Propriedades medicinais do manjericão

15 de novembro de 2019
O manjericão é uma planta que ajuda a realçar os sabores dos alimentos, além de proporcionar um aroma delicioso. Agora, você sabe quais são as suas propriedades?

O manjericão é uma erva aromática originária do Irã, Índia, Paquistão e outras regiões tropicais da Ásia. A planta é cultivada há milênios nesses locais.

O manjericão é muito popular na cozinha, onde é usado para dar sabor a diferentes pratos. De fato, é possível consumi-lo fresco ou seco para temperar saladas, sopas de legumes ou molhos para acompanhar pratos de massas.

Devido à sua composição, considera-se que poderia contribuir para a saúde. Portanto, no campo da medicina alternativa, tem sido utilizado de diferentes maneiras.

Propriedades do manjericão

Características do manjericão

O nome científico do manjericão é Ocium Basilicum Varo Crispum. É uma erva anual ou bianual segundo as condições do ambiente. Além disso, têm folhas rugosas, finamente dentadas e ovaladas; seu caule é ereto e ramificado e a planta pode medir até 50 cm. Na parte superior apresenta flores brancas, mas também podem ser roxas.

O manjericão é conhecido mundialmente desde os tempos antigos, tanto como agente medicinal quanto como veneno. Na África, nas lendas urbanas, comentava-se que a planta era capaz de proteger as pessoas de escorpiões e, na Índia, várias propriedades curativas foram atribuídas a uma de suas espécies, por ser considerada um símbolo divino.

Além das crenças populares e atribuições que lhe foram feitas a partir de mitos e lendas, fica claro que esta é uma das plantas mais estudadas pelos especialistas.

Leia também: Aromaterapia: em que consiste?

Propriedades

  • Digestiva: na esfera popular, considera-se que o manjericão pode ajudar a aliviar o peso do estômago, o empachamento e pequenos desconfortos relacionados, como os gases
  • Anti-inflamatório: considera-se também que pode contribuir para o alívio no caso de dor de cabeça e enxaqueca.

Além disso, considera-se que pode ajudar a obter alívio em caso de infecções respiratórias e tosse irritativa. No entanto, a nível científico, foi determinado que são alguns compostos desta planta que podem fornecer alívio como tal, não a planta inteira. Portanto, esses compostos foram extraídos e utilizados em fórmulas para a preparação de diferentes medicamentos.

As propriedades do manjericão podem beneficiar a saúde?

Acredita-se que, devido ao seu conteúdo antioxidante, o manjericão possa ajudar a manter uma boa saúde geral.

Não está comprovado que o consumo de manjericão possa contribuir significativamente para o bem-estar. Também não há evidências de que ele faça uma contribuição específica à saúde, ou dados indicando que eles devem ser consumidos regularmente ou em grandes quantidades.

Em relação aos benefícios que pode trazer para a saúde da pele, sistema imunológico, melhora cognitiva, etc., seriam necessárias mais pesquisas nesse sentido.

No entanto, há evidências de que o uso de seu óleo essencial pode ser perigoso e é melhor evitá-lo, pois contém estragol, uma substância potencialmente cancerígena.

O consumo de manjericão (em doses elevadas) é contraindicado durante a gravidez e lactação, bem como em crianças menores de 2 anos.

Estragol, um componente que deve ser usado com cuidado

O óleo essencial de manjericão é rico em estragol e provou ser capaz de se desenvolver como genotóxico natural em camundongos e ratos. No entanto, posteriormente foi demonstrado que altas doses de estragol podem se tornar tóxicas, especialmente em crianças, idosos e pacientes com determinadas doenças.

De fato, em 2001, o Comitê Científico da União Europeia emitiu um parecer que recomenda reduzir a exposição e restringir o uso de estragol. Não foi possível estabelecer um limite seguro para a exposição a essa toxina de ação lenta.

Atualmente, devido à sua potente fragrância, o estragol é frequentemente usado em perfumaria e em alguns produtos cosméticos, incluindo sabões aromáticos. O seu uso como remédio natural geralmente não é recomendado. Não há evidências científicas sólidas para apoiar o seu uso nesse sentido.

Por outro lado, na indústria alimentar, pode ser útil quando se trata de aromatizar certos alimentos, por isso ainda é usado na cozinha.

O cultivo de manjericão

O manjericão também é caracterizado pela sua versatilidade. Em geral, não requer espaço excessivo para cultivá-lo. O manjericão, bem cuidado, pode crescer abundantemente em vasos ou no próprio solo, se você tiver uma horta.

A estação mais recomendada para plantar é durante o verão. O motivo é que ele se desenvolve em locais com muito sol e clima quente, pois geralmente não suporta bem o frio. Quando se trata de cultivar manjericão, é recomendável plantar as sementes diretamente no solo fertilizado naturalmente.

Um dos segredos para manter a sua plantação de manjericão saudável é a adubação e cortar as flores para impedir que parem de crescer. Ao colher o manjericão, apanhe as folhas quando maduras durante toda a temporada.

  • Pushpangadan, P., & George, V. (2012). Basil. In Handbook of Herbs and Spices: Second Edition. https://doi.org/10.1533/9780857095671.55
  • Comité científico de la Unión Europea, https://ec.europa.eu/food/sites/food/files/safety/docs/sci-com_scf_out104_en.pdf
  • Scielo, http://scielo.sld.cu/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75152000000300006