Quando é necessário operar uma hérnia de disco?

Operar uma hérnia de disco é uma opção quando outros tratamentos falharam, como analgésicos ou injeções de corticosteroides. Explicamos tudo que você precisa saber sobre o procedimento a seguir.
Quando é necessário operar uma hérnia de disco?

Última atualização: 06 Agosto, 2021

A hérnia de disco é uma patologia comum que afeta significativamente a vida de quem sofre com ela. A opção de operar uma hérnia de disco sempre surge quando essa situação tem um grande impacto nas atividades diárias do paciente ou quando outros tipos de abordagens falharam.

Hoje em dia, existem inúmeras técnicas para operar uma hérnia de disco. Cada uma é mais bem adaptada às características da lesão e do paciente, bem como à experiência e preferências do cirurgião.

Graças a esta intervenção, a qualidade de vida pode melhorar. No entanto, ela não é fácil e também envolve vários riscos. Neste artigo, explicamos tudo que você precisa saber sobre o assunto.

O que é uma hérnia de disco?

Para entender o que é uma hérnia de disco, você deve primeiro conhecer a anatomia da coluna vertebral. A coluna vertebral é composta por vértebras, que são ossos individuais. Entre eles estão discos de tecido cartilaginoso cuja função é amortecer o impacto. Eles são os discos intervertebrais.

Os discos são constituídos por um núcleo pulposo e um anel fibroso. O anel é a parte mais externa que circunda o núcleo. Conforme explicado por especialistas da Clínica Mayo, uma hérnia de disco ocorre quando o núcleo se projeta para fora através de uma ruptura no anel fibroso.

As hérnias podem ocorrer em qualquer parte da coluna. Em seguida, o disco pode irritar alguns nervos. Os sintomas variam dependendo da localização e da gravidade da protusão.

As hérnias de disco são muito comuns. Estima-se que afetem entre 5 e 20 de cada 1000 adultos com menos de 49 anos. O mais comum é que ocorram na região lombar ou cervical e são acompanhadas de dor ou alterações na mobilidade e sensibilidade.

Hérnia de disco cervical
As hérnias de disco podem aparecer em qualquer parte da coluna, embora sejam mais comuns na região lombar e cervical.

Tratamentos para a hérnia de disco

Antes de operar uma hérnia de disco, diferentes tratamentos menos agressivos costumam ser propostos. O normal é começar com um tratamento farmacológico para aliviar a dor e o desconforto. Primeiro, se a dor for leve, analgésicos como o ibuprofeno ou naproxeno são recomendados.

Se o controle da dor não puder ser alcançado com esses tipos de remédios, pode-se optar pelos corticosteroides. Eles são injetados na área afetada, perto dos nervos espinhais. Em alguns casos, até mesmo medicamentos opióides são prescritos.

O problema é que esses medicamentos tendem a criar tolerância, dependência e vício. Além disso, eles têm vários efeitos colaterais. Portanto, devem ser usados com cautela. Qualquer um dos tratamentos médicos deve ser combinado com fisioterapia e exercícios personalizados.

Quando é necessário operar uma hérnia de disco?

A operação de uma hérnia de disco torna-se uma das opções quando o restante dos tratamentos falha. A verdade é que a maioria dos pacientes não necessita de cirurgia. Eles tendem a melhorar após dias ou semanas com a abordagem médica.

No entanto, se os sintomas persistirem por meses, operar uma hérnia de disco é quase uma prioridade. A incapacidade pode ser uma consequência de danos causados pelo disco a um nervo. A mobilidade ou a capacidade de controlar os esfíncteres podem ser afetadas.

Além disso, atualmente existem diferentes técnicas para operar uma hérnia de disco. Em alguns casos, a intervenção pode ser considerada usando uma técnica minimamente invasiva, com pequenas incisões e recuperação mais rápida. Normalmente, os resultados são muito bons.

Preparação para operar uma hérnia de disco

Para operar uma hérnia de disco, é importante que o paciente esteja ciente dos riscos e precauções antes da cirurgia. Recomenda-se a adoção de hábitos saudáveis.

Por exemplo, o ideal é que o paciente perca peso e fique em forma antes da cirurgia. O excesso de peso pode colocar mais tensão em sua coluna do que o recomendado. É por isso que o processo de recuperação pode ser retardado.

O fortalecimento dos músculos das costas é recomendado para qualquer patologia que afete a coluna vertebral. Exercícios orientados por um especialista devem ser realizados para evitar o agravamento do dano.

Como em qualquer outra cirurgia, é importante parar de fumar. O tabaco aumenta o risco de complicações cirúrgicas, além de interferir no processo de cicatrização.

Quais são as opções para operar uma hérnia de disco?

Como explicamos ao longo do artigo, hoje existem inúmeras opções para operar uma hérnia de disco. Nas seções a seguir, explicaremos quais são as principais técnicas e em que consistem.

Operar uma hérnia de disco por discectomia

A discectomia é a técnica mais amplamente usada para operar uma hérnia de disco. Consiste na eliminação da parte danificada do disco ou de todo o disco. Quando o problema é na coluna cervical, é feito por via anterior.

Nesse caso, uma pequena incisão é feita na parte frontal do pescoço e o disco é removido. O espaço que ele deixa deve ser preenchido, substituindo-o por um pequeno tampão ósseo na maioria dos casos. Um disco artificial também pode ser usado.

Laminoplastia e laminectomia

A laminoplastia é uma técnica usada para operar uma hérnia de disco no pescoço. Consiste na abertura de um espaço dentro do canal vertebral, por meio de uma espécie de dobradiça. A ideia é criar mais espaço para a hérnia de disco e, assim, aliviar os sintomas.

A laminectomia consiste em aparar ou remover uma parte da vértebra afetada. Assim, é possível expandir o espaço do canal vertebral e diminuir a pressão na medula espinhal, além de abrir mais espaço para os nervos.

Corpectomia cervical

A corpectomia cervical é semelhante à técnica anterior. É um processo pelo qual uma parte da vértebra é removida, juntamente com parte dos discos intervertebrais adjacentes. É feita uma tentativa de estabilizar a coluna usando placas de metal, parafusos ou enxertos ósseos.

Fusão espinhal

A fusão espinhal também é uma técnica frequentemente usada para operar uma hérnia de disco. Consiste em unir as duas vértebras que contêm a hérnia de disco.

Recuperação da cirurgia

A cirurgia de hérnia de disco tem um tempo de recuperação relativamente curto. A maioria das pessoas vai para casa no dia seguinte ao procedimento. No entanto, é importante evitar certas atividades no mês seguinte.

Não se deve fazer exercícios muito extenuantes ou levantar objetos pesados. Dirigir ou sentar por longos períodos de tempo também não é recomendado. Agachar também não é benéfico para a recuperação.

Porém, um programa de reabilitação pode ser indicado, o que promove uma recuperação mais rápida e a melhora da mobilidade.

Exercícios para a hérnia de disco
Uma reabilitação guiada com exercícios pós-operatórios pode reduzir o tempo de convalescença.

Riscos e complicações após operar uma hérnia de disco

Operar uma hérnia de disco é algo que, na grande maioria dos pacientes, é muito favorável. O risco de complicações é baixo e os pacientes geralmente notam um aumento acentuado em sua qualidade de vida.

No entanto, isso não significa que não haja complicações. Por exemplo, pode haver infecções ou sangramento, especialmente em pacientes idosos. Também aparece fibrose pós-operatória, o que interfere na recuperação da mobilidade.

O paciente pode não se sentir satisfeito após a cirurgia. Isso geralmente ocorre em pessoas nas quais o dano anterior à operação não foi bem estabelecido. Como não há sinais óbvios de que os sintomas se devam à compressão de um nervo, os sinais são mantidos e uma falha cirúrgica é considerada.

A hérnia de disco geralmente melhora com tratamento médico

Embora operar uma hérnia de disco seja uma boa opção, a verdade é que a maioria dos pacientes não precisa de cirurgia. Com tratamento médico e terapia, eles melhoram significativamente.

No entanto, se o procedimento for feito, é importante que o paciente esteja ciente de todos os riscos e possíveis complicações. No entanto, geralmente os resultados são bons e a qualidade de vida do paciente melhora.

Pode interessar a você...
3 exercícios para evitar se você tiver uma hérnia de disco
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
3 exercícios para evitar se você tiver uma hérnia de disco

Há exercícios que são contraindicados em caso de hérnia de disco. Eles podem ser prejudiciais e acabar piorando esta patologia.



  • Torres Huartazaca, Jairo Patricio, and Paola Andrea Torres Yanza. “Prevalencia de hernias discales en columna lumbar mediante resonancia magnética nuclear de pacientes de consulta externa del departamento de imagenologia del hospital” José Carrasco Arteaga”, marzo-agosto 2014.” (2014).
  • Piñeiro Rodríguez, José Carlos. “Eficacia de la fisioterapia en la lumbalgia crónica secundaria a hernia discal: ejercicio terapéutico vs manipulación vertebral.” (2018).
  • Gallardo, Ángel Jesús Lacerda, et al. “Discectomía simple y discectomía más fusión con discos de polimetilmetacrilato para el tratamiento de la hernia discal cervical.” Revista Cubana de Neurología y Neurocirugía 9.1 (2019): 1-17.
  • Neyra, Horacio Tabares, et al. “Hernia discal lumbar, una visión terapéutica.” Revista Cubana de Ortopedia y Traumatología 30.1 (2016): 27-39.