Picada de mosquitos em crianças: remédios caseiros

2 de dezembro de 2019
As picadas de mosquitos são incômodas. Sozinhas não deveriam gerar maiores complicações. Mas, quando as crianças não param de se coçar, podem inflamar. Estes remédios caseiros ajudarão a aliviá-las.

Os mosquitos ou pernilongos são sem dúvida insetos muito incômodos. As populações de mosquitos costumam despertar em épocas de calor e chuvas, o que aterroriza adultos e crianças. Contudo, é possível ajudar nossas crianças quando são picadas por estes insetos com os 6 remédios caseiros para a picada de mosquitos que mostraremos a seguir.

Ainda que sozinha a picada de mosquito não traga maiores consequências, quando se trata de crianças existe um ingrediente adicional. Nesse sentido, elas costumam se coçar com insistência, assim que não acatarão facilmente a recomendação de não o fazer.

Além disso, entre as unhas costuma se encontrar poeira e bactérias, as quais podem infectar a picada. Com isso, aumenta-se a inflamação e a coceira, e é então que podem se complicar. Antes que isso ocorra, é possível aplicar algumas medidas caseiras para aliviá-las e ajudar nossos pequenos.

Os melhores remédios caseiros para a picada de mosquitos

Por que algumas pessoas são mais atraentes para os mosquitos?

Mas quando o verão chega e queremos desfrutar dos passeios ao ar livre, não queremos que os mosquitos nos roubem a tranquilidade. Ainda menos que possam transmitir algumas das doenças das quais possam ser vetores. O ideal seria que não nos picassem. Por isso, usar repelentes naturais é a primeira medida preventiva.

Contudo, a não ser que esteja totalmente coberto, sempre há a chance de ser picado. Então, quando o sangue de nossos filhos tenha passado a ser parte da dieta destes insetos, existem remédios caseiros para picadas de mosquitos muito efetivos para aliviar a coceira e a inflamação.

1. Mel de bórax

Mel

O mel de bórax é utilizado frequentemente nas infecções bucofaríngeas. Contudo, por suas propriedades antissépticas pode ser utilizado com muita eficácia sobre as picadas de mosquitos que tenham inchado. Como tem a textura espessa e pegajosa do mel, ajudará as crianças a pararem de se coçar.

Geralmente, este composto é obtido nas farmácias que preparam remédios naturais ou fórmulas magistrais. A fórmula básica de 100 gramas de mel de bórax contém 1 grama de borato de sódio ou sal de boro e 79 gramas de mel de abelhas.

2. Frio e calor

O frio e o calor colocados sobre a picada podem reduzir a inflamação. Dessa maneira, este é um remédio caseiro para picada de mosquitos muito fácil de aplicar, só é preciso tomar cuidado. Por que dissemos isso? Porque as temperaturas extremas podem machucar a pele, principalmente de crianças e bebês.

Dessa forma, com cautela, esquente uma colher com água quente e coloque outra colher no congelador. Quando já estiver quente, teste primeiro para checar se a temperatura é suportável, que não queime a pele.

Coloque a colher quente sobre a picada por alguns poucos minutos. Em seguida, coloque a colher fria. Também é possível colocar um pouco de gelo sobre a picada. A ação conjunta do frio e do calor podem ajudar a aliviar a coceira.

3. Menta

A menta é uma erva aromática e medicinal conhecida por seu sabor refrescante e seus benefícios para a saúde. Ainda que os benefícios da menta sobre o sistema respiratório e o digestivo sejam amplamente utilizados, também oferece várias possibilidades para a saúde da pele.

Nesse sentido, o frescor da menta pode bloquear a coceira. Com a menta, pode-se preparar remédios caseiros para picadas de mosquitos devido as suas propriedades antissépticas e antibacterianas. Além disso, pode-se triturar as folhas frescas e colocá-las sobre a picada, ou também é possível usar o óleo essencial.

Talvez te interesse saber sobre: Propriedades medicinais da hortelã

4. Manjericão

O manjericão é delicioso e usado em uma infinidade de receitas. A cozinha italiana o adora! No entanto, também oferece benefícios para a pele e para a saúde em geral. Dentro das receitas caseiras para picadas de mosquitos, basta trituras algumas folhas frescas de manjericão. Em seguida, só colocá-las sobre as manchas inchadas nas crianças.

O manjericão é da família da menta e vem sendo usado pela medicina aiurvédica há milhares de anos. Como apresenta propriedades antissépticas pode ser utilizado em todo tipo de lesões cutâneas; por exemplo: úlceras, acne, cortes, feridas e, é claro, picadas de insetos. Ademais, pode-se utilizar o óleo essencial que é vendido nas lojas de produtos naturais e farmácias.

Chá de camomila

5. Camomila

A camomila é uma erva medicinal calmante excelente. Nos remédios caseiros para picadas de mosquitos não pode deixar de estar incluída. A camomila ajudará a aliviar a inflamação das picadas graças ao fato de ser rica nos flavonoides luteolina e quercetina.

Além disso, pode ser usada de forma tópica sobre a pele porque tem propriedades antissépticas, anti-inflamatórias, bem como refrescantes. Pode-se fazer compressas frias para colocar sobre as picadas. Ademais, pode-se utilizar para finalizar o banho da criança. Prepare uma quantidade suficiente que possa ser vertida sobre a área picada pelos mosquitos.

Conheça: Os benefícios da camomila

6. Óleo de neem

O neem ou nim é uma árvore tropical da qual é extraída um óleo, o qual é muito utilizado pela medicina da Índia e Myanmar (Birmânia). Além disso, este óleo é utilizado em diferentes problemas. É especialmente eficaz no tratamento de problemas de pele como fungos, furúnculos, eczema e infecções na pele.

O óleo de neem é um grande remédio caseiro para picadas de mosquitos. Ainda, é possível obtê-lo em lojas de produtos naturais. Também é possível ferver as folhas da árvore e criar uma infusão para usar na ferida após o banho.

Quando aplicar esta infusão em bebês ou crianças, assegure-se de que não a ingiram. As folhas de neem apresentam elementos tóxicos naturais, por isso, é indicado somente para uso tópico. Essa mesma água de neem é um excelente repelente de insetos, dessa maneira, pode ser usado também como antipulgas para as mascotes.

Finalmente, lembre-se de que nossos artigos são informativos. Caso tiver dúvidas e quiser experimentar algum dos remédios mencionados, consulte sempre um médico especialista para obter as indicações mais adequadas para o seu caso particular.

  • Ahumada, Martha Liliana, et al. “Comportamiento de picadura de Anopheles darlingi Root, 1926 (Diptera: Culicidae) y su asociación con la transmisión de malaria en Villavicencio (Colombia).” Biomédica 33.2 (2013).
  • Armstrong, Paige. “Travel-associated Zika virus disease cases among US residents—United States, January 2015–February 2016.” MMWR. Morbidity and mortality weekly report 65 (2016).
  • Curco, N., et al. “Asian tiger mosquito bites: perception of the affected population after Aedes albopictus became established in Spain.” Actas Dermo-Sifiliogràficas (English Edition) 99.9 (2008): 708-713.