Reabilitação do joelho após operação do menisco

O processo de reabilitação do joelho após uma operação do menisco deve ser iniciado quase imediatamente. Não é conveniente adiar os exercícios de cuidado e recuperação, já que a mobilidade pode ser comprometida
Reabilitação do joelho após operação do menisco

Última atualização: 03 Março, 2021

A reabilitação do joelho após a operação do menisco é um processo que pode ser prolongado por algumas semanas de acordo com o estado de saúde do paciente e o tipo de lesão. Seu principal objetivo é ajudar a recuperar a funcionalidade da articulação, pois a cartilagem articular deve se adaptar a viver sem o menisco.

Este período é muito importante para os atletas, pois permite que eles retomem suas atividades esportivas sem dificuldades. Além disso, é fundamental recuperar o tônus ​​e a força muscular, o que impede o desenvolvimento de complicações ou novas lesões.

É normal que os pacientes tenham algumas dúvidas antes de iniciar esta fase do tratamento. Por isso, para esclarecer em que consiste e quando se inicia, vamos revisar detalhadamente os seus aspectos mais relevantes.

Por que as lesões do menisco ocorrem?

O menisco é uma fibrocartilagem localizada entre o fêmur e a tíbia, dando flexibilidade e capacidade de rotação ao joelho. Ajuda a estabilidade desta articulação e facilita a distribuição correta da carga de peso do corpo.

A lesão do menisco mais comum é causada por movimentos de torção ou suporte deficiente. No entanto, também pode ser o resultado de uma condição degenerativa, isto é, piora com o passar do tempo.

Como é uma operação do menisco?

operação do menisco

Os métodos cirúrgicos de intervenção no joelho evoluíram ao longo do tempo. Embora cirurgias abertas ainda sejam realizadas, uma operação por artroscopia é mais frequente, o que faz parte das técnicas classificadas como “minimamente invasivas”.

Este procedimento moderno reduz o risco de infecções em até 50% e permite uma recuperação mais rápida. Para sua realização, o médico usa anestesia local ou raquidiana e faz uma incisão no joelho. Então, através dessa incisão, faz a inserção de um artroscópio.

Este instrumento cirúrgico, que tem aproximadamente o tamanho de um lápis, permite conhecer a extensão da lesão através de uma pequena câmera. Após fazer o reconhecimento, o profissional passa a usar outros elementos cirúrgicos para remover ou reparar a área danificada do menisco.

Quais são os objetivos da reabilitação do joelho?

Considerando que o joelho é uma estrutura complexa e delicada, é essencial considerar um processo completo de reabilitação após a operação do menisco. Deixar de realizar essa recuperação deixa a articulação suscetível a novos ferimentos.

Em geral, os objetivos do processo de reabilitação do joelho são:

  • Estimula o fluxo sanguíneo da área para acelerar o processo de recuperação.
  • Alivia a rigidez articular que ocorre como efeito colateral da imobilização.
  • Previne a atrofia e o enfraquecimento dos músculos afetados pela inatividade.

Quando começar a reabilitação do joelho?

A reabilitação do joelho após a operação do menisco deve começar assim que possível. De fato, assim que a intervenção termina, é essencial aplicar alguns exercícios e cuidados que são decisivos para a recuperação. Os exercícios com o joelho devem começar 24 horas após o procedimento.

Plano de reabilitação do joelho após a operação do menisco

Após ser submetido a uma intervenção de natureza traumatológica, como é o caso da artroscopia, é essencial ter acesso a um plano de reabilitação da articulação. Esse tratamento complementar deve ser realizado de forma progressiva, de acordo com as características e evolução de cada paciente.

Da mesma forma, esses aspectos têm muito a ver com o tempo necessário para a reabilitação do menisco. Assim, embora possa durar de 3 a 5 semanas quando é o menisco interno, também pode ser estendido por 7 semanas se for o menisco externo.

Cuidados após a cirurgia

As primeiras medidas para a reabilitação do joelho começam a ser aplicadas logo após a operação. É uma série de cuidados e hábitos que permitem reduzir a inflamação antes de tentar recuperar a mobilidade da articulação. Estes incluem:

  • Mantenha o joelho elevado
  • Coloque gelo na área afetada
  • Use medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios para aliviar a dor
  • Use muletas para evitar suportar todo o peso na perna operada

Exercícios de reabilitação

Mulher fazendo exercício de reabilitação

Grande parte da reabilitação do joelho ocorre com os exercícios que são realizados sob a supervisão de um fisioterapeuta. Essas atividades visam curar o joelho e ajudar a retomar as atividades que foram interrompidas pela lesão.

Quando se trata de seguir este tratamento, é importante levar em consideração vários aspectos:

  • O programa de exercícios deve ser acompanhado por outras medidas terapêuticas e preventivas.
  • As atividades escolhidas terão que se adaptar ao tipo de lesão e intervenção realizada.
  • O treino deve passar por uma série de fases nas quais não é possível avançar sem antes atender a uma série de objetivos. Cada uma dessas fases terá que ser projetada de acordo com a idade, condição física e possíveis doenças do paciente.
  • Levará muitas semanas até que o paciente possa fazer exercícios de alta intensidade. Nas primeiras 6 semanas, ele não será capaz de engatinhar, agachar ou se ajoelhar.

Como já dissemos, o período de reabilitação varia em cada paciente. Deve-se considerar que nem todos respondem igualmente aos exercícios e terapias estabelecidos. No entanto, o que é certo é que a recuperação é muito mais rápida quando se trata de um processo artroscópico e não de uma cirurgia convencional.

Pode interessar a você...
Como fazer 5 remédios relaxantes para aliviar a dor nos joelhos
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Como fazer 5 remédios relaxantes para aliviar a dor nos joelhos

Você sofreu alguma lesão? Fez um esforço físico indevido? Se apresentar esse problema, experimente estes remédios para aliviar a dor nos joelhos.



  • Barber, F. A. (1994). Accelerated rehabilitation for meniscus repairs. Arthroscopy: The Journal of Arthroscopic & Related Surgery, 10(2), 206-210.
  • Barber, F. A., & Click, S. D. (1997). Meniscus repair rehabilitation with concurrent anterior cruciate reconstruction. Arthroscopy: The Journal of Arthroscopic & Related Surgery, 13(4), 433-437.
  • Shelbourne, K. D., Patel, D. V., Adsit, W. S., & Porter, D. A. (1996). Rehabilitation after meniscal repair. Clinics in sports medicine, 15(3), 595-612.