Quais são os tratamentos para a dermatite atópica?

A dermatite atópica é uma condição comum na população. Além das medidas higiênicas necessárias, existem tratamentos para tratá-la que podem ser tópicos, com cremes, medicamentos ou fototerapia.
Quais são os tratamentos para a dermatite atópica?

Última atualização: 12 maio, 2022

Os tratamentos para a dermatite atópica visam diminuir os sintomas de coceira intensa e vermelhidão. Além disso, esta patologia apresenta placas vermelhas com vesículas, dobras cutâneas marcadas e escamas, de acordo com o estágio de evolução em que se encontra.

Manifesta-se com surtos que aparecem e se resolvem de forma intermitente ao longo da vida. Um artigo publicado nos Annals of Nutrition & Metabolism detalha que quase 20% da população pediátrica sofre com isso. Existem diferentes opções terapêuticas. Você sabe quais são? Descubra a seguir.

Tratamentos para dermatite atópica

A dermatite atópica não é curável e muitos pacientes apresentarão um curso crônico da doença. Consequentemente, o tratamento visa reduzir a duração e o grau da erupção, caso ocorra, além de minimizar o número de surtos.

Emolientes

O uso de emolientes no tratamento da dermatite atópica é parte fundamental dele. Eles devem ser aplicados várias vezes ao dia. Uma revisão no American Journal of Clinical Dermatology mostrou que seu uso sistemático reduz a necessidade de cremes com corticosteróides.

A principal razão para o uso intensivo de um emoliente é sua capacidade de aumentar a hidratação da epiderme, principalmente reduzindo a evaporação, pois atua como uma camada oclusiva na parte superior da pele.

Um creme ou pomada espesso e rico em óleos é recomendado para a pele mais seca. Por outro lado, cremes e loções com maior teor de água são usados apenas para eczema muito leve. É importante escolher produtos com ausência de perfumes e outros potenciais alérgenos, pois podem causar sensibilização alérgica secundária.

Cremes emolientes para dermatite atópica.
Os emolientes são uma opção válida para tratar a patologia.

Corticosteróides tópicos

Os corticosteroides tópicos são a base do tratamento da dermatite atópica moderada e grave. Tanto em crianças como em adultos, são uma opção válida. Eles são agrupados hierarquicamente em diferentes classes de acordo com suas capacidades vasoconstritoras, ou seja, seu poder de diminuir o calibre das artérias. As preparações podem ser leves, moderadas, fortes e muito fortes

Os cremes de corticosteróides são usados para tratar crises agudas de dermatite atópica, bem como para terapia de manutenção. Em outras palavras, eles agem para prevenir recaídas da doença quando o surto agudo está sob controle.

De acordo com o British Medical Journal, para tratar surtos agudos, recomenda-se uma aplicação diária do creme na menor potência considerada suficiente para eliminar o eczema em 1 a 2 semanas. O início das abordagens sempre respeita a progressão do menor para o maior.

Inibidores da calcineurina

Os cremes de pimecrolimus e tacrolimus são formulações mais recentes usadas para o tratamento de crises agudas, bem como para terapia de manutenção. De acordo com estudos no Journal of Dermatological Science, na dermatite atópica moderada a grave, o tacrolimus tópico é tão eficaz quanto os corticosteróides de potência moderada e mais eficaz do que os leves.

Os efeitos colaterais dos corticosteroides, como afinamento da pele, não são observados com os inibidores tópicos da calcineurina. Isso permite a aplicação diária por períodos mais longos.

Fototerapia como tratamento para dermatite atópica

O eczema generalizado se beneficia do tratamento com luz ultravioleta. A luz UVB de banda estreita é adequada para o tratamento de adultos com eczema recalcitrante.

A luz UVA de banda larga também pode ser usada e demonstra um perfil de eficácia e tolerabilidade semelhante ao da UVB de banda estreita, de acordo com publicações da Academia Espanhola de Dermatologia e Venereologia. Em doses médias, a fototerapia UVA tem um perfil de eficácia e tolerabilidade semelhante ao da UVB de banda estreita.

A dermatite atópica de difícil tratamento geralmente desaparece com fototerapia em 1 a 2 meses, se as sessões forem realizadas de três a cinco vezes por semana. É comum combiná-la com corticosteróides tópicos.

Sintomas de eczema nas mãos.
A coceira e a vermelhidão da doença aparecem em episódios agudos ao longo da vida.

Leia também: 15 doenças de pele comuns e como tratá-las

Imunossupressores sistêmicos

Devido ao risco de efeitos colaterais, o tratamento prolongado com corticosteroides orais não é recomendado. Em vez disso, Drugs observa em uma revisão que deve ser reduzido enquanto um segundo medicamento imunossupressor é introduzido para a dermatite atópica crônica recidivante muito grave.

Outros medicamentos

Os anti-histamínicos orais são recomendados para aliviar a coceira, mas não têm efeito sobre a atividade do eczema. Anti-histamínicos não sedativos devem ser usados, mas quando a coceira noturna interfere no sono, os outros são recomendados.

A diferença é a sonolência que aparece como efeito adverso em vários desses medicamentos. De qualquer forma, em pacientes com dificuldade em adormecer, eles podem ser úteis.

Tratamento da dermatite atópica: o que considerar?

O tratamento da dermatite atópica requer uma abordagem individual e complexa. É fundamental gerenciar os fatores desencadeantes, bem como hábitos de higiene adequados.

Os tratamentos tópicos ou sistêmicos devem ser adaptados à gravidade e extensão da doença. Para isso, é fundamental fazer a consulta pertinente com o profissional de dermatologia.

Pode interessar a você...
Como tratar a dermatite atópica em crianças?
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Como tratar a dermatite atópica em crianças?

Os tratamentos para a dermatite atópica em crianças visam reduzir sintomas como irritação da pele e coceira. Saiba mais neste artigo.



  • El-Batawy MM, Bosseila MA, Mashaly HM, Hafez VS. Topical calcineurin inhibitors in atopic dermatitis: a systematic review and meta-analysis. J Dermatol Sci. 2009;54(2):76-87. doi:10.1016/j.jdermsci.2009.02.002
  • Williams HC. Established corticosteroid creams should be applied only once daily in patients with atopic eczema. BMJ. 2007;334(7606):1272. doi:10.1136/bmj.39195.636319.80
  • Ricci G, Dondi A, Patrizi A. Useful tools for the management of atopic dermatitis. Am J Clin Dermatol. 2009;10(5):287-300. doi:10.2165/11310760-000000000-00000
  • Ricci G, Dondi A, Patrizi A, Masi M. Systemic therapy of atopic dermatitis in children. Drugs. 2009;69(3):297-306. doi:10.2165/00003495-200969030-00005
  • Lodén M. Role of topical emollients and moisturizers in the treatment of dry skin barrier disorders. Am J Clin Dermatol. 2003;4(11):771-788. doi:10.2165/00128071-200304110-00005
  • Lipozencić J, Wolf R. Atopic dermatitis: an update and review of the literature. Dermatol Clin. 2007;25(4):605-x. doi:10.1016/j.det.2007.06.009
  • Bryan, Jenny. “Hydrocortisone—the revolutionary topical treatment for atopic eczema.” Evaluation 14.47 (2020): 19.