5 dicas para superar uma lesão no joelho

· 16 de janeiro de 2019
Para superar uma lesão no joelho, ou não piorar o quadro, além de todas as dicas sugeridas, é essencial manter um peso saudável para não sobrecarregar as articulações. 

A lesão no joelho é uma das condições mais frequentes em alguns esportes e não apenas em atletas de elite. Infelizmente, entorses nos ligamentos são muito comuns ou, no pior dos casos, rupturas do menisco. Conheça estas dicas para prevenir e superar uma lesão no joelho.

Neste artigo compartilhamos as dicas mais eficazes para recuperar a mobilidade dos joelhos com algumas técnicas naturais e bons hábitos.

Uma reabilitação otimista

Uma reabilitação otimista de uma lesão no joelho

Quando sofremos uma lesão no joelho, também temos que desacelerar o nosso ritmo diário e parar de fazer muitas coisas importantes. Essa situação, se estendida, pode levar a um estágio de desânimo e até depressão. Será que permanecerei lesionado para o resto da vida? Nesse sentido é muito importante manter uma atitude positiva.

A coragem diante da adversidade, a atitude vitalista e o espírito de luta são fatores que nos ajudarão muito na reabilitação. O combate mental contra pensamentos negativos é longo, já que uma recuperação completa pode durar até 6 meses, dependendo da lesão. Especialmente se precisarmos de cirurgia nos ligamentos ou no menisco.

Qualquer estímulo que nos ajude a evitar cair no desânimo é uma boa opção. Devemos confiar na família, no casal ou nos amigos. É essencial ter um objetivo e cumprir os objetivos de reabilitação com esforço.

Dicas para o tratamento de uma lesão no joelho

Se tivermos uma inflamação ou um movimento que nos cause desconforto ou dor, devemos tratá-la o mais rápido possível. Muitas lesões poderiam ser evitadas se prestássemos atenção aos sinais que o corpo nos envia.

1. Aplicar calor

Dicas para o tratamento de uma lesão no joelho: não deixe passar muito tempo

Os joelhos sofrem muito com as mudanças de temperatura quando há frio e, pelo contrário, a dor e a inflamação podem ser bastante atenuadas pela aplicação direta de calor. Por exemplo, com massagens, bolsas de água, carpetes elétricos, moxas, etc.

Embora seja verdade que, quando a lesão acaba de ocorrer, seja usado o frio nela, para evitar inflamação e dor do momento, em momentos posteriores podemos prosseguir com a aplicação do calor diariamente. Vamos notar uma grande melhora, e iremos acelerar a recuperação.

Descubra: Batido de aveia, abacaxi e canela para fortalecer os ligamentos e tendões do joelho

2. Cuidado ao flexionar

Quanto mais peso carregamos, mais tensão os meniscos e ligamentos têm de suportar. De fato, uma de suas funções é amortecer as cargas geradas entre a tíbia e o fêmur ao dobrarmos os joelhos.

Por isso é necessário prestar atenção à nossa posição ao se curvar e levantar objetos pesados. Em vez de inclinar o peito para a frente e manter as pernas esticadas, devemos manter a coluna ereta para nos abaixar e levantar.

3. A importância do calçado

Outro ponto fraco que piora a saúde dos nossos joelhos é o uso de calçados ruins. Se tivermos fraqueza ou desconforto nos joelhos, devemos escolher o calçado mais adequado para usarmos.

Sapatos com salto alto ou sola muito inclinada para a frente proporcionam uma pisada que não é natural. Desta forma, não apenas os joelhos sofrem, mas também as costas. Calçados planos e rígidos também não são recomendados.

4. A atadura neuromuscular

Anos atrás havia apenas um tipo de recurso para imobilizar o joelho em estágios de reabilitação. No entanto, hoje em dia também temos a bandagem neuromuscular ou Kine Tape. Este tipo de bandagem ajuda a prevenir lesões no joelho de uma forma diferente.

Com este curativo de cores marcantes características, o movimento é parcialmente limitado e a mobilidade é respeitada, enquanto uma micro massagem é realizada. Além disso, oferece uma sensação de segurança e suporte.

Antes de sair, leia: Controle a inflamação e alivie a dor nos joelhos com esta receita medicinal que contém apenas 2 ingredientes!

5. Escolher o esporte adequado

Algumas atividades esportivas não são recomendadas se quisermos prevenir ou tratar as lesões no joelho. Devemos evitar punir o menisco com esportes de impacto, nos quais são realizados saltos, ou aqueles que giram os joelhos continuamente.

No entanto, muitas vezes a lesão no joelho pode estar relacionada a um desvio da coluna nos níveis lombar ou pélvico. Por esta razão devemos também fortalecer os músculos abdominais e alongá-los toda a semana.

É muito importante seguir as indicações de uma equipe médica especializada, pois esse tipo de lesão pode se tornar crônica. Uma lesão no joelho mal curada, sem dúvida, pioraria nossa qualidade de vida e limitaria nossa mobilidade.