O que são sonhos e por que eles ocorrem?

Todos nós temos sonhos à noite, embora às vezes não nos lembremos deles. Mas por que eles ocorrem? Vamos responder a esta pergunta que sempre foi uma incógnita.
O que são sonhos e por que eles ocorrem?

Última atualização: 13 maio, 2022

Os sonhos parecem algo misterioso. Perguntas como por que sonhamos? Ou por que há momentos em que sonhamos mais? não têm resposta. Pelo menos, até agora, pois vamos abordar esse assunto começando pelo mais básico. Começaremos definindo o que realmente são e por que ocorrem. Além disso, descobriremos se existem outras espécies que sonham.

Para oferecer respostas verdadeiras com base em estudos, vamos nos referir ao Instituto do Sono. Um centro internacional que se concentrou nos sonhos, investigando-os e estudando-os minuciosamente. Parece que encontraremos as respostas que buscamos neste instituto, então vamos começar!

O que são sonhos?

Em poucas palavras, o Instituto do Sono nos diz que “o sono é parte integrante da vida diária, uma necessidade biológica que restaura as funções físicas e psicológicas essenciais para o pleno desempenho”. Quando dormimos pouco, geralmente acordamos cansados, sem muito incentivo e podemos até passar mal.

Precisamos dormir para nos recuperar, descansar e ter forças para enfrentar o dia seguinte. No entanto, às vezes acontece algo surpreendente, como os sonhos. Filmes que passam na nossa mente enquanto dormimos e nos quais podemos ser protagonistas, meros observadores ou até mesmo reconhecer sua relação com uma experiência vivida.

Sonhar com dinheiro não é muito comum
Nos sonhos, podemos ser protagonistas ou não, e até mesmo capturar experiências vividas.

Não há confirmação da comunidade científica sobre o que são os sonhos, mas García Borreguero, médico do Instituto do Sono, afirma que “uma grande parte dos especialistas acredita que os sonhos não têm uma função como tal, mas são apenas epifenômenos de um processo de ativação cerebral que ocorre periodicamente durante a noite.

Por que os sonhos ocorrem?

Como o Dr. Borreguero continua explicando, parece que durante a ativação cerebral durante o sono “ocorrem processos de reorganização da memória e isso se reflete em um aumento na ideação mental que percebemos como sonhos”. Portanto, estamos diante de um fenômeno normal, embora ainda haja muitas dúvidas sobre eles.

Por exemplo, por que às vezes nos lembramos dos sonhos e às vezes não? Bem, isso depende de vários fatores. Os últimos sonhos antes de acordar são lembrados mais claramente. No caso de acordar devido a um sonho à noite e voltar a dormir, as chances de se lembrar são reduzidas. Por esse motivo, algumas pessoas costumam anotá-los em um caderno.

O que parece claro é que muitos sonhos têm a ver com filmes ou experiências que vivemos durante o dia, porque às vezes isso influencia. O doutor Eduard Estivill, também do Instituto do Sono, admite que “as pessoas que dizem que nunca se lembram dos sonhos dormem bem”.

Os sonhos não são premonitórios

Sonhar com aranhas como um preditor de que algo ruim vai acontecer
A imaginação é liberada nos sonhos, sem que estes tenham qualquer componente premonitório.

Algo em que o Instituto do Sono insiste é em restar importância  aos sonhos. Há ocasiões em que podemos nos ver tendo relações sexuais com outras pessoas ou até mesmo cometendo atos criminosos sem que isso signifique que o faremos na vida real. Os sonhos são devidos apenas a uma ativação cerebral onde a imaginação é liberada.

Leia também:  7 alimentos a evitar para não ter problemas de sono

Portanto, é aconselhável ser muito crítico com as pesquisas na Internet que podem afirmar que, se você sonhar com dentes caindo, significa que uma perda pessoal ocorrerá, por exemplo. No caso de acontecer, teria que ser chamado de coincidência. A ciência não contempla nenhum significado para os sonho.

Os animais podem sonhar?

Às vezes, as pessoas que têm animais em casa ficam surpresas quando eles dormem e experimentam um espasmo no corpo ou acordam subitamente assustados. Eles podem sonhar. Do Hospital Veterinário das Astúrias são recolhidos alguns estudos e investigações onde os cães, por exemplo, parecem sonhar.

Poderíamos aplicar isso também aos gatos. Eles também experimentam essa ativação cerebral noturna que faz com que as experiências diurnas surjam durante o sono.

A pseudociência tentou explicar os sonhos de uma perspectiva idealizada e dar explicações aos sonhos que não oferecem conclusões exaustivas. No entanto, a ciência descobriu por que os sonhos ocorrem e agora você sabe a resposta.

This might interest you...
Insônia em crianças: como ajudá-las a dormir melhor
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Insônia em crianças: como ajudá-las a dormir melhor

A insônia em crianças é uma condição mais frequente do que imaginamos. Neste artigo explicamos como ajudá-las a dormir melhor.