5 tratamentos com óleo de coco para reduzir as estrias e cicatrizes

15 Janeiro, 2020
O óleo de coco é um alimento que contém vitamina E, uma das chamadas "vitaminas da beleza". Saiba mais sobre o assunto abaixo.
 

Os tratamentos com óleo de coco têm como objetivo principal ajudar a nutrir a pele e prevenir uma aparência desfavorável. Geralmente, são aplicados quando a pele já apresenta algum tipo de problema, como estrias ou cicatrizes recentes. No entanto, eles também podem ser aplicados como prevenção e como parte da rotina de cuidados pessoais.

O óleo de coco contém vitamina E, ácidos graxos, antioxidantes e proteínas, ou seja, um conjunto de nutrientes com bom potencial quando se trata de cuidar da saúde da pele.

Como mencionamos anteriormente, existem muitas pessoas que o incluem (como prevenção) nos cremes corporais para manter a pele bem cuidada, enquanto outras o aplicam regularmente quando desejam reduzir cicatrizes, estrias ou outras marcas que possam ter na pele. 

Todos sonhamos em ter uma pele perfeita e visualmente agradável. No entanto, à medida que os anos passam, surgem marcas que acabam com a possibilidade de alcançar aquela pele que tanto desejamos.

Quase sempre as estrias são a causa do esticamento da pele após uma gravidez ou mudanças drásticas de peso. Uma ajuda para esse problema é usar tratamentos com óleo de coco para reduzir as estrias, uma solução muito popular.

5 tratamentos com óleo de coco para reduzir as estrias e cicatrizes

Óleo de coco
 

Leia também: Benefícios do óleo de coco na estética

1. Óleo de coco quente

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de óleo de coco (30 ml).

O que fazer?

  • Primeiro, aqueça o óleo de coco usando a técnica de banho-maria.
  • Desligue o fogo e retire do fogão quando o óleo parecer estar quente.
  • Quando o óleo estiver a uma temperatura suportável, aplique-o nas áreas com estrias fazendo massagens suaves.
  • É recomendável que você faça esse procedimento depois de tomar banho. Dessa forma, você dará à sua pele tempo suficiente para absorver o óleo e aproveitar ao máximo seus benefícios.
  • Repita regularmente para obter melhores resultados.

2. Óleo de coco natural

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de óleo de coco (30 ml)

O que fazer?

  • Em vez de aquecer o óleo, neste tratamento você o aplicará em temperatura ambiente ou “natural”.
  • Depois de tomar banho, tome a quantidade de óleo de coco indicada e aplique-a na pele úmida.
  • Você verá que, quando a pele está úmida, o óleo desliza mais facilmente por todo o corpo e você não precisa usar muito produto.
  • Certifique-se de passar bem e realizar massagens com movimentos suaves. Especialmente nas áreas com estrias (coxas, abdômen, cintura ou quadris, etc.).

3. Aloe vera e óleo de coco

Aloe vera

A aloe vera é uma planta conhecida por suas várias vitaminas e nutrientes. Quando combinada com óleo de coco, considera-se que é obtida uma mistura eficaz para reduzir as imperfeições da pele. 

Ingredientes

  • ½ xícara de aloe vera (125 ml)
 
  • 5 gotas de óleo de rosa mosqueta.
  • 5 gotas de azeite de oliva (opcional).
  • ½ xícara (110 ml) de óleo de coco (125 ml).

O que fazer?

  • Em uma tigela funda, misture o óleo de coco e o aloe vera por cerca de cinco minutos ou até obter uma pasta homogênea e grossa.
  • Adicione algumas gotas de azeite se considerar necessário.
  • Adicione um pouco de óleo de rosa mosqueta e mexa novamente.
  • Aplica diretamente sobre a pele, depois de tomar banho, fazendo uma massagem circular.
  • Deixe atuar por 15 minutos antes de se vestir.

4. Óleo de coco e café

A mistura de coco e café é muito aromática e, além disso, pode ajudar a esfoliar a pele de maneira muito suave.

Ingredientes

  • ½ xícara de café moído (100 g).
  • 3 colheres de sopa de óleo de coco (45 ml).
  • ¼ de xícara de aloe vera (50 ml).
  • 3 colheres de sopa de água (45 ml).

O que fazer?

  • Em uma tigela, adicione todos os ingredientes e misture-os com uma colher de sopa de madeira até obter uma pasta homogênea e grossa.
  • Essa mistura será suficiente para aplicar o remédio várias vezes, para que você possa fechá-lo e conservá-lo em um local escuro.
  • Após o banho, pegue a quantidade que julgar necessária e faça uma massagem circular por 5 minutos.
  • Deixe por 30 minutos e lave com bastante água fria.
  • Repita o procedimento diariamente.

Veja também: 5 receitas com café que você não conhecia

Esfoliante de café
 

5. Óleo de coco e vitamina E

vitamina E é conhecida por suas propriedades hidratantes e também para a assistência que presta à pele em geral.

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de óleo de coco (30 ml)
  • 5 cápsulas de vitamina E

O que fazer?

  • Aqueça o óleo de coco usando a técnica de banho-maria até adquirir uma consistência líquida.
  • Abra as cinco cápsulas de vitamina E e misture seu conteúdo com o óleo de coco.
  • Aplique a mistura na pele e massageie em círculos.
  • Deixe agir por 10 minutos e retire com bastante água fria.
  • Repita duas ou três vezes por dia.

Considerações finais

Aplique seus tratamentos com óleo de coco todos os dias e veja como ele melhora a aparência da sua pele.

No entanto, dependendo da profundidade e tamanho das marcas e do seu tipo de pele, pode ser necessário recorrer a um tratamento mais especializado. Portanto, não descarte consultar um dermatologista para saber qual o melhor tratamento para você.

Lembre-se de que, embora as estrias e as cicatrizes não sejam um problema que comprometa a saúde, elas são um problema estético que pode afetar a sua imagem. Portanto, busque orientação profissional.

Existem casos em que os tratamentos com óleo de coco podem ser aplicados como um complemento ao tratamento prescrito pelo médico.

 
  • Ortí, J. E. de la R., Álvarez, C. S., Sabater, P. S., Cayo, A. M. B., Castillo, S. S., Rochina, M. J., & Yang, I. H. (2017). Influencia del aceite de coco en enfermos de alzhéimer a nivel cognitive. Nutricion Hospitalaria. https://doi.org/10.20960/nh.780
  • FEDAPAL. (1987). Usos industriales de los aceites de palma y coco. Revista Palmas.
  • Klein, A. D., & Penneys, N. S. (1988). Aloe vera. Journal of the American Academy of Dermatology. https://doi.org/10.1016/S0190-9622(88)70095-X
  • Senet, P. (2008). Fisiología de la cicatrización cutánea. EMC – Dermatología. https://doi.org/10.1016/S1761-2896(08)70356-X