7 regras que ajudarão você a se comunicar com um manipulador

14 Setembro, 2020
Devemos aprender a nos proteger diante dos ataques de pessoas manipuladoras e não nos deixar dominar por suas atitudes. Se for necessário, é importante se distanciar para proteger nossa saúde mental.

Cada ser humano é único e tem qualidades que definem sua personalidade. No entanto,quando se trata de relações pessoais, é importante aprender a distinguir aquelas que nos fazem mal e nos limitam com sua forma de ser, como a figura do manipulador.

As pessoas manipuladoras querem controlar nossa vida e fazem de tudo ao seu alcance para nos fazer sentir inferiores. O pior de tudo é estar consciente disso e não ter a capacidade de afastá-las antes que a situação piore.

Em alguns casos, essa situação pode durar anos, tornando o manipulado uma vítima de sua própria vida, sem sentir a plena liberdade de tomar suas próprias decisões.

A seguir, queremos compartilhar 7 simples regras de comunicação baseadas nas estratégias projetadas pelo especialista Preston Ni para que você aprenda a lidar com um manipulador.

1. Tenha em mente que você tem direitos intransferíveis

mulher_gritando_colega_de_trabalho_manipuladores

Um manipulador profissional tem a habilidade de pisotear os direitos dos outros para se beneficiar. No entanto, se nos fizermos respeitar e estabelecermos limites, será difícil que essa pessoa consiga assumir o controle. Lembre-se de que você tem direito a:

  • Ser respeitado pelas outras pessoas.
  • Expressar seus sentimentos, ideias e desejos.
  • Estabelecer suas prioridades.
  • Dizer “NÃO” sem ter sentimento de culpa.
  • Receber aquilo pelo qual pagou ou lutou.
  • Expor seus pontos de vista, ainda que sejam diferentes dos demais.
  • Proteger-se de ameaças físicas, morais e emocionais.
  • Construir sua vida segundo o seu conceito de felicidade.

2. Procure se afastar do manipulador

Buscando manter o controle das situações, os manipuladores mudarão constantemente suas atitudes diante dos demais. Primeiro, pode ser que sejam muito educados e alegres, mas depois podem ter reações agressivas e grosseiras. Em determinados momentos, vão querer se fazer de vítimas, em outros vão querer demonstrar que são rudes e impetuosos.

Se você começar a notar esse tipo de comportamento em alguma das pessoas próximas, o melhor é procurar se afastar como puder. É muito provável que essa atitude tenha suas raízes na infância e, portanto, por mais que você tente, não conseguirá corrigi-lo.

3. Identifique o problema

Uma das maiores habilidades de um manipulador é identificar as fraquezas de suas vítimas, para poder jogar com elas. Não estranhe se você começar a sentir a sensação de ser incapaz ou de culpa por não obedecer às exigências dessa pessoa.

Recomendamos a leitura: Hoje serei egoísta e cuidarei de mim mesma

É primordial identificar essas características e ter sempre em mente que o problema não é seu. Perder as rédeas da situação fará com que você sinta que não é uma pessoa suficientemente boa e que precisa da outra para tomar decisões.

Analise o relacionamento com o possível manipulador e identifique o problema, respondendo às seguintes questões:

  • Essa pessoa está me respeitando?
  • Suas exigências e expectativas estão bem fundamentadas?
  • Trata-se de um relacionamento equilibrado? Será que apenas um de nós dois está recebendo benefícios?
  • Essa relação está afetando minha autoestima?

4. Coloque à prova

Enfrente o manipulador com algumas perguntas. Você poderá descobrir suas fraquezas e identificar se tem alguma autocrítica ou vergonha. Alguns dos questionamentos que você pode fazer são:

  • Você acha que o que está me pedindo é justo?
  • Você acha que isso é justo comigo?
  • Posso te dar minha opinião a respeito?
  • Você está me perguntando ou afirmando?
  • O que receberei em troca?
  • Você realmente acredita que eu acredito no que está me dizendo?

5. Não se deixe pressionar

Não permita que, em nenhuma situação, pressionem você a tomar uma decisão que requer tempo para ser pensada. Não se deixe pressionar e mantenha o controle, dizendo apenas “vou pensar sobre isso”, ou com um “não” definitivo.

Sempre tenha em mente que uma das estratégias favoritas de um manipulador é forçar sua vítima a responder ou agir imediatamente aos seus pedidos. Não se deixe vencer.

6. Aprenda a dizer “não” ao manipulador

Uma das dicas mais importantes para a comunicação em qualquer tipo de relação é saber dizer “não”. Uma negação firme é uma das formas mais eficazes de manter o controle e uma boa relação com o interlocutor. Tenha em mente que você tem todo o direito de estabelecer suas prioridades e dizer “não” quando quiser.

7. Defenda-se de provocações e ofensas

Uma pessoa manipuladora sempre busca a forma de se sentir superior para criar um sentimento de temor ou sofrimento. As ofensas e provocações são uma das ferramentas utilizadas para atacar quando ela sente que está perdendo o controle.

Leia também: Sofrimento: o que ocorre em nosso cérebro quando o sentimos?

Enfrente o manipulador

Se você identificou essas características em qualquer pessoa ao seu redor, não hesite e enfrente. Siga seus instintos e proteja-se da ação dsd pessoas manipuladoras.

O curioso é que, na maioria dos casos, essas pessoas mostram seu lado mais covarde quando a vítima demonstra força de caráter e se defende. Sob nenhuma circunstância há justificativas para este tipo de comportamento. Portanto, sinta-se seguro e coloque um freio sem remorso algum.

  • Ni, Preston. How to Successfully Handle Narcissists. PNCC. (2014)
  • Bursten, Ben. “The Manipulative Personality”. Archives of General Psychiatry, Vol 26 No 4. (1972)
  • Buss DM, Gomes M, Higgins DS, Lauterback K. “Tactics of Manipulation”. Journal of Personality and Social Psychology, Vol 52 No 6 (1987)