Os rins podem ser limpos?

01 Janeiro, 2020
Não é necessário recorrer a nenhum remédio natural para "ajudar" os rins a desempenhar a sua função ou curar alguma doença. Na verdade, somente com bons hábitos de vida você pode desfrutar de boa saúde e bem-estar.

Muitos acreditam que é necessário “limpar” o organismo para que todas as suas células, órgãos, tecidos e sistemas funcionem adequadamente. Tudo isso apoiado na ideia de que as toxinas são encontradas em todos os lugares e que, de uma maneira ou de outra, entram no corpo e o danificam.

De acordo com essa mesma ideia, algumas toxinas entrariam no corpo através dos alimentos (através de alimentos e conservantes ou qualquer tipo de substância química), ar poluído, água, uso de determinados produtos e assim por diante.

Uma vez que uma grande quantidade de toxinas se acumula no corpo, ele começa a apresentar dificuldades em se manter saudável. Portanto, a pele ficaria sem brilho, apresentaria impurezas e a aparência geral não seria atraente. 

Além disso, pode haver uma propensão a resfriados e outros problemas de saúde. Nesses momentos, é necessário “purificar, limpar e depurar” o corpo das toxinas.

Limpando os rins com remédios naturais: uma ação não recomendada

Os métodos de purificação são muito diversos e nenhum tem base científica. Todos são baseados em conjecturas e ideias que não têm nenhum apoio acadêmico.

Longe de fornecer benefícios, os métodos de “limpeza” ou “depuração” podem, na verdade, promover desequilíbrios no corpo.

Por exemplo, indicar o consumo de uma infusão de ervas pode levar uma pessoa a considerar que quanto mais ela consumir essa bebida, mais saudável ela será, o que pode levá-la a sofrer de hiperidratação, de acordo com este estudo realizado pelo Brookwood Baptist Health y el Saint Vincent’s Ascension Health (Estados Unidos).

Por outro lado, a própria erva pode causar interações, principalmente se você estiver seguindo algum tipo de tratamento medicamentoso.

Batidas detox

De acordo com os planos de desintoxicação, você deve consumir bastante líquido por dia para limpar os rins e, portanto, manter o corpo “saudável”. Não apenas a água, mas também bebidas naturais (sucos, batidas, chás, infusões, etc.) que promovem a micção e, com ela, a expulsão das toxinas.

A água quente com limão, os chás de ervas e afins, não vão ajudar a “limpar” os rins ou a curar qualquer doença que eles possam ter.

Essas bebidas e preparações podem ajudar a manter uma boa hidratação e complementar uma dieta equilibrada? Sim. Mas para manter a saúde, sozinhas, ou prevenir doenças… há um longo caminho.

A importância da hidratação para a saúde renal

Saúde dos rins

Certamente, uma boa hidratação pode influenciar positivamente todos os sistemas do corpo, incluindo o sistema renal, é claro, como afirma este estudo do Hospital Universitário das Ilhas Canárias (Espanha).

Os rins são os órgãos responsáveis ​​por ajudar o corpo a se livrar das substâncias que não são necessárias, filtrando-as, dissolvendo-as e as expulsando através da urina. Além disso, elas ajudam a manter o equilíbrio de todo o organismo. Portanto, a água ajuda os rins a desempenhar suas funções corretamente. 

De acordo com o estudo da equipe clínica de transplante renal da Fundação Puigvert (Espanha), outra função dos rins é “fabricar substâncias que atuam como hormônios que estimulam a produção dos glóbulos vermelhos, regulam a pressão sanguínea e mineralizam o esqueleto”.

Agora, quando os rins não conseguem desempenhar corretamente a sua função, é necessário ir ao médico e seguir o tratamento indicado.

Um dos problemas renais mais comuns são as pedras renais. Segundo um estudo da Associação Americana de Nefrologia, o número de pessoas que sofrem com esse problema aumentou. Isso se deve em grande parte à vida agitada que as pessoas têm atualmente.

Se não for consumida água suficiente por dia ou se ela for substituída por bebidas pouco saudáveis, como águas aromatizadas, refrigerantes, sucos industriais e afins, é possível que a urina seja muito mais concentrada e se formem cristais ou cálculos urinários.

Assim, pouco a pouco, os cristais de urina se acumulam e eventualmente se tornam pedras ou cálculos renais. Uma vez presentes, causam incômodos e dores cada vez mais fortes quando vamos ao banheiro.

Portanto, o apropriado seria melhorar os hábitos de hidratação e seguir as orientações do médico. Não recorra a planos de “desintoxicação e purificação” de toxinas, muito menos para limpar os rins.

  • National Kidney and Urologic Diseases Information Clearinghouse. (2009). Los riñones y cómo funcionan. National Institute of Health. https://doi.org/10.1371/journal.pcbi.1004171
  • Escuela de Medicina. (1997). DIABETES MELLITUS : Definición y Etiopatogenia. Diabetes Mellitus:Definicion Y Etiopatogenia. https://doi.org/rn2008252 [pii]
  • kidneyurology. (2001). Los Riñones y su Funcionamiento. Fundación Norteamericana de Riñón y Urología. https://doi.org/10.1073/pnas.1610617114
  • Rydén, Lars Standl, E., Betteridge, J., de Boer, M.-J., Cosentino, F. F., Jönsson, B., Laakso, M., … Priori, S. (2007). Guías de práctica clínica sobre diabetes , prediabetes y enfermedades cardiovasculares : versión resumida. Revista Española de Cardiología. https://doi.org/10.1016/S0300-8932(07)75070-4
  • Hemstreet, G. P. (2012). Sistemas renal y urinario. Enciclopedia De Salud Y Seguridad En El Trabajo. https://doi.org/S0014-5793(00)01618-5 [pii]