5 dicas para superar uma lesão no joelho

Para superar uma lesão no joelho ou, em qualquer caso, para não piorá-la, é fundamental manter um peso saudável. Conheça outras dicas para que este processo ofereça melhores resultados.
5 dicas para superar uma lesão no joelho

Última atualização: 18 Maio, 2021

A lesão no joelho é uma das condições mais frequentes em alguns esportes e não apenas em atletas de elite. Infelizmente, entorses nos ligamentos são muito comuns ou, no pior dos casos, rupturas do menisco. Diante desses problemas, é vital planejar uma boa recuperação. Como enfrentar esse processo?

Como em muitas outras áreas da vida, os bons hábitos são muito influentes no processo de recuperação de uma lesão no joelho. Assim, com algumas ações do dia a dia, é possível melhorar significativamente os resultados. Nós compartilharemos algumas dicas para isso abaixo.

Uma reabilitação otimista

Dicas para o tratamento de uma lesão no joelho: não deixe passar muito tempo

Quando sofremos uma lesão no joelho, também temos que desacelerar o nosso ritmo diário e parar de fazer muitas coisas importantes. Essa situação, se estendida, pode levar a um estágio de desânimo e até depressão.

Nesse sentido, é muito importante manter uma atitude positiva. Segundo estudo publicado pela Revista de Neurologia, a catastrofização das lesões — ou seja, o exagero da dor ou o medo antecipado dela— pode levar ao abuso de analgésicos e a um maior impacto na qualidade de vida.

Pelo contrário, a coragem perante as adversidades, a atitude vital e o espírito de luta são fatores que muito nos ajudarão na reabilitação. A batalha mental contra os pensamentos negativos é longa, já que uma recuperação completa pode durar até seis meses, principalmente se houver cirurgia nos ligamentos ou menisco.

Qualquer incentivo que nos ajude a não desanimar é uma boa opção. Devemos contar com a família, parceiro(a) ou amigos. Da mesma forma, é essencial ter uma meta e atingir os objetivos da reabilitação com esforço.

Dicas para o tratamento de uma lesão no joelho

Antes de nos aprofundarmos nas questões a seguir, é importante esclarecer que, se ocorrer inflamação ou se um movimento causar desconforto ou dor, ele deve ser tratado com um médico o mais rápido possível. Muitas lesões poderiam ser evitadas prestando atenção aos sinais que o corpo nos envia. 

Dito isso, podemos agora listar algumas recomendações que o ajudarão no processo de reabilitação, bem como no retorno ao esporte após uma lesão.

1. Aplicar calor

Dicas para o tratamento de uma lesão no joelho

Os joelhos sofrem muito com as mudanças de temperatura quando há frio e, pelo contrário, a dor e a inflamação podem ser bastante atenuadas pela aplicação direta de calor. Por exemplo, com massagens, bolsas de água, carpetes elétricos, moxas, etc.

Embora seja verdade que, quando a lesão acaba de ocorrer, seja usado o frio nela, para evitar inflamação e dor do momento, em momentos posteriores podemos prosseguir com a aplicação do calor diariamente. Segundo estudo publicado pela Postgraduate Medicine , o calor melhora a circulação sanguínea, promove a elasticidade do tecido e reduz a sensação de dor.

2. Cuidado ao flexionar

Quanto mais peso carregamos, mais tensão os meniscos e ligamentos devem suportar. De acordo com uma publicação da Harvard Health Publishing, isso também inclui o peso corporal, que tem um grande impacto nas lesões nos joelhos.

Uma das funções dos meniscos e ligamentos é amortecer as cargas que são geradas entre a tíbia e o fêmur ao flexionar os joelhos. Portanto, é necessário estar atento à postura ao se abaixar e ao levantar objetos pesados.

A técnica correta é a seguinte: em vez de inclinar o peito para a frente e manter as pernas retas, mantenha a coluna reta e dobre os joelhos para subir e descer.

3. A importância do calçado

A importância do calçado

Outro dos pontos fracos que pioram a saúde dos joelhos é o uso de calçados inadequados. Se sentir fraqueza ou desconforto nos joelhos, você deve escolher o calçado mais adequado para si.

Conforme detalhado em um estudo publicado pela Human Movement Science, sapatos com salto alto ou sola muito inclinada para a frente fornecem uma pegada pouco natural. Assim, não só os joelhos sofrem, mas também as costas.

Por outro lado, o que seria o outro lado dos saltos, ou seja, os chamados calçados “minimalistas”, com uma sola quase plana e muita flexibilidade, também não é recomendado. Embora tenha se tornado popular entre os corredores, um estudo publicado pelo British Journal of Sports Medicine indica que pode aumentar o risco de lesões.

4. A bandagem neuromuscular

Até poucos anos atrás, existia apenas um tipo de curativo para imobilizar o joelho nas fases de reabilitação. No entanto, atualmente a bandagem neuromuscular também é usadaDe acordo com uma pesquisa publicada pelo Journal of Physical Therapy Scienceesses tipos de bandagens ajudam a prevenir lesões no joelho de uma maneira diferente.

Com esta bandagem, que muitas vezes vem em cores brilhantes, os movimentos são parcialmente limitados, mas a mobilidade é respeitada. Além disso, oferece uma sensação de segurança e suporte.

De acordo com uma tese da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade FASTA, o kinesio taping ajuda a restaurar o fluxo sanguíneo na área lesada, favorece a evacuação linfática e alivia a dor e a inflamação.

5. Escolher o esporte adequado

Escolher o esporte adequado
A supervisão é preferível ao executar esta técnica.

Algumas atividades esportivas não são recomendadas se quisermos prevenir ou tratar as lesões no joelho. Por exemplo, é preferível evitar punir os meniscos com esportes de impacto, nos quais são realizados saltos ou os joelhos girados continuamente.

Por outro lado, muitas vezes a lesão no joelho pode estar relacionada a um desvio da coluna vertebral a  nível lombar ou pélvico. É o caso da osteoartrose, de acordo com um estudo publicado pelo Nagoya Journal of Medical Science. Por isso, também é necessário fortalecer os músculos abdominais e se alongar regularmente.

Em suma, é muito importante o acompanhamento de uma equipe médica especializada, pois esses tipos de doenças podem se tornar crônicas. Uma lesão mal cicatrizada no joelho sem dúvida pioraria a qualidade de vida da pessoa e limitaria sua mobilidade, além de comprometer seriamente a prática esportiva.

Pode interessar a você...
Rotina de alongamentos de 8 minutos para aliviar a dor nas costas
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Rotina de alongamentos de 8 minutos para aliviar a dor nas costas

Você sabia que com uma rotina de alongamentos que te toma apenas 8 minutos é possível aliviar a dor nas costas? Confira para saber mais.