O que são as fisgadas? 5 remédios para aliviá-las

· 4 de outubro de 2018
Para aliviar as fisgadas podemos combinar diferentes técnicas como massagens localizadas e banhos com exercícios de aquecimento e alongamentos que nos permitam condicionar os músculos

Depois de uma rotina intensa de exercícios ou quando fazemos algum tipo de esforço repetitivo, aparecem as incômodas fisgadas. Estas podem ser suaves ou mesmo bastante intensas, até o ponto de nos impedir realizar algumas de nossas atividades diárias.

Descubra neste artigo quais são os melhores remédios caseiros para aliviar as fisgadas de maneira rápida e efetiva. Podemos encontrar uma solução natural no vinagre de alecrim, no azeite de oliva, nos óleos essenciais ou na hidroterapia.

O que são as fisgadas?

As fisgadas são uma dor muscular que aparece entre 12 e 24 horas depois de praticar alguma atividade física intensa, repetitiva ou à qual não estamos acostumados. Seus sintomas podem durar entre 3 a 7 dias.

Caracteriza-se por uma perda de força muscular, acompanhada de tensão, sensibilidade e dificuldade de movimento. A causa pode ser a ruptura das fibras musculares, que causariam uma inflamação, ou mesmo um acúmulo de ácido lático entre as fibras musculares.

É importante destacar que qualquer tipo de exercício ou esforço pode provocar fisgadas em qualquer parte do corpo. Por exemplo, em alguns músculos que não costumamos utilizar tanto. No entanto, existe uma maior chance de sofrê-las quando fazemos exercícios anaeróbicos como, por exemplo, abdominais ou levantamento de pesos.

Não perca Os três melhores exercícios para a sua saúde

Prevenir as fisgadas

A melhor maneira de prevenir fisgadas é seguindo estes conselhos:

  • Realizar exercícios sempre de maneira constante e progressiva.
  • Começar cada sessão de maneira suave e ir aumentando a intensidade gradualmente.
  • Fazer sempre alongamentos de cada músculo, antes e depois de treinar.
  • Beber água suficiente ao longo do dia para que as fibras musculares estejam bem hidratadas. Pelo menos, um litro e meio diariamente.
  • Uma alimentação equilibrada e completa é sempre fundamental, especialmente se praticarmos esportes.
Beber muita água ajuda a evitar fisgadas

Remédios caseiros para aliviá-las

1. Banhos em temperaturas alternadas

Um remédio caseiro, natural, simples e muito econômico são os banhos em temperaturas alternadas. Ou seja, combinar a água fria com a água quente para ativar a circulação e favorecer a recuperação o quanto antes.

Podemos fazê-los em todo o corpo, ou mesmo de maneira local sobre os músculos mais afetados. Faça 10 segundos em cada temperatura e repita entre 8 a 10 vezes.

Além de aliviar as fisgadas também ativaremos o metabolismo, melhoraremos o aspecto da pele e notaremos uma grande sensação de leveza.

2. Escovação a seco

A escovação a seco é uma técnica muito simples para melhorar a circulação e a drenagem linfática. Também é um remédio de beleza para prevenir e tratar a celulite e estrias. Além disso, somente precisa de uma escova.

Devemos escovar a pele com uma intensidade média e sempre em sentido ascendente. Podemos fazê-lo durante 3 a 5 minutos, várias vezes por dia até notar melhoria. Também podemos fazer a escovação antes de praticar exercício.

3. Esfregaços com vinagre de alecrim

O vinagre de alecrim é um remédio tradicional que nos permite ativar a circulação e acalmar a dor graças a seus dois ingredientes medicinais. Podemos comprá-lo ou mesmo fazê-los em casa.

Somente temos que deixar o alecrim fresco macerar em vinagre de maçã durante pelo menos 15 dias. Assim o líquido se impregnará das propriedades desta excelente planta medicinal.

Confira as Propriedades do chá de alecrim

vinagre de alecrim para aliviar fisgadas

4. Banho morno com sais de magnésio

Se quisermos um remédio prazeroso que, além de aliviar as fisgadas, ajude a relaxar depois de uma boa sessão de esporte, a melhor opção é um banho. A água deve estar morna, nem muito fria nem muito quente, a uma temperatura similar a do corpo.

Podemos potencializar os efeitos calmantes e analgésicos do banho se adicionarmos sais de sulfato de magnésio. Este mineral é muito adequado para equilibrar o sistema nervoso e o sistema muscular.

Veja também: O magnésio, um mineral completo

5. Massagem com azeite de oliva e óleos essenciais

Por último, podemos nutrir a pele e combater a dor com uma massagem com azeite de oliva. Este alimento não só é imprescindível em uma dieta saudável, como também é muito benéfico para ser aplicado na pele.

Podemos adicionar algum óleo essencial analgésico, como por exemplo o de gengibre, de menta, de canela, de eucalipto, de alecrim ou de camomila. Deste modo, será uma loção muito efetiva e nos deixará um delicioso aroma sobre a pele.