Queda de cabelo na gravidez. Confira as soluções!

· 26 de novembro de 2018
Caso você estiver grávida e seu cabelo estiver caindo muito, visite um dermatologista. Durante a gravidez, o cabelo entra em uma fase de crescimento na qual não é comum que os fios se desprendam do couro cabeludo.

Algumas mulheres sofrem com queda de cabelo durante a gravidez. No entanto, esta condição não é muito comum, já que a queda de cabelo costuma ocorrer meses após o parto.

A alta concentração de hormônios durante este ciclo faz com que a queda de cabelo durante a gravidez seja menos provável. Quando a gestação termina os hormônios voltam ao seu estado inicial, por isso, o ciclo capilar volta a se desenvolver com naturalidade.

O ciclo do cabelo

Qualquer cabeleira depende de um mini órgão chamado de folículo pilossebáceo, o qual se transforma e se regenera em um ciclo denominado: ciclo do folículo piloso.

Este ciclo envolve, por outro lado, 3 etapas de crescimento folicular: anágena, telógena e catágena.

Ainda, tais etapas são controladas por diversos fatores de crescimento, hormonais e inibidores.

Substâncias que influenciam no ciclo do folículo piloso

Tanto substâncias internas quanto externas influenciam no complexo ciclo de crescimento, regressão e degeneração do folículo pilo-sebáceo.

No caso das substâncias endógenas, encontram-se os androgênios, estrogênios, hormônios e os fatores de crescimento, prolactina, tiroxina, etc.

Por outro lado, existem substâncias que afetam o ciclo externamente; porém, o corpo as adquire por meio de fármacos.

Entre esses, encontram-se os esteroides anabolizantes, a ciclosporina, retinoides, glicocorticoides, entre outros.

O cabelo em situações normais

Calcula-se que, dos 100.000 a 150.000 fios do couro cabeludo, 85% estão em fase de crescimento (anágena); entre 13-14% estão em fase de queda (telógena) e entre 1-2% estão em fase de repouso (catágena).

Agora, diariamente se desprendem cerca de 100 fios. De fato, a taxa de queda aumenta no final do verão e no início do outono; provavelmente pelos efeitos da radiação e da temperatura.

No entanto, ainda que a queda do cabelo seja normal, é bom se preocupar quando a perda é excessiva; já que é possível que exista algum problema.

Por que ocorre a queda de cabelo durante a gravidez?

Mulher com queda de cabelo

De fato, existem diferentes razões para a queda de cabelo durante a gravidez. Uma delas é conhecida como eflúvio telógeno.

Este tipo de alopécia é a mais frequente entre a população, distingue-se pelo desprendimento do cabelo em grandes quantidades somente com o ato de lavar ou pentear os fios. 

Entre as causas do eflúvio telógeno figuram a gravidez, doenças com elevação da temperatura corporal (febre); dietas e estresse severo,assim como alguns fármacos.

Assim que, caso seu cabelo esteja caindo durante a gravidez, pode ser um caso de eflúvio telógeno ou algumas das outras causas anteriores.

Pode te interessar: Qual dieta é adequada para a gravidez?

Se o cabelo cair durante a gravidez

Durante a gestação, os fios estão mais fortes e cuidados, e isso faz com que cresçam mais rápido. Tudo isso graças à produção de queratina, ao aumento de estrogênios e progesterona.

Por isso, é pouco provável que ocorre a queda de cabelo durante a gravidez.

De fato, é mais frequente que, depois do parto, o cabelo comece a desprender-se em grandes quantidades durante alguns meses.

Isso tem origem nas mudanças hormonais que ocorrem depois desta etapa.

A saber, a gravidez produz grandes mudanças no organismo da mulher. Uma vez que o bebê nasce, produz-se uma reacomodação a nível físico, emocional e químico.

Agora, se você sofrer com queda de cabelo durante a gravidez, é preciso visitar um especialista; posto que possa estar sendo causada por cargas fortes de estresse, excesso de vitamina A, pílulas contraceptivas, problemas hormonais, entre outras causas, que somente um profissional pode identificar.

Como combater a queda de cabelo durante a gravidez

Alimentar-se adequadamente evita a queda de cabelo durante a gravidez

Uma dieta saudável fornece os nutrientes necessários para manter o cabelo saudável e forte. Para isso, é necessário incluir na dieta alimentos que contenham vitaminas do complexo B; como o frango, o peixe e os cereais integrais.

As vitaminas A e C também são essenciais, assim como a biotina e minerais como o zinco. Mas lembre-se, a gravidez é um período delicado, assim que, as mudanças realizadas, incluindo a dieta, devem ser supervisadas por especialistas.

Conheça os Medicamentos permitidos para usar durante a gravidez

Por outro lado, sugere-se evitar penteados como os rabos-de-cavalo ou tranças apertadas; uso de secador, chapinha ou utensílios que possam repercutir na queda do cabelo.

É importante não escovar o cabelo quando está molhado; será melhor desembaraçá-lo com pentes largos.

Ainda, é possível usar shampoos que contenham biotina e sílica. Também pode-se aplicar condicionador para desembaraçar facilmente o cabelo e evitar os puxões.

Esperamos que estas informações e conselhos sejam de ajuda. Ter um cabelo forte e saudável está diretamente relacionado com a saúde corporal.

Assim que a melhor maneira de ter um cabelo espetacular é cuidar da saúde.

Herskovitz, I., & Tosti, A. (2013). Feminino Pattern Queda de cabelo. International Journal of Endocrinology and Metabolism.