Protetores solares: descubra a diferença entre os fatores de proteção 15, 30 e 50

· 19 de outubro de 2018
As peles muito brancas são mais sensíveis aos raios UV do sol, por isso requerem o uso de um fator 50+. As peles mais escuras podem usar fatores menores.

Quando o verão chega e você decide comprar um protetor solar confiável, às vezes demora um pouco para escolher o seu preferido. No final, é provável que você acabe escolhendo a versão mais econômica ou aquela com o fator de proteção mais alto, porque você acredita que te protegerá mais. Mas você sabe exatamente o que é um fator de proteção solar e qual é a diferença entre cada número? Nós te contaremos agora!

Escolher um protetor solar não é tão simples quanto ir à loja e comprar o primeiro produto que você encontra. É algo que você deve levar a sério e verificar muito bem, porque cada protetor solar é projetado para responder a diferentes necessidades.

O que é um protetor solar?

O protetor ou bloqueador solar é um produto que diminui o risco de queimaduras causadas pela exposição ao sol. Este produto tem várias apresentações, como creme, óleo, gel e spray.

Cada protetor solar possui um fator de proteção que é um número que vai de 8 a 100. Os números mais comuns são 15, 30 e 50+.

Os protetores solares devem ser do FPS adequado à sua pele

Quais são os fatores de proteção solar e como eles se diferenciam?

Um SPF, assim chamado por sua sigla em inglês de “Sun Protection Factor”, é o tempo durante o qual o filtro solar irá manter sua pele protegida da queimadura de sol. Ou seja, é o grau de proteção contra raios UVB.

O fator de proteção solar multiplica a capacidade de defesa natural da sua pele contra os raios do sol. Isso significa que você pode ficar mais tempo no sol antes do aparecimento do eritema ou vermelhidão que antecede à queimadura.

Se sua pele tende a ficar vermelha após 15 minutos exposta ao sol sem proteção e você decide usar um protetor com SPF 15, o tempo será multiplicado pelo número do fator. Ou seja, 15 minutos vezes 15 resultará em uma proteção estimada de 225 minutos (3 horas e 45 minutos).

Escolher o melhor SPF para você depende de muitos fatores, dentre eles:

  • Fototipo: a reação da sua pele ao sol. De acordo com a escala de Fitzpatrick, existem 6 fototipos de pele, que variam da pele branca até a pele muito escura. Quanto mais clara a sua pele for, maior será o SPF que precisará para protegê-la. Se, por outro lado, sua pele é escura, você tem maior proteção natural contra o sol, então você não precisa de um SPF tão alto.
  • Tipo de pele de acordo com suas características físico-químicas: cada pele é diferente. Nem todos os protetores solares e SPF são benéficos para todos os tipos de pele. Se o seu rosto for acneico, recomenda-se aplicar um filtro solar com um SPF acima de 30. Se a sua pele for normal, você pode usar um SPF 15.

Leia: Descubra qual é o melhor esfoliante facial segundo o seu tipo de pele

  • Lugares que frequenta e roupas que veste: leve em conta o grau de exposição solar que você terá ao ir a um lugar. Se você for à praia e estiver exposto ao sol por muito tempo, use um SPF 50+. Se você estiver em uma cidade nebulosa ou em uma floresta, um SPF 15 será suficiente se você usar roupas que cubram suas extremidades e um chapéu que cubra seu rosto.

Os melhores protetores solares são aqueles com mais de 30 SPF?

Os protetores soares deben cobrir o corpo inteiro

A resposta é não. Como os números indicam logicamente, quanto maior for o número, maior a proteção, mas isso é relativo. O importante é saber como aplicar corretamente o produto. Não pense que, por ter um SPF mais alto, bastará com aplicar o produto minutos antes de sair de casa.

Escolher qual é o SPF adequado para você deve responder às características da sua pele, bem como a apresentação do produto que você deve usar. Use um protetor solar em creme para seu rosto com um SPF 30 e um spray para o corpo com um SPF 15 se você não estiver tão exposto ao sol do pescoço para baixo.

A verdade é que, mesmo se você escolher um SPF 15 ou 50 + não haverá muita diferença se não usar corretamente e se o protetor não for de amplo espectro. Isso significa que os filtros solares devem formar uma barreira não apenas contra os raios UVB, mas também contra os raios UVA.

Veja também: Quais são os sinais de alerta de câncer de pele e como agir?

Quais são os protetores solares de amplo espectro?

Os protetores solares de amplo espectro são os mais recomendados para cuidar da sua pele. Na verdade, não há um produto que atue como uma barreira protetora total contra a radiação solar. Todos protegem em menor ou maior grau, mas nunca totalmente. No entanto, se o seu protetor for de amplo espectro, sua pele ficará mais protegida.

Há muitos protetores solares que apenas protegem você contra os raios UVB. E quanto aos raios UVA? Com um protetor regular, mesmo se você estiver protegido contra queimaduras, o rei sol ainda irá danificar as camadas internas da sua pele.

Os raios UVA têm passagem livre para a sua derme e são os causadores do envelhecimento. Além disso, eles aumentam o risco de sofrer de câncer de pele. Por essa razão, se você estiver na praia ou piscina por um tempo prolongado, o ideal é que seu protetor solar tenha SPF 50 + e seja de amplo espectro.

Todos os protetores solares podem mantê-lo a salvo de queimaduras. Mas da próxima vez que você escolher um, leve em consideração os dados descritos acima. Isto vai ajudar você a escolher o melhor SPF para seu caso em particular e garantir melhores cuidados enquanto você desfruta das melhores férias.