Os 12 melhores alimentos para desentupir as artérias

· 14 de setembro de 2017
Além de incluir estes alimentos em nossa dieta, para desentupir as artérias é fundamental que evitemos hábitos nocivos, como o uso de álcool ou de cigarro, e que pratiquemos atividade física.

Existe uma frase muito conhecida que diz que “somos o que comemos” e não poderia estar mais certa.

As pessoas que mantêm dietas pouco saudáveis sofrem as consequências (obesidade, colesterol, hipertensão, etc.).

Por isso, neste artigo queremos falar sobre quais são os melhores alimentos para desentupir as artérias e evitar problemas cardíacos. Não perca essas informações valiosas! Fique com a gente até o final!

Alimentos para desentupir as artérias

A obstrução progressiva das artérias (aterosclerose) é um problema cada vez mais habitual nos países ocidentais.

Causa mais mortes por ano do que o cigarro e o álcool, e o pior de tudo é que se trata de um inimigo silencioso, que não costuma ter sintomas.

Em suma, as paredes arteriais vão se enchendo de gordura de acordo com a nossa alimentação.

Se nossa dieta é baseada em alimentos calóricos, gordurosos e açucarados, é provável que tenhamos colesterol alto, pressão alta e problemas circulatórios.

Além disso, esta alimentação aumenta o risco de sofrermos com doenças cardíacas.

Para evitar estas doenças e viver mais e melhor, recomendamos que adicione os seguintes alimentos a sua dieta:

Veja também: Como distinguir um ataque do coração de um ataque de ansiedade?

1. Alho

Alho desentope as artérias

É um dos alimentos que não podem faltar em casa porque dá um sabor especial às comidas.

Além disso, o alho é rico em antioxidantes e tem a capacidade de combater os radicais livres, diminuir os níveis de colesterol, bem como de reduzir a pressão sanguínea e melhorar o fluxo sanguíneo.

  • Um dente de alho cru por dia pode desentupir as artérias e evitar a acumulação de gordura.

2. Azeite de oliva

É o mais saudável dos óleos e podemos usá-lo em todo tipo de preparos.

  • O azeite de oliva não só tempera uma salada, mas também oferece um sabor único às carnes e peixes.

Ademais, é muito saudável, não faz com que o colesterol se acumule nas artérias e é bom para a saúde cardíaca em geral.

Igualmente, recomendamos um consumo moderado por seu teor de calorias.

3. Abacate

Abacate desentope as artérias

Tem propriedades similares às do azeite de oliva. Além disso, oferece ácidos graxos essenciais (benéficos), evita a oxidação da gordura acumulada nas artérias, assim como reduz o colesterol e oferece saciedade.

  • Não hesite em adicionar abacate em sua dieta: é possível usá-lo para saladas ou como condimento para substituir a maionese.

4. Aveia

Um dos ingredientes que não podem faltar no desjejum, porque oferece saciedade, ao mesmo tempo que dá energia e neutraliza a capacidade do colesterol de se prender às paredes das artérias.

  • Recomendamos tomar uma xícara de iogurte ou leite desnatado com aveia toda manhã. É possível adicionar frutas se desejar.

5. Frutas com pectina

Maçã desentope as artérias

Dentro deste grupo podemos encontrar o morango, a maçã, a toranja e a uva (dentre outras).

Tratam-se de frutas com muita quantidade de pectina, uma fibra solúvel que reduz os níveis de colesterol e lipoproteínas de baixa densidade (LDL).

  • Podem substituir lanches gordurosos e calóricos no meio da manhã ou no meio da tarde.
  • Além disso, comer frutas de maneira regular melhora a saúde e reduz os riscos de sofrermos doenças cardíacas.

6. Aspargos

Uma verdura muito rica e com excelentes propriedades.

Os aspargos servem, por exemplo, para desentupir as artérias de forma natural, assim como para reduzir os níveis de colesterol ruim (LDL) no sangue e prevenir a formação de coágulos.

  • Fervidos, refogados, assados ou grelhados… as opções para desfrutar destes “palitos verdes” são inumeráveis.

Recomendamos ler: 5 dietas desintoxicantes e saudáveis que você vai adorar!

7. Romã

Romã desentope as artérias

Mais precisamente o suco de romã, porque oferece uma grande quantidade de antioxidantes (mais ainda do que os sucos de laranja, mirtilo ou amora).

Esta deliciosa bebida avermelhada reduz os danos causados pela gordura quando se acumula nas artérias.

  • Um copo no café da manhã e suficiente. Para melhores efeitos deve ser natural (preparado por você, se possível).

8. Soja

A soja e seus derivados (incluindo o tofu) reduzem levemente o colesterol ruim (LDL).

Consumir 3 colheres de sopa (30 g) deste cereal por dia é sinônimo de gozar de uma boa saúde cardiovascular.

  • Verifique se trata-se de soja orgânica e consuma tofu para substituir a carne.

9. Brócolis

Brócolis desentopem as artérias

Este delicioso vegetal da família das couves tem muita vitamina K, o que ajuda o cálcio em seus processos orgânicos.

Além disso, o brócolis oferece uma boa quantidade de fibra, promovendo assim a boa saúde arterial.

  • Ademais, é possível consumi-lo ao vapor, refogado com pouco azeite (de oliva) ou como recheio de tortas.

10. Peixes de águas frias

Este seleto grupo de peixes é formado por:

  • Salmão;
  • Atum;
  • Arenque;
  • Cavalinha;
  • Sardinha;
  • Truta.

Tratam-se de peixes saudáveis porque oferecem ácidos graxos ômega 3, necessários para desentupir as artérias.

Além disso, evitam a formação de coágulos e equilibram a pressão arterial.

  • Experimente consumir alguns deles ao vapor, ao forno ou grelhados, 3 vezes por semana.

Saiba mais: Inclua peixe na sua alimentação

11. Berinjelas

Berinjelas desentopem as artérias

Este vegetal de cor escura limpa as artérias e reduz ao máximo os depósitos de colesterol no sangue.

Isso se deve ao fato de que a berinjela oferece fibra solúvel, um nutriente crucial para uma boa saúde cardíaca.

O melhor de tudo é que se trata de um alimento muito versátil que pode ser desfrutado de mil maneiras diferentes.

12. Cúrcuma

Em síntese, esta especiaria de cor alaranjada que oferece sabor aos seus pratos tem muitas propriedades interessantes.

  • Por exemplo, é anti-inflamatória e reduz os danos causados pela gordura nas paredes arteriais.
  • Além disso, diminui os riscos de aparição de coágulos.
  • Teixeira, C. C. C. (2009). Desenvolvimento tecnológico de fitoterápico a partir de rizomas de Curcuma longa L. e avaliação das atividades antioxidante, anti-inflamatória e antitumoral (Doctoral dissertation, Universidade de São Paulo).
  • Perez, P. M. P., & Germani, R. (2007). Elaboração de biscoitos tipo salgado, com alto teor de fibra alimentar, utilizando farinha de berinjela (Solanum melongena, L.). Ciência e Tecnologia de Alimentos27(1), 186-192.
  • Klack, K., & Carvalho, J. F. D. (2006). Vitamin K: metabolism, sources and interaction with the anticoagulant warfarin. Revista Brasileira de reumatologia46(6), 398-406.
  • Costa, R. P., Menendez, G. U. I. L. L. E. R. M. I. N. A., Bricarello, L. P., Elias, M. C., & Ito, M. O. N. I. C. A. (2000). Óleo de peixe, fitosteróis, soja e antioxidantes: impacto nos lípides e na aterosclerose. Rev Soc Cardiol10(6), 819-27.
  • Jardini, F. A., & Mancini Filho, J. (2007). Avaliação da atividade antioxidante em diferentes extratos da polpa e sementes da romã (Punica granatum, L.). Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas43(1), 137-147.