O que é um angioma vertebral? Causas, sintomas e tratamento

Um angioma vertebral geralmente não requer tratamento, uma vez que geralmente não se apresenta com dor. Em caso de complicações, a primeira coisa a fazer é controlar a dor com diferentes analgésicos.
O que é um angioma vertebral? Causas, sintomas e tratamento

Última atualização: 16 janeiro, 2022

Um angioma vertebral, também conhecido como hemangioma , é uma estrutura vascular composta por tecido de vasos sanguíneos localizados dentro da vértebra. Isso geralmente ocorre devido a um erro no desenvolvimento embrionário.

Normalmente, fala deles como se fossem tumores malignos, mas na realidade são uma malformação dos vasos sanguíneos. Portanto, são lesões não cancerosas que normalmente se desenvolvem na parte do tórax da coluna vertebral.

Na maioria dos casos, eles não apresentam sintomas. Eles geralmente são diagnosticados com diferentes exames, como ressonância magnética, tomografia computadorizada ou biópsia.

A origem e a causa de sua formação não são exatamente conhecidas, mas a teoria mais aceita é que a angiogênese está envolvida na formação dos angiomas.

Quais são os sintomas do angioma vertebral?

Dicas que você deve seguir para prevenir a osteoporose

Como discutimos, um angioma vertebral é um crescimento de vasos sanguíneos nas vértebras. As vértebras são pequenos ossos que ficam em cima uns dos outros para formar a coluna vertebral.

O angioma vertebral é geralmente assintomático e geralmente não requer tratamento. Existem situações em que o paciente pode sentir dor nas costas, dormência nas pernas ou paralisia devido a um angioma vertebral. Nestes casos, o médico deve ser consultado para decidir a opção de tratamento mais adequada.

Resumindo, os angiomas raramente causam problemas, é muito difícil ver uma fratura vertebral causada por um angioma. O problema surge quando essas lesões crescem, se expandem e causam mais danos às estruturas circundantes.

A situação mais perigosa é quando o angioma danifica a medula espinhal. Isso ocorre quando o angioma cresce e danifica diretamente a medula e a comprime. Também pode acontecer que a vértebra seja fraturada e indiretamente provoque o dano. Outra possibilidade é que o angioma sangre e provoque um hematoma que comprima a medula.

Todas essas complicações, quando ocorrem, geralmente ocorrem na região dorsal da coluna vertebral. Além disso, elas afetam as mulheres com mais freqüência do que os homens. É importante deixar claro que, como já mencionamos antes, o angioma vertebral não é um tumor maligno ou com capacidade de produzir metástases.

Como é diagnosticado?

Para o diagnóstico de um angioma vertebral, testes de imagem e ressonância magnética são freqüentemente usados. Portanto, esses exames de imagem são indispensáveis no diagnóstico.

A maioria dos angiomas possui características próprias que os definem. No entanto, aqueles que são mais agressivos podem não ter essas características. Essa situação complica o trabalho dos especialistas, pois podem facilmente confundir o angioma com outro tipo de tumor vertebral.

Quando ocorre uma situação em que o tipo de tumor não pode ser facilmente distinguido por técnicas de imagem, geralmente é realizada uma biópsia para estudar o tecido e fazer o diagnóstico correto.

Como um angioma vertebral é tratado?

Benefícios da acupuntura

Normalmente, os pacientes com angioma geralmente não precisam de tratamento, uma vez que não há problemas graves. Como a coluna vertebral é uma área de muitos riscos para a realização de uma operação, geralmente é recomendável realizar um tratamento para diminuir a dor. Isso pode ser alcançado por meio de medicamentos, injeções epidurais ou acupuntura.

Hoje, temos diferentes tratamentos para angiomas menos agressivos. Dentre essas técnicas, destacamos:

  • Radioterapia: Esta técnica envolve a aplicação de raios X diretamente no local do problema. Os raios destroem as células do hemangioma e podem interromper sua progressão.
  • Embolização da artéria: consiste em impedir que o sangue chegue ao angioma. Partículas feitas de esponja ou gelatina são injetadas por meio de um cateter que bloqueará a artéria e o fluxo sanguíneo para o angioma.
  • Injeções alcoólicas ou vertebroplastia: consiste em injetar cimento na vértebra danificada.

Já os tratamentos mais agressivos costumam recorrer a submeter o paciente a uma cirurgia para descomprimir a região da coluna vertebral. Às vezes é feita uma ressecção, ou seja, a área lesada é retirada, apesar de ser a opção mais arriscada e usada quando não há outra opção.

Também é comum combinar as duas técnicas utilizadas para tratar angiomas menos prejudiciais com cirurgia.

This might interest you...
O capacete inovador que irá prevenir lesões na medula espinhal em ciclistas
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
O capacete inovador que irá prevenir lesões na medula espinhal em ciclistas

Os airbags salvam milhares de vidas. Eles serviram como inspiração para criar um capacete para prevenir lesões na medula em ciclistas.



  • Gaudino, S., Martucci, M., Colantonio, R., Lozupone, E., Visconti, E., Leone, A., & Colosimo, C. (2015). A systematic approach to vertebral hemangioma. Skeletal Radiology. https://doi.org/10.1007/s00256-014-2035-y
  • Acosta, F. L., Sanai, N., Chi, J. H., Dowd, C. F., Chin, C., Tihan, T., … Ames, C. P. (2008). Comprehensive Management of Symptomatic and Aggressive Vertebral Hemangiomas. Neurosurgery Clinics of North America. https://doi.org/10.1016/j.nec.2007.09.010
  • Vasudeva, V. S., Chi, J. H., & Groff, M. W. (2016). Surgical treatment of aggressive vertebral hemangiomas. Neurosurgical Focus. https://doi.org/10.3171/2016.5.FOCUS16169
  • Pastushyn, A. I., Slin’ko, E. I., & Mirzoyeva, G. M. (1998). Vertebral hemangiomas: Diagnosis, management, natural history and clinicopathological correlates in 86 patients. Surgical Neurology. https://doi.org/10.1016/S0090-3019(98)00007-X