Os cosméticos podem irritar a pele?

Os cosméticos podem irritar a pele e causar efeitos como vermelhidão e inflamação. Se isso acontecer com muita frequência, pode danificar a pele. Todos os cosméticos, incluindo os hipoalergênicos, podem causar efeitos colaterais.

Última atualização: 28 Janeiro, 2021

Os números indicam que, há apenas duas décadas, 15% das dermatites de contato eram causadas por cosméticos. Hoje, esse número dobrou. Isso significa que os cosméticos podem irritar a pele, e que a massificação do seu uso aumentou esse problema.

Estima-se que a indústria de cosméticos utilize cerca de 8.000 elementos na fabricação de seus produtos. Com esse volume, é claro que um ou mais desses componentes cosméticos podem irritar a pele, mas não é fácil detectar qual deles afeta cada pessoa em particular.

Os cosméticos podem irritar a pele ou causar uma reação alérgica. São dois processos diferentes. A irritação se manifesta como vermelhidão e inflamação, principalmente. Na reação alérgica, por outro lado, há coceira, vermelhidão, e pode haver formação de bolhas.

Os cosméticos podem irritar a pele?

Os compostos químicos contidos nos cosméticos podem causar irritação ou reações alérgicas.

É claro que os cosméticos podem irritar a pele. Vamos lembrar que a pele é o maior órgão do corpo e também é um caminho de penetração para muitos agentes químicos. Em termos técnicos, a reação adversa a qualquer elemento ou componente é chamada de dermatite de contato. Ela pode ser irritante ou alérgica.

Não há cosméticos 100% seguros. Todos os cosméticos podem irritar a pele em maior ou menor grau. Estes podem incluir sabonetes cotidianos e espumas de barbear masculinas, não apenas maquiagem.

Ninguém está isento de ter uma dermatite de contato pelo uso de cosméticos. Obviamente, pessoas com pele atópica são mais propensas a passar por isso, assim como aqueles com histórico de rinite ou conjuntivite alérgica.

Leia também: 5 componentes tóxicos dos cosméticos que podem fazer mal à pele

Componentes irritantes

De um modo geral, perfumes e conservantes são responsáveis pela maioria das irritações e alergias da pele. Em particular, foi estabelecido que os seguintes compostos cosméticos podem irritar a pele com mais frequência:

  • Amônia. Está presente principalmente em tinturas capilares e produtos usados para fazer permanente. Causa irritação ou reação alérgica.
  • Sulfato. É um componente de muitos xampus, na forma de sulfato de lauril de sódio e sulfato de laureto de sódio. É importante verificar o rótulo do xampu e ficar atento se sentir o couro cabeludo seco ou coçando depois de usar o produto.
  • Corantes de sombras para os olhos. Seu efeito se manifesta como vermelhidão, inflamação dos olhos e lacrimejamento.
  • Retinol. É o componente estrela de muitos cremes antienvelhecimento. Algumas pessoas apresentam irritação e secura.
  • Ácido salicílico. É encontrado principalmente em cremes antimanchas. Em alguns casos, não só aumenta as manchas, mas também causa irritação adicional.
  • Ácido glicólico. Pode causar vermelhidão, ressecamento ou queimadura. Está presente principalmente em produtos esfoliantes. Nesses casos, é melhor usar produtos com ácido láctico.
  • Fragrâncias. Elas estão associadas à irritação da pele em várias ocasiões.
  • Alumínio e tolueno. Desodorantes contendo alumínio têm sido frequentemente associados à irritação da pele. O mesmo vale para esmaltes contendo tolueno, formaldeído ou DBP.
  • Outros. Esses componentes causam irritação significativa ou possuem potencial de alergia: euxyl K-400, Kathon e Peru Balm em pós compactos; propil galato, octil galato e mercúrio em batons; sulfato de níquel nas máscaras de cílios e lápis de olho; e tiomersal em sombras para os olhos.

Você pode estar interessado: Quer ter unhas compridas e fortes? 9 dicas

Dados a considerar

Embora muitas vezes seja suficiente evitar o produto que causa a reação alérgica, em outros casos é necessário ir ao dermatologista para buscar um tratamento.

Em muitos casos o cosmético causa a reação irritante ou alérgica, mas também não se pode descartar que pode haver algum problema anterior que seja a causa dessa reação. Quando há muita irritação, ou ela é muito intensa, é sempre necessário consultar um dermatologista.

A irritação geralmente ocorre logo após o uso do produto. Por isso, é muito importante estar atento para identificar a causa do problema. Às vezes basta evitar o produto que resulta na reação e tudo é resolvido.

Os cosméticos também podem irritar a pele se não forem usados corretamente. Estes têm uma data de validade, após a qual podem não apenas causar pequenas reações adversas, mas uma infecção. Esse tipo de produto deve ser armazenado em locais secos e frescos; caso contrário, sua composição muda.

Também é necessário manter todos os itens de maquiagem limpos. Pincéis, esponjas, aplicadores, etc, devem ser lavados com frequência. Tais itens são apenas para uso pessoal e não é apropriado compartilhá-los.

Pode interessar a você...
Mejor con SaludLeerlo en Mejor con Salud
7 mitos cosméticos que são verdadeiros

Existem alguns mitos cosméticos de beleza que, por mais estranho que pareça, são completamente verdadeiros. Conheça-os aqui!