3 remédios com probióticos para melhorar a digestão

10 Setembro, 2020
Muita vezes os problemas digestivos são derivados de um desequilíbrio na microbiota intestinal. Por isso, alguns remédios com probióticos podem nos ajudar a melhorar a saúde digestiva.

Nossa dieta diária deve incluir alimentos que promovam uma microbiota intestinal saudável. Nesse sentido, existem remédios com probióticos, ou seja, ricos em microrganismos vivos, que podem ajudar a melhorar a digestão e a saúde como um todo.

São alimentos que requerem diferentes processos de fermentação. Por isso, mostramos como fazê-los passo a passo a seguir.

O que são os probióticos?

Os alimentos probióticos são aqueles formados por microrganismos vivos que, ao serem consumidos, permanecem ativos em nosso intestino, favorecendo a microbiota. Assim, são essenciais para uma boa digestão e para a saúde geral.

Se você quer consumir remédios com probióticos, deve recorrer aos alimentos fermentados. A melhor opção é fazê-los em casa, já que algumas versões industrializadas passam por processos como a pasteurização, o que faz com que os probióticos sejam eliminados dos alimentos.

Aqui estão alguns dos remédios probióticos mais populares e benéficos. Existem versões para todos os gostos: à base de laticínios, frutas e vegetais. Confira!

Não deixe de ler: Como preparar kimchi: o fermentado mais saudável

Remédios com probióticos para melhorar a digestão

1. Kefir

Kefir
O kefir é uma bebida que utiliza microrganismos lácticos para fermentar.

O iogurte, um alimento muito popular em todo o mundo, contém probióticos de forma natural porque é produzido por um processo de fermentação. No entanto, quando pasteurizado, perde as bactérias benéficas.

Por isso, se não podemos optar pelo iogurte natural, podemos recorrer ao kefir. Este leite é fabricado em casa graças a um coalho bacteriano que se alimenta da lactose do leite. Só precisamos adicionar um pouco desses nódulos de kefir que, com o tempo, crescerão na bebida.

Ingredientes

  • 1 xícara de leite fresco (250 ml)
  • 2 colheres de sopa de nódulos de kefir (20 g)

Elaboração

  • Para começar, coloque o leite quente junto com o kefir em um recipiente de vidro. Deve haver um espaço livre de pelo menos dois dedos, e também podemos cobrir o recipiente com um pano para que possa respirar.
  • Em seguida, deixe fermentar à temperatura ambiente durante cerca de 24 horas. Quanto mais tempo, mais ácido e grosso ele vai ficar.
  • Após esse tempo, coe a bebida e repita o processo com os nódulos novamente. Você pode adoçar com mel ou açúcar mascavo. 

Leia também: Três alimentos fermentados que não podem faltar na sua dieta

2. Bebida de casca de abacaxi

Bebida fermentada de abacaxi
Fermentando a casca de abacaxi com um adoçante, obteremos um probiótico natural com efeitos interessantes para a nossa saúde.

Se você gosta de abacaxi, deve saber que também pode tirar proveito da sua casca para obter um dos mais deliciosos remédios probióticos. Você pode colocá-la para fermentar com açúcar e obter uma bebida refrescante muito saudável. 

Em alguns países, existem receitas com esta fruta para elaborar bebidas alcoólicas e outras variantes. Abaixo, propomos uma versão para a qual vamos usar principalmente a casca, que é muito rica em enzimas.

Ingredientes

  • 1 abacaxi grande ou 2 médios
  • 1 xícara de açúcar (200 g)
  • 4 xícaras de água (1 l)

Elaboração

  • Primeiro, lave bem o abacaxi e descasque-o.
  • Em seguida, coloque a casca em um recipiente de vidro junto com o açúcar e a água.
  • Feche bem o frasco, embora seja necessário abri-lo duas vezes por dia.
  • Depois, deixe fermentar por um período de 4 a 7 dias. A partir do quarto dia, você pode começar a experimentar. Se ainda estiver doce, deixe fermentar mais, se quiser.
  • Por fim, coe a bebida e, se desejar, adoce para beber.
  • Recomenda-se bebê-la fria ou gelada. 

3. Chucrute: um clássico dos probióticos para melhorar a digestão

Probióticos para melhorar a digestão
O chucrute provou ser um alimento probiótico saudável.

Finalmente, você não pode perder um dos alimentos fermentados mais famosos da Europa Central: o chucrute ou repolho fermentado. Com essa técnica, as pessoas garantem o consumo de vegetais durante todo o ano quando não há outra maneira de preservá-los.

Ingredientes

  • 1 repolho grande e muito fresco
  • 1 colher de sopa de sal (15 g) para cada quilo de repolho

Elaboração

  • Para começar, lave o repolho e remova as folhas que não estiverem em boas condições. 
  • Em seguida, corte tudo em tiras muito finas.
  • Depois disso, em um recipiente de vidro grande o suficiente, introduza gradualmente o repolho e o sal em camadas. Vá apertando e compactando tudo dentro do frasco para que o repolho solte o seu suco e para que não fiquem espaços de ar.
  • Deve haver um pouco de espaço livre no frasco, e o suco do repolho deve cobrir a mistura. Isso deve ser verificado com o passar dos dias, para compactar ainda mais o repolho, se necessário.
  • O chucrute estará pronto em um mês ou dois, e tanto o repolho quanto o suco serão ricos em probióticos. 

Você se anima a experimentar esses remédios probióticos? Seu sabor é intenso e delicioso, e seu consumo diário vai ajudá-lo a manter a microbiota em perfeitas condições, uma garantia de boa saúde.

  • Butel, M.-J. (2014). Probiotics, gut microbiota and health. Medecine et Maladies Infectieuses. https://doi.org/10.1016/j.medmal.2013.10.002
  • Tuohy, K. M., Probert, H. M., Smejkal, C. W., & Gibson, G. R. (2003). Using probiotics and prebiotics to improve gut health. Drug Discovery Today.
  • Leite, A. M. de O., Miguel, M. A. L., Peixoto, R. S., Rosado, A. S., Silva, J. T., & Paschoalin, V. M. F. (2013). Microbiological, technological and therapeutic properties of kefir: A natural probiotic beverage. Brazilian Journal of Microbiology. https://doi.org/10.1590/S1517-83822013000200001
  • Taussig, S. J., & Batkin, S. (1988). Bromelain, the enzyme complex of pineapple (Ananas comosus) and its clinical application. An update. Journal of Ethnopharmacology. https://doi.org/10.1016/0378-8741(88)90127-4
  • Beganović, J., Kos, B., Leboš Pavunc, A., Uroić, K., Jokić, M., & Šušković, J. (2014). Traditionally produced sauerkraut as source of autochthonous functional starter cultures. Microbiological Research. https://doi.org/10.1016/j.micres.2013.09.015
  • ISRN Nutr. 2013; 2013: 481651. Published online 2013 Jan 2. Health Benefits of Probiotics: A Review. doi: 10.5402/2013/481651
  • Critical Reviews in Food Science and Nutrition. Volume 51, 2011 – Issue 3. Review: Functional Properties of Kefir. https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/10408390903579029
  • Braz. arch. biol. technol. vol.56 no.6 Curitiba Nov./Dec. 2013. Isolation and purification of bromelain from waste peel of pineapple for therapeutic application. https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-89132013000600012&lang=en
  • Glob Adv Health Med. 2014 Nov; 3(6): 12–18. Published online 2014 Nov 1. Regular Consumption of Sauerkraut and Its Effect on Human Health: A Bibliometric Analysis. doi: 10.7453/gahmj.2014.038