Quer perder peso? Não se esqueça de jantar

5 de fevereiro de 2019
Se quisermos perder peso, devemos adequar nosso menu da noite para que seja leve e saudável e ajude nosso organismo a continuar queimando gordura em vez de armazená-la.

Muitos são os mitos que giram em torno das dietas e de como perder peso. Um deles, sem dúvida, é o que diz que devemos pular o jantar para emagrecer.

Neste artigo, contaremos por que você não deve deixar de lado a última refeição do dia se quiser perder peso.

Jantar engorda ou ajuda a perder peso?

Algumas pessoas tomam a decisão de não jantar porque querem emagrecer. Sem dúvida, esse hábito gera o efeito contrário.

E a razão é muito simples:

Quando o organismo não recebe alimentos durante certa quantidade de tempo, “aciona” um estado de alerta (parecido a quando existe algum perigo), no qual não consome energia, já que a armazena para enfrentar a situação.

Portanto, em vez de queimar calorias, estaremos acumulando-as. Mas também não se trata de passar para o outro extremo e jantar uma refeição pesada. Em qualquer um dos casos, não será positivo para o corpo.

Talvez você conheça o ditado popular que diz: “Tome café como um rei, almoce como um nobre e jante como um plebeu”. Lembre-se dele no momento de organizar suas refeições!

de jantar

  • Pela manhã, precisamos comer mais para que o organismo conte com toda a energia e os nutrientes necessários para enfrentar a jornada.
  • Ao meio-dia, entretanto, nos faz falta um pouco de “combustível” para continuar.
  • No entanto, à noite o corpo precisa apenas do básico, já que em breve vamos nos deitar.

O equilíbrio: sempre!

Jantar de maneira moderada não é o mesmo que não comer nada. Por isso, recomendamos que você não elimine por completo a última refeição do dia.

Se você não jantar, talvez acorde durante a madrugada com tanto apetite e ansiedade que abrirá a geladeira para comer qualquer coisa que encontrar. Isso é conhecido como síndrome da fome noturna, ou, mais popularmente, como “assaltar a geladeira”.

Pelo contrário, se todas as noites (ou várias vezes por semana) jantarmos de maneira exagerada, com alimentos ricos em gorduras e carboidratos, é mais provável que engordemos ou que não percamos peso peso como desejamos.

Esses dois elementos se armazenam em nosso corpo e é difícil eliminá-los, sobretudo porque, à noite, dormimos e não fazemos exercícios.

Se você quer emagrecer, aconselhamos que não pule refeições e que, sobretudo, não deixe o jantar de lado.

Você pode optar por alimentos mais saudáveis, como um iogurte, uma salada, uma sopa ou porção de frutas.

O importante é limitar a ingestão de calorias, não ficar com fome e não se deitar com o estômago completamente vazio.

Leia também: Café da manhã e janta: 5 chaves efetivas para perder peso

O jantar nos ajuda a emagrecer

de jantar

Quando uma pessoa quer perder peso, mas não deseja fazer uma dieta muito restritiva, o segredo está, basicamente, em mudar o menu do jantar.

Atualmente, cometemos o erro de não tomar café da manhã, comer algo rápido ao meio-dia para poder continuar trabalhando e, à noite, aproveitar para degustar alimentos mais pesados, comer em restaurantes ou pedir comida pronta.

Mas como após o jantar só fazemos atividades que exigem um baixo consumo de calorias (assistir televisão, conversar, ler, dormir, etc.), essa refeição deve ser o mais leve possível.

Então, qual seria o jantar perfeito? Aquele que não nos deixe com a sensação de estarmos “cheios” e que não esteja repleto de carboidratos, gorduras e açúcar. O álcool também não deve estar incluído em um jantar ideal.

Portanto, deveríamos nos focar nas proteínas. Essas deveriam provir de alimentos pouco gordurosos. Por exemplo, peito de peru, merluza, salmão e vegetais folhosos verde-escuros.

Receitas para jantar e perder peso

Talvez esses conselhos de comer mais proteínas e menos carboidratos todas as noites possam parecer um pouco “abstratos”.

Ainda assim, como estamos tão acostumados às farinhas refinadas e gorduras, desconhecemos que existem milhares de receitas que atendem aos requisitos expostos e que podem fazer parte de um “jantar perfeito”.

Visite este artigo: Faz mal comer farinha refinada à noite?

Deixaremos alguns exemplos a seguir:

Frango com abacate e molho de tomate

de jantar

Essa é uma opção ideal para quem está começando a dieta e procura alimentos que saciem a ansiedade e o apetite.

Ingredientes

  • 1 peito de frango em cubos
  • ¼ xícara de queijo cortado em cubos (30 g)
  • 1 abacate
  • 1 xícara de espinafre (30 g)
  • 3 colheres de molho de tomate (45 g)
  • Sal (a gosto)

Modo de preparo

  • O frango já pode ser preparado com antecedência. Você pode fervê-lo ou até refogá-lo com um pouco de azeite de oliva.
  • Ferva por alguns minutos as folhas de espinafre para que fiquem mais macias.
  • Descasque o abacate e retire a polpa.
  • Num recipiente, misture o frango, o queijo, o abacate e o espinafre.
  • Adicione o molho de tomate e misture bem.

Salada de atum e vegetais

Uma receita mais fresca que serve para os jantares no verão e para saciar o apetite sem ter que passar horas na cozinha.

Ingredientes

  • 1 lata de atum ao natural
  • 1 cebola
  • 1 pimentão
  • 8 ou 10 azeitonas pretas
  • ½ lata de palmito
  • 1 bandeja de champignon (250 g)
  • 2 tomates
  • Azeite de oliva
  • Sal (a gosto)

Modo de preparo

  • Pique a cebola, o pimentão, os tomates e o palmito.
  • Fatie as azeitonas e o champignon.
  • Num recipiente, misture o atum com os demais ingredientes.
  • Tempere com um pouco de sal e azeite de oliva.
  • Ortinau, L. C., Hoertel, H. A., Douglas, S. M., & Leidy, H. J. (2014). Effects of high-protein vs. high- fat snacks on appetite control, satiety, and eating initiation in healthy women. Nutrition Journal. https://doi.org/10.1186/1475-2891-13-97
  • Rodrigues, P. R. M., Luiz, R. R., Monteiro, L. S., Ferreira, M. G., Gonçalves-Silva, R. M. V., & Pereira, R. A. (2017). Adolescents’ unhealthy eating habits are associated with meal skipping. Nutrition. https://doi.org/10.1016/j.nut.2017.03.011