Quão importante é a data de validade dos alimentos?

De acordo com a data indicada nos alimentos, se ela for preferencial ou de vencimento, poderemos ou não consumi-los. Ainda, a temperatura de conservação também é determinante.

Às vezes não damos a importância que devemos às datas de vencimento dos alimentos, mas o certo é que esse é um dado muito importante.

Te contamos tudo o que você precisa saber sobre ela e se é seguro ou não, e em que casos, consumir alimentos que podem ter passado desta data.

Para que serve a data de vencimento?

A data de vencimento se encarrega de medir a vida útil de um alimento. Ou seja, é uma cifra que indica o tempo que transcorre desde seu preparo até sua deterioração.

Também faz referência a uma série de fatores, como a temperatura, a luz ou o oxigênio, já que estes podem fazer com que a data em si mude.

Um alimento pode sofrer vários tipos de agressões e todas elas devem ser controladas por meio de técnicas de conservação, como pode ser a refrigeração ou o congelamento.

Desta forma conseguiremos que o alimento possa se manter em bom estado durante um período maior.

A data de consumo preferente é importante, principalmente nos alimentos mais perecíveis. Estes têm um risco maior de contaminação para a saúde humana. É o caso dos lácteos ou a carne.

Ainda que muita gente desconheça, o certo é que por lei há alimentos que são isentos de indicar a data de validade ou de consumo preferente.

Dentre eles estão o vinho e as bebidas alcoólicas de mais de 10% vol. É que, ainda que seja certo que a passagem do tempo pode deteriorar o produto, isso não supõe um risco para a saúde.

Veja também: 7 sinais de problemas na tireoide que negligenciamos

Modos de indicar a data de validade nos alimentos

A data de vencimento não é indicada do mesmo modo em todos os alimentos. É que segundo a própria vida útil do produto, se observam diferentes maneiras.

  • Aqueles alimentos que não podem ser conservados por mais de três meses devem indicar na embalagem: “consumo preferencialmente antes de” ou “data de vencimento”. Junto a isso deve seguir o dia e o mês.
  • No caso dos alimentos que podem ser conservados mais de três meses deve indicar o mês e o ano sob a fórmula mencionada anteriormente.
  • No caso daqueles produtos que podem ser conservados durante mais de 18 meses há de se indicar o ano correspondente.

O que acontece com os alimentos com o passar do tempo?

Se você está se perguntando porque pode ser tão importante prestar atenção a esta data que pode servir de referência, você precisa ter claro uma série de pontos.

É que, sem ir mais longe, a qualidade do produto diminui à medida em que vai se esgotando sua vida útil.

Isso se traduz em uma série de sinais visíveis nos alimentos, tais como:

  • Variação da temperatura;
  • Transferência física de substâncias ao alimento como oxigênio, aromas ou odores;
  • Determinadas mudanças químicas ou bioquímicas;
  • Mudanças produzidas se expostos ao sol;

Se você quer conhecer melhor o tempo de vida útil de um alimento, terá que ver se começou a aparecer estes fatores que citamos acima nos produtos. Definitivamente, observe se seu estado de conservação está sendo deteriorado.

Cuide da temperatura dos produtos

Se há algo que devemos ter em conta com respeito à conservação é a temperatura dos produtos.

É que, se eles são submetidos a um aumento ou a oscilações de temperatura bruscas, pode ser que surjam problemas com a nossa segurança alimentar.

Você deve ter em conta que os maiores fatores de contaminação em alimentos ocorrem por exceder o tempo e por questões de temperatura.

Quanto mais tempo e maior a temperatura, mais contaminação.

  • Entre 5ºC e 60ºC os microrganismos podem crescer rapidamente sem muitos problemas. Se isso acontece, em questão de horas um alimento pode ficar contaminado.

Outro dos assuntos que é preciso cuidar especialmente é o processo de descongelamento dos alimentos. Do contrário podemos acabar submetendo a contaminação bacteriana aos produtos se não realizamos o processo adequadamente.

Para evitá-lo bastará ter uma conservação correta dos alimentos:

  • Preservar à temperatura na qual se encontram, que é adequada para assegurar a não proliferação de microrganismos patógenos.
  • O limite máximo seguro para os alimentos oscila entre os 2 ºC e os 6 ºC.
Recomendados para você