Pessoas autodestrutivas: quando você se odeia

O maior problema que as pessoas autodestrutivas apresentam é o isolamento e a recusa em ajudar os outros, pois isso pode fazer com que seu comportamento as prejudique ainda mais.
Pessoas autodestrutivas: quando você se odeia

Última atualização: 23 Agosto, 2021

Algumas pessoas, em vez de ser felizes, buscam o contrário. Talvez estejam passando por momentos difíceis ou se alegrando com o seu próprio desconforto. Quando isso acontece, estamos lidando com pessoas autodestrutivas.

Todos os seres, humanos ou animais, têm uma capacidade de sobrevivência que pode ser maior ou menor. Isso permite que eles saiam de situações difíceis, complicadas e às vezes impossíveis.

O que acontece quando, em vez de sobreviver, queremos morrer? As pessoas autodestrutivas sabem disso muito bem, porque se machucam e vão contra o seu próprio bem-estar.

A personalidade autodestrutiva

Pauzinhos pegando uma nuvem

Dizemos que nos deparamos com uma personalidade destrutiva quando o indivíduo exibe tentativas de prejudicar a sua própria integridade.

Esse tipo de personalidade geralmente surge na idade adulta, quando a pessoa está plenamente ciente de tudo que acontece ao seu redor.

Em muitas ocasiões, esse tipo de personalidade é identificado com distúrbios psicológicos como, por exemplo, a bipolaridade, que pode levar a pessoa que a sofre à automutilação por não conseguir lidar com as suas emoções.

Raramente está associado a um fator biológico, embora alguns casos já tenham sido identificados.

Então… qualquer um pode desenvolver uma personalidade autodestrutiva? A verdade é que não. Nem todos nós estamos preparados para nos odiarmos o suficiente para nos prejudicarmos conscientemente. No entanto, às vezes as circunstâncias da vida nos oprimem e nos conduzem por esse caminho escuro.

É verdade que todos passamos por dificuldades, mas também é verdade que nem todas as pessoas as enfrentam da mesma forma. Por isso, a mesma situação pode ser algo superável para alguém, enquanto para outro pode ser o fim do mundo.

As pessoas autodestrutivas querem e precisam se machucar. Às vezes porque consideram que não são merecedoras de amor, outras porque querem “se punir” por um erro que cometeram.

Muitos são os motivos que podem levar alguém a querer se destruir, e até mesmo a acabar com a própria vida por meio do suicídio. Embora a situação possa ser dramática, ela tem uma solução.

Entenda as pessoas autodestrutivas

Se você não é uma pessoa autodestrutiva, é muito provável que não compreenda o comportamento dela. Em muitos casos, este é apenas um sinal da falta de autoestima que elas possuem.

Não se valorizar, não se amar ou ter pouca confiança em si mesmo pode fazer com que você acabe destruindo a pessoa que é.

Possivelmente, você tentou ser o que os outros queriam que você fosse, mas não conseguiu. Você sabe por quê? Porque essa pessoa, na verdade, não existe.

Em outros casos, as pessoas autodestrutivas começam a se envolver em comportamentos que vão contra o seu bem-estar como uma técnica para salvar suas vidas.

Sim, embora pareça estranho, às vezes elas precisam sofrer ao máximo, se espremer até não sobrar mais nada e, quando chegar a hora, ressurgir.

Mulher em mar agitado

Nunca espere que uma pessoa autodestrutiva peça ajuda. Ela está ciente do que está fazendo, conhece as consequências e possíveis desfechos.

Quando alguém não quer ajuda, oferecê-la para que ela a recuse é uma situação inútil. Você nunca vai conseguir ajudar alguém que não quer ser ajudado.

Claro, se há uma coisa certa é que as pessoas autodestrutivas são indivíduos realmente fortes, capazes de levar seus corpos ao limite.

Só eles enfrentam a situação pela qual estão passando. Eles engolem seu estresse, sua ansiedade, eles afogam a sua depressão.

Eles podem não usar os métodos corretos, podem não se comportar adequadamente. No entanto, é o que eles decidiram e ninguém além deles mesmos será capaz de fazê-los mudar de ideia.

Eu sou uma pessoa autodestrutiva

Se você quer saber se já foi uma pessoa autodestrutiva ou se alguém em seu ambiente já foi, aqui está um breve resumo dos hábitos ou costumes mais comuns nesse quadro, embora muitos deles possam ser esquecidos.

Pessoas autodestrutivas

  • Pessoas autodestrutivas têm pensamentos negativos recorrentes que as impedem de seguir em frente e de serem felizes. Sua vida é cheia de dramas e situações que acabam mal.
  • Eles são incapazes de lidar com os problemas que surgem em seu caminho. Por isso acabam se machucando, porque não sabem lidar com a dor, as emoções, as circunstâncias…
  • Eles sofrem de transtornos alimentares que podem variar de bulimia a anorexia ou transtorno da compulsão alimentar periódica. Tudo isso indica descontrole, ansiedade e uma possível depressão.
  • Devido à sua personalidade autodestrutiva, apresentam sérios problemas para se socializar, por isso acabam se isolando de todos, o que agrava a sua situação.
  • Às vezes, elas se machucam porque não conseguem lidar com sua dor emocional. Eles precisam se distrair e controlar essa dor com danos físicos.
  • Elas praticam comportamentos de risco, como fazer sexo sem proteção, usar drogas ou acabar consumindo grandes doses de álcool.

Existem muitos outros hábitos e comportamentos que as pessoas autodestrutivas apresentam, mas com esta pequena lista podemos ter uma ideia de como elas pensam e agem em relação aos seus problemas.

É verdade que, com a ajuda de um profissional, isso pode acabar, mas uma pessoa com personalidade autodestrutiva não procura ajuda.

Mais cedo ou mais tarde ela poderá sair desta situação, mas é preciso estar ciente das consequências que as suas decisões lhe trarão.

Pode interessar a você...
Transtorno narcisista da personalidade
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Transtorno narcisista da personalidade

O transtorno narcisista da personalidade consiste em um sentido exagerado de egocentrismo, afeição por si mesmo e escassa empatia para com os demai...