Qual é a cola que mantém as relações unidas?

· 17 de março de 2019
Um dos sinais que podem indicar como serão nossos relacionamentos são os relacionamentos que mantemos com os nossos pais, já que, muitas vezes, usamos eles como exemplo.

Primeiramente, em uma sociedade em que há cada vez mais divórcios e que as relações parecem não durar, nos perguntamos: qual é a cola que mantém as relações unidas?

Algumas relações parecem ter uma base tão sólida que nada é capaz de rompê-las. Hoje vamos descobrir o que há por trás desses relacionamentos e o que compõe a cola que os mantêm.

A cola que mantém as relações unidas

Hoje falaremos de três tipos de cola que mantêm as pessoas unidas e que estão presentes na maioria dos relacionamentos.

Não deixe de ler: Sinais de que seu relacionamento vai acabar

1. Crenças sobre o certo e o errado

A cola que mantém relações unidas é, muitas vezes, baseada em crenças sobre o que é certo e o que é errado. Em todas as sociedades, há um determinado padrão para os casais.

  • Em primeiro lugar, quando entramos em um relacionamento, elas existem como uma série de acordos que não são mencionados.
  • Além disso, alguns dos acordos incluem, por exemplo, a fidelidade. Não olhar para outras pessoas com segundas intenções ou flertar com elas…
  • Excetuando os casos das relações abertas, presume-se que todas as outras são monogâmicas.
Carinho mantém as relações unidas

Certamente, as crenças sobre o certo e o errado, assim como o receio de contrariá-las, têm um peso importante para os membros da relação e podem ser um motivo para que se mantenham unidos.

2. O investimento de tempo em um relacionamento

Outro tipo de cola que mantém as relações unidas é o investimento de tempo no relacionamento e que, passado uns anos, o casal se sente mal em estragar.

Isso ocorre muito em relacionamentos onde o casal tem uma relação de mais de cinco ou sete anos. Considera-se que há um tempo valioso dedicado à outra pessoa e que, por isso, o rompimento ou uma infidelidade estão fora de cogitação.

3. O modelo de relacionamento dos pais

O terceiro tipo de cola que mantém os relacionamentos unidos tem a ver com a primeira relação que temos de modelo: a dos nossos pais.

Sem dúvida, se o relacionamento dos pais é sólido ou se baseia em qualquer um dos elementos anteriores, é muito possível que os relacionamentos dos filhos se assemelhem a esse modelo.

Confira também: 6 melhores séries para entender a vida de casal

Praticar atividades em casal é importante para manter as relações unidas

Da mesma forma, todas as crenças que permeiam as relações de exemplo de uma pessoa também vão gerar influência. Por exemplo, “um casal é para sempre”, “um parceiro precisa cuidar do outro”, “quanto mais tempo, mais amor”…

O momento em que a cola deixa de funcionar

Nós falamos sobre a cola que mantém os relacionamentos juntos, mas o que acontece com aqueles em que a cola deixa de cumprir sua função? Quais erros estão sendo cometidos?

Alguns dos erros podem ser:

  • Em primeiro lugar, desejar outras pessoas. Não somos feitos para manter um relacionamento monogâmico, mas em vez de aceitá-lo, conversar a respeito ou terminar com o parceiro ou parceira, preferimos ser infiéis.
  • Além, disso, a falta de comunicação dos casais, não comunicar os desejos e anseios, não falar sobre a relação entre si. E, quando os casais fazem essas coisas, é de maneira superficial.
  • Ademais, as crenças que afetam a relação do casal, por exemplo, “os homens não precisam ser amados” ou “todos os homens são iguais” e que podem evitar o desenvolvimento de uma relação sadia e livre de crenças negativas.

Sempre insistimos na importância da comunicação em um relacionamento. As suposições sempre levam a equívocos ou à infidelidade em vez da sinceridade.

O companheirismo é importante para manter as relações unidas

Lamentavelmente, na nossa sociedade, a infidelidade parece ser bastante “normalizada”. De fato, é um dos principais motivos, porém não o único, que causa o rompimento de relacionamentos.

Talvez as crenças sobre o certo e o errado sejam algo excitante para algumas pessoas. Talvez as pessoas tenham um padrão ruim de relacionamento proveniente dos pais e acabam reproduzindo-o por ser o único modelo que conhecem.

Então, quais as crenças que permeiam o seu relacionamento? Você segue o modelo dos seus pais ou faz exatamente o contrário?