Qual é a temperatura normal do nosso corpo?

· 4 de fevereiro de 2018
A temperatura pode ser afetada por inúmeros fatores externos, como o estresse ou uma dieta pobre, bem como por nossa idade, e até mesmo pelo nosso estado de espírito

A temperatura corporal é um tópico extremamente delicado para tratar, uma vez que existem muitos aspectos que podem modificá-la e alterá-la.

Nas medições de temperatura, dentro do que é considerado uma faixa normal, podem influenciar diferentes fatores como:

  • Estresse
  • Alimentação
  • Idade
  • Gênero
  • Se é dia ou noite

Nós sempre nos preocupamos com uma febre muito alta. No entanto, ter uma temperatura muito baixa é tão perigoso e prejudicial quanto ter de 40° C de febre.

É extremamente importante conhecer o nível ideal para o nosso corpo, para evitar riscos ou diagnósticos negativos.

Há milhares de maneiras de tomar a temperatura e muitas não são efetivas, por isso é essencial que você tenha em conta todos esses fatores para chegar ao diagnóstico preciso.

Se você fez ou faz confusão sobre quando você tem febre ou quando está com muito frio, hoje diremos qual é a temperatura normal para o corpo humano.

Temperatura normal do nosso corpo

Termómetro para registrar a temperatura normal do nosso corpo

Como mencionamos anteriormente, cada temperatura é muito diferente, dependendo da pessoa. No entanto, reconhece-se que a média normal ou mais comum está entre 36,6 °C e 37 °C entre a população adulta.

No caso de bebês, existe um intervalo normal de 34,7 °C e 37,7 °C, o que pode variar de acordo com a forma como é tomada, sobre que parte do corpo, e a que horas do dia.

Considera-se que um bebê sofre febre quando excede os 38 °C e atinge os 39 °C; nesse caso, o mais aconselhável é chamar o pediatra imediatamente.

Com crianças, acontece algo muito semelhante aos adultos: a temperatura normal varia de 36 ° C a 37 ° C, dependendo de como foi tomada.

Entre a aferição da axila e do reto, pode haver uma diferença de até 1 °C, por isso é muito importante ter em conta para não ficar alarmado.

Leia também: 11 benefícios incríveis que obtemos ao tomar banho de água fria

Temperatura baixa

Ter uma temperatura baixa depende principalmente de fatores externos. No entanto pode haver uma queda repentina, conhecida como hipotermia.

A hipotermia pode ser considerada quando os níveis ficam abaixo de 35 °C, portanto ter 36 °C não é sinônimo de alarme.

Febre

Mulher com febre

Quando a temperatura está acima de 37,5 °C é considerada como uma febre. No caso de utilizar um termômetro retal, esta figura pode ser superior a 37,7 °C ou até mesmo a 38 °C.

Se a febre atingir mais de 39 °C, ou mesmo 40 °C, é essencial ir imediatamente ao médico.

A febre alta pode causar dano tecidual, delírio e, em casos mais extremos, um ataque cardíaco.

Quando medir a temperatura corporal?

O ambiente influencia diretamente nos graus que o termômetro marca, por isso recomendamos que você leve esses dados em consideração:

  • Entre as 6 da manhã e 6 da tarde pode haver um aumento de 0.5 °C da temperatura atual.
  • No inverno, aumenta um pouco mais do que no verão.
  • As mulheres tendem a ter níveis de temperatura muito maiores do que os homens.

Pode variar de 0,2 °C a 0,5 °C dependendo de quando elas estão dentro do seu ciclo menstrual.

  • Ter um dia estressante, uma dieta pobre, ou tomar a temperatura logo após uma birra pode aumentar seu nível em cerca de 0,5 °C.
  • O álcool é um fator bastante variável, já que pode aumentar ou diminuir a mesma. Isso dependerá da quantidade de álcool que você tenha bebido e do tempo decorrido desde a ingestão, até a medição da temperatura.
  • A atividade física ou o exercício podem levar a um aumento. Não é aconselhável medi-lo logo após ter se agitado ou realizado uma rotina de exercícios.

O que é melhor forma de medir a temperatura?

Termómetro que marca alta temperatura corporal

Existem quatro maneiras de tomá-la:

  • Axilar
  • Retal
  • Oral
  • Auricular

As mais comuns são a axilar e a oral. No entanto, a axilar é a menos confiável, uma vez que é a mais afetada por fatores ambientais e a que reflete menos a temperatura interna da pessoa.

Por sua vez, o método retal é dito ser o mais preciso, embora tenha sido demonstrado que esta zona muda muito em relação ao nível atual da pessoa, e que pode gerar resultados altos, mesmo quando está diminuindo.

A medição oral é uma das mais acessíveis e utilizadas pelas pessoas, pois permite tomar a temperatura das artérias linguais e, portanto, ter um resultado mais preciso.

Recomenda-se manter a boca fechada durante a medição, com a língua estendida, por cerca de 3 ou 4 minutos.