédio de manjericão e sálvia

Ingredientes

Para preparar este remédio para depurar os rins precisaremos diariamente dos seguintes ingredientes:

  • 10 folhas de manjericão fresco (15 g)
  • 5 folhas de sálvia fresca (8 g)
  • 1 copo de água (200 ml)
  • 1 colher de mel de abelhas (25 g)

Descubra: 9 coisas que podem acontecer quando você começa a comer mel todos os dias

Preparação do remédio depurar os rins

Remédio depurar os rins em forma de suco

  • Primeiramente, para preparar este remédio precisamos que as plantas aromáticas sejam frescas. Desta forma, asseguramos que elas mantenham suas virtudes intactas.
  • Nós só teremos que bater, liquefazer ou triturar as folhas de manjericão e da sálvia com a água.
  • Logo depois de obter uma mistura homogênea, vamos adoçar com o mel de abelhas.

Como o bebemos?

  • Para se beneficiar deste remédio e depurar os rins das toxinas, devemos tomá-lo ao acordar, em jejum, pelo menos meia hora antes do café da manhã.
  • Devemos preparar esta preparação medicinal todos os dias durante uma semana, sem conservar o remédio. Vamos prepará-lo todas as manhãs, e tomá-lo na mesma hora.
  • Além disso, podemos fazer esse tratamento regularmente, mas sempre durante uma semana.
  • Finalmente, recomendamos não fazer este tratamento natural sem supervisão médica se sofrermos de alguma doença, ou se fazemos uso de medicamentos.

Outras dicas

Para melhorar os efeitos desta depuração, devemos levar em conta as seguintes dicas:

  • Primeiramente, beba dois litros de água por dia, fora das refeições, especialmente durante este tratamento depurativo.
  • Reduza o consumo de sal e de produtos lácteos.
  • Também, aumente a ingestão de alimentos vegetais crus em cada refeição, para que haja um maior resultado.
  • Faça esportes para acelerar o metabolismo e aumentar a transpiração. Desta forma, facilitamos a função renal.
  • Finalmente, sempre cubra a área dos rins (entre a região lombar e a parte de trás), pois esses órgãos são muito sensíveis ao frio. Podemos aplicar calor com uma esteira ou bolsa de água, se precisarmos.

 

  • Opalchenova, G., & Obreshkova, D. (2003). Comparative studies on the activity of basil – An essential oil from Ocimum basilicum L. – Against multidrug resistant clinical isolates of the genera Staphylococcus, Enterococcus and Pseudomonas by using different test methods. Journal of Microbiological Methods. https://doi.org/10.1016/S0167-7012(03)00012-5
  • Nash, R. J. (2002). Sage: The Genus Salvia. Phytochemistry. https://doi.org/10.1016/s0031-9422(01)00339-9
  • U.S. Department of Health and Human Services. (2009). The Kidneys and How They Work. National Institutes of Health. https://doi.org/10.1017/CBO9781107415324.004