Propriedades medicinais do manjericão

· 3 de agosto de 2013
Uma espécie muito popular na cozinha, famoso por seu aroma e sabor inconfundíveis, o manjericão pode ser usado para enfrentar a diversas doenças.

O manjericão é famoso por seu aroma e sabor inconfundíveis, mas o que muitos não sabem é que esta magnífica planta “aromática” conta com centenas de propriedades favoráveis a nossa saúde. É uma espécie muito popular na cozinha e que se costuma utilizar na medicina alternativa para enfrentar várias doenças.

Características

O nome científico do manjericão é Ocium Basilicum Varo Crispum e ocorre anual ou bianualmente segundo as condições do ambiente. Além disso, têm folhas rugosas, finamente dentadas e ovaladas, seu caule é ereto e ramificado e a planta pode medir até 50 cm. Na parte superior apresenta flores brancas ou mais menos comumente roxas.

Popularmente leva outros nomes como, por exemplo: Alfavaca, Alfavaca-cheirosa, Alfavaca-de-jardim, Alfavaca-doce, Alfavaca-d’américa, Basilicão, Basílico, Erva-real, Manjericão-branco, Manjericão-de-folha-larga, Manjericão-de-molho, Manjericão-doce, Manjericão-grande.

Além disso, é conhecido e utilizado por diversas culturas a séculos, para diversos fins, sejam místicos, religiosos, medicinais ou culinários, isso porque possui características peculiares das quais falaremos um pouco melhor agora.

Leia também: Manjericão: conheça suas incríveis propriedades medicinais

Propriedades

As propriedades medicinais dessa planta geralmente não são bem difundidas, entretanto são muitas e vale a pena destacar algumas delas:

  • Combate o cansaço, depressão, enxaqueca e insônia
  • É antiespasmódico (suprime a contração do tecido muscular liso, especialmente em órgãos tubulares), digestivo, diurético e carminativo (eficaz no controle de gases)
  • Combate à falta de apetite, parasitas intestinais e dispepsias nervosas
  • Pode aumentar a secreção de leite em mulheres grávidas
  • Diminuir estados febris
  • Excelente para melhorar irritações cutâneas
  • Eficaz na cura de laringite e faringite
  • Desinflama aftas e mamilos doloridos
  • Combate à acne
  • Tem propriedades analgésicas, antissépticas e cicatrizantes
  • Além do mais, lhe atribuem características afrodisíacas
  • Ativa o sistema imunológico
  • Trabalha contra inflamações ósseo articulares

Como utilizá-lo

Para que possamos desfrutar das propriedades dessa maravilhosa planta é possível utilizá-la de diferentes formas: infusões, pomadas, cozimentos, cataplasmas (práticas médicas homeopáticas), tinturas, loções, xaropes, bálsamos, em pó, sabões, cremes, seco ou fresco (uso externo), ou como condimento em saladas, comida vegetariana, sopas, carnes, macarronadas, molhos e ensopados (uso interno).

Além disso, pode-se consumi-lo com azeite de oliva ou alho picado para todos os alimentos.

Conheça: 5 pomadas caseiras para aliviar as dores

O cultivo de manjericão

Uma vantagem para essa planta é que não necessita de muito espaço para ter alguns ramos. O manjericão cresce abundantemente em vasos ou com plantio em solo se você dispõe de uma horta ou jardim, é importante que a planta receba sol sempre (6 – 8 horas de luz por dia), por isso é mais suscetível a crescimento no verão, apesar de poder-se colher folhas de manjericão durante todo o período que o tenha em cultivo. É importante mantê-lo “abrigado” de temperaturas mais baixas durante o inverno.

Se te interessa cultivar essa planta, todo o processo é bem simples, basta semeá-la diretamente em solo naturalmente fertilizado. Um dos segredos pra manter a planta saudável é sempre cortar as flores para prevenir que as mesmas o deixem crescer.

Sem dúvidas essa planta aromática possui propriedades maravilhosas e você pode começar a empregá-la não apenas na culinária, mas também na prevenção e combate a doenças mais comuns dentre as quais expusemos aqui. Em resumo, que faça bom proveito!