Artrite reumatoide: confira os melhores tratamentos naturais!

10 Dezembro, 2019
Embora seja sempre recomendável consultar um especialista sobre as opções mais adequadas para o nosso caso, esses remédios naturais podem ser de grande ajuda para combater os sintomas da artrite reumatoide.
 

A artrite reumatoide é uma doença inflamatória que pode afetar várias articulações do corpo. É uma doença autoimune em que o nosso sistema imunológico, que normalmente funciona para nos proteger das infecções, ataca erroneamente o revestimento das articulações.

A gravidade e a duração podem variar muito de pessoa para pessoa. Os surtos de artrite reumatoide geralmente envolvem dor nas articulações, inchaço e rigidez, além de fadiga geral.

Esses sintomas podem dificultar as atividades do cotidiano e podem variar de intensidade. Além disso, as causas desta doença são geralmente fatores externos, como estresse, infecções ou simplesmente falta de descanso.

Recomendamos que você experimente estes remédios caseiros e naturais como complemento do tratamento médico.

Preparações medicinais para acalmar a artrite reumatoide

Estas são algumas preparações médicas que você pode fazer em casa para acalmar a artrite reumatoide:

1. Cúrcuma

Os ingredientes ativos da cúrcuma podem ter propriedades anti-inflamatórias. No que diz respeito a isso, demonstrou-se que a cúrcuma ajuda a melhorar a circulação.

 

Além disso, um estudo publicado em 2016 confirma que o extrato de cúrcuma parece reduzir os sintomas da artrite. Embora mais pesquisas sejam necessárias, tente incluir esta especiaria como um ingrediente em suas bebidas e receitas.

Recomendamos ler também: Comer peixe gera menos dor pela artrite reumatoide?

2. Chá de urtiga

Um excelente remédio natural para a artrite reumatoide é tomar chá de urtiga.

Esta planta possui propriedades diuréticas e anti-inflamatórias que ajudam a eliminar as impurezas do sangue e aumentam a imunidade, melhorando a dor e a inflamação que acompanham a artrite.

O consumo regular do chá de urtiga contribui para a excreção de ácido úrico, por isso este chá também é indicado como um remédio caseiro para a gota e artrite gotosa.

No entanto, é importante não o tomar junto com outros diuréticos ou medicamentos para baixar a pressão arterial.

3. Gengibre

O gengibre é recomendado já há bastante tempo para as pessoas com inflamação crônica e dor. Você pode adicioná-lo às refeições ou tomar suplementos que contenham gengibre.

Por outro lado, o óleo essencial de gengibre pode conter outros compostos que aliviam os sintomas da artrite reumatoide.

Um estudo realizado em 2016 indica que, graças ao uso de seu óleo essencial, é possível reduzir a inflamação crônica das articulações.

“A boa saúde não é algo que podemos comprar. No entanto, pode ser uma conta de poupança extremamente valiosa “

-Anne Wilson Schaef-

4. Suco de laranja, alho e salsa

 

A combinação dos ingredientes deste suco natural resulta em uma bebida anti-inflamatória e antioxidante que alivia os sintomas negativos da artrite.

Contém vitaminas do grupo B e C e minerais (cálcio e potássio), essenciais para fortalecer as articulações.

Ingredientes

  • 2 dentes de alho
  • 5 raminhos de salsa
  • O suco de 5 laranjas

Modo de preparo

  • Descasque e pique os dentes de alho para facilitar a mistura.
  • Adicione o alho picado junto com a salsa e o suco de laranja no copo do liquidificador e bata durante 3 minutos.
  • Beba imediatamente.

Confira: A melhor dieta para pacientes com artrite

5. Óleo de prímula

Pérolas de prímula para aliviar a artrite reumatoidea

O óleo de prímula é rico em ácido gama-linolênico, um tipo de ácido graxo ômega 6. Quando consumido, o corpo o transforma em um poderoso anti-inflamatório.

Pode ajudar a reduzir alguns sintomas da artrite tais como a sensibilidade, dor nas articulações e rigidez. O óleo de prímula também contém beta-amirina, outro composto anti-inflamatório.

Na verdade, a Fundação Arthitis (Arthitis Foundation) recomenda que as pessoas com artrite consumam entre 540 mg e 2,8 gramas de óleo de prímula diariamente, divididos em várias doses, por pelo menos 6 meses.

 

É importante notar que o óleo de prímula deve ser tomado com cautela e com moderação para evitar danos ao fígado. A planta contém compostos potencialmente perigosos chamados alcaloide de Pirrolizidina.

6. Manjericão

O manjericão contém uma ampla variedade de compostos potencialmente terapêuticos. O óleo essencial contém cineol, que tem efeitos anti-inflamatórios.

Além disso, também contém linalol, um composto que combate a inflamação. Na verdade, o óleo essencial de manjericão é muito eficaz na redução do inchaço das articulações.

Por fim, lembre-se de consultar um especialista ou clínico geral ao perceber os primeiros sintomas.

É importante tratar esta doença o quanto antes para melhorar os resultados a longo prazo e a qualidade de vida de quem convive com ela.

 
  • Goeldner, I., Skare, T. L., & Reason, I. T. M. (2011). Artrite reumatoide : uma visão atual. J Bras Patol Med Lab. https://doi.org/10.1590/S1676-24442011000500002
  • Laurindo, I. M. M., Ximenes, A. C., Lima, F. A. C., Pinheiro, G. R. C., Batistella, L. R., Bertolo, M. B., … Radominski, S. C. (2004). Artrite reumatóide: Diagnóstico e Tratamento. Revista Brasileira de Reumatologia. https://doi.org/10.1590/S0482-50042004000600007
  • James W. Daily, Mini Yang y Sunmin Park. Revista de alimentos medicinales. Ago. 2016.717. 729.http://doi.org/10.1089/jmf.2016.3705
  • Funk, JL, Frye, JB, Oyarzo, JN, Chen, J., Zhang, H. y Timmermann, BN (2016). Efectos antiinflamatorios de los aceites esenciales de jengibre (Zingiber officinale Roscoe) en la artritis reumatoide experimental. PharmaNutrition, 4 (3), 123–131. https://doi.org/10.1016/j.phanu.2016.02.004
  • Chrubasik, JE, Roufogalis, BD, Wagner, H. y Chrubasik, SA (2007). Una revisión exhaustiva sobre el efecto de la ortiga y los perfiles de eficacia, Parte I: Herba urticae. Fitomedicina, 14 (6), 423–435. https://doi.org/10.1016/j.phymed.2007.03.004
  • Johnson, TA, Sohn, J., Inman, WD, Bjeldanes, LF y Rayburn, K. (2013). Los extractos lipofílicos de ortiga poseen una potente actividad antiinflamatoria, no son citotóxicos y pueden ser superiores a las tinturas tradicionales para el tratamiento de trastornos inflamatorios. Fitomedicina, 20 (2), 143–147. https://doi.org/10.1016/j.phymed.2012.09.016
  • Troncoso, Luzmila, & Guija, Emilio. (2007). Efecto antioxidante y hepatoprotector del Petroselinum sativum (perejil) en ratas, con intoxicación hepática inducida por paracetamol. Anales de la Facultad de Medicina68(4), 333-343. Recuperado en 09 de mayo de 2020, de http://www.scielo.org.pe/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1025-55832007000400008&lng=es&tlng=es.
  • Marzocchella, L., Fantini, M., Benvenuto, M., Masuelli, L., Tresoldi, I., Modesti, A. y Bei, R. (2011). Flavonoides en la dieta: mecanismos moleculares de acción como agentes antiinflamatorios. Patentes recientes sobre el descubrimiento de fármacos para la inflamación y la alergia, 5 (3), 200–220. https://doi.org/10.2174/187221311797264937
  • La dieta definitiva para la Artritis. Arthritis Foundation. https://www.arthritis.org/health-wellness/healthy-living/nutrition/anti-inflammatory/the-ultimate-arthritis-diet
  • El-Sayed, RM, Moustafa, YM y El-Azab, MF El aceite de onagra y el celecoxib inhibieron la angiogénesis patológica, la inflamación y el estrés oxidativo en la artritis inducida por adyuvantes: nuevo papel de la angiopoyetina-1. Inflammopharmacol 22, 305-317 (2014). https://doi.org/10.1007/s10787-014-0200-5
  • Szymanowska, U., Złotek, U., Karaś, M. y Baraniak, B. (2015). Actividad antiinflamatoria y antioxidante de antocianinas de hojas de albahaca púrpura inducidas por inductores abióticos seleccionados. Food Chemistry, 172, 71–77. https://doi.org/10.1016/j.foodchem.2014.09.043