O que é um aneurisma cerebral? A condição que Emilia Clarke teve durante as filmagens de GOT

Dois aneurismas foram detectados no cérebro de Emilia Clarke em um período de 2 anos. A atenção médica oportuna salvou a vida dela.
O que é um aneurisma cerebral? A condição que Emilia Clarke teve durante as filmagens de GOT

Escrito por Leonardo Biolatto

Última atualização: 04 agosto, 2022

Emilia Clarke, atriz principal de GOT (Game of thrones), disse à mídia que um aneurisma cerebral colocou sua vida em xeque quando ela finalizou a primeira temporada da série. Mas sua condição perigosa não terminou aí, porque mais tarde outro aneurisma lhe traria mais problemas.

A estrela britânica é hoje considerada uma sortuda. Ela sobreviveu ao derrame de seu primeiro aneurisma e recuperou totalmente suas funções cognitivas. Não é algo que todos os pacientes que sofrem desta mesma patologia possam dizer.

Estou na minoria muito, muito, muito pequena de pessoas que podem sobreviver a isso.

~ Emilia Clarke ~

Como foi descoberto o primeiro aneurisma cerebral de Emilia Clarke?

Clarke contou recentemente que seu primeiro encontro com a realidade do aneurisma cerebral foi em fevereiro de 2011. Ela, como muitos outros pacientes com a mesma condição, não sabia que tinha essa malformação cerebrovascular.

Naquela época ele tinha 24 anos. Após terminar as filmagens da primeira temporada de GOT, a atriz sentiu uma dor muito intensa no crânio ao fazer o exercício de prancha abdominal com seu personal trainer.

Ela conseguiu se levantar e ir ao banheiro, onde vomitou inesperadamente. É o que se conhece como vômito a jato, que ocorre sem náusea prévia e é característico de processos que afetam determinadas áreas do cérebro.

Ao receber atendimento hospitalar de emergência, encontraram uma hemorragia subaracnóidea que havia sido gerada pelo aneurisma. Este diagnóstico envolveu uma cirurgia de quase 3 horas para parar o sangramento dentro de seu crânio.

Qual é a relação entre aneurisma cerebral e hemorragia subaracnóidea?

O aneurisma cerebral de Emilia Clarke pôde estar lá desde o nascimento. É um abaulamento ou alargamento do curso de um vaso sanguíneo; neste caso, no cérebro.

A parede do vaso, na área do aneurisma, é mais fraca. A mesma dilatação acarreta um afinamento suscetível à quebra.

Quando o aneurisma cerebral se rompe, como aconteceu com Emilia Clarke, a situação é fatal. Ocorre um AVC hemorrágico, com a possibilidade real de causar a morte em pouquíssimos segundos.

O sangue que sai do aneurisma rompido está localizado em diferentes áreas anatômicas do cérebro. Diz-se que há uma hemorragia subaracnóidea quando o fluido é armazenado abaixo da camada meníngea chamada aracnóide.

Especificamente, podemos dizer que Emilia Clarke teve, nessa ocasião, um AVC hemorrágico devido à ruptura de um aneurisma cerebral.
Cefaleia intensa devido a aneurisma cerebral.
A dor de cabeça desses eventos é intensa e excede qualquer dor de cabeça conhecida pelo paciente.

Como os aneurismas são tratados?

Infelizmente, muitos aneurismas são encontrados após a ruptura. São os sintomas associados que orientam o diagnóstico, que é confirmado com imagens especializadas, como uma tomografia.

Mas eles também podem ser detectados ocasionalmente antes de causar uma condição de emergência. É a situação dos pacientes que são estudados por algum sintoma e, aliás, o laudo de imagem alerta para a presença de dilatação.

Pode ser um ultrassom abdominal para dor, o que leva à descoberta de um aneurisma da aorta. Ou pode ser uma ressonância magnética do cérebro solicitada por trauma, que revela que há um aneurisma em uma artéria do cérebro.

Após a detecção do caso, não é fácil tomar a decisão médica que determina quais os passos a seguir. Os neurocirurgiões reúnem muitos fatores para determinar se é melhor monitorar periodicamente a dilatação ou intervir com cirurgia.

Se você decidir operar um aneurisma cerebral que não se rompeu, você tem duas opções:

  1. Embolização endovascular: um cateter sela a área do aneurisma para que não passe mais sangue por lá e o risco de ruptura futura seja reduzido.
  2. Colocação de um desviador de fluxo: Este é um dispositivo semelhante a um stent que desvia o fluxo sanguíneo para longe do aneurisma.

Tratamento de um aneurisma roto

A situação é diferente se o aneurisma cerebral rompeu, como aconteceu com Emilia Clarke. Aqui se impõe um comportamento rápido e sempre cirúrgico para tentar salvar a vida do paciente.

Existem 2 opções atualmente disponíveis:

  1. Clipping: Com a cirurgia aberta, o neurocirurgião coloca um clipe de metal que fecha o fluxo sanguíneo para o aneurisma.
  2. Cateterização: Sem abrir o crânio, o cirurgião guia um cateter até o aneurisma e opta por colocar ali um dispositivo que desvia o fluxo ou interrompe a circulação.
Cirurgia de aneurisma cerebral.
A intervenção cirúrgica é inevitável para aneurismas rotos e não pode ser adiada.

A situação do segundo aneurisma cerebral de Emilia Clarke

A atriz britânica foi informada de que havia um segundo aneurisma em seu cérebro enquanto ela estava hospitalizada para tratamento do primeiro. Como era uma pequena dilatação, disseram-lhe que só verificasse periodicamente.

Em 2013, durante um desses check-ups regulares, foi confirmado que o segundo aneurisma havia crescido muito. Por isso, teve que ser operado.

A cirurgia inicialmente falhou e Clarke acordou da anestesia com uma forte dor de cabeça. Foi necessário reoperar através do osso craniano, aberto.

Saí da operação com um dreno saindo da minha cabeça. Pedaços do meu crânio foram substituídos por titânio.

~ Emilia Clarke ~

A recuperação foi lenta. As duas cirurgias consecutivas foram complicadas.

Problemas de visão, afasia e dores de cabeça contínuas a acompanharam por vários meses. Eram consequências do dano cerebral que sofreu. Para alguns pacientes com quadro clínico semelhante, essas consequências podem ser permanentes:

  • Paralisia.
  • Cegueira.
  • Convulsões.
  • Incontinência urinária.
  • Alterações na memória.
  • Transtornos de humor e comportamento.

Uma doença silenciosa

O aneurisma é silencioso até que não é mais. Quando se revela, as complicações são graves e o paciente corre risco de vida.

Emilia Clarke teve a sorte de receber cuidados especializados e oportunos. Embora tenha passado por sequências que colocaram em risco sua carreira de atriz, ela se recuperou e continua interpretando personagens no cinema, na televisão e no teatro.

Pode interessar a você...
Aneurisma da aorta abdominal: sintomas e tratamento
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Aneurisma da aorta abdominal: sintomas e tratamento

O aneurisma da aorta abdominal é uma dilatação anormal e persistente deste vaso sanguíneo. É uma patologia que pode afetar qualquer pessoa.



  • Fernández-Miranda, Pablo Menéndez, et al. “Malformaciones vasculares cerebrales:¿ cuál es el papel de cada prueba de imagen?.” Seram 1.1 (2021).
  • Bravo, Galo Fabian Yunga, et al. “Actuación clínica en la hemorragia subaracnoidea.” Recimundo 4.1 (Esp) (2020): 256-267.
  • Adams, Harold P. “Endovascular treatment of ruptured intracranial aneurysms.” Current Neurology and Neuroscience Reports 4.1 (2004): 9-12.
  • Ngoepe, Malebogo N., et al. “Thrombosis in cerebral aneurysms and the computational modeling thereof: a review.” Frontiers in Physiology 9 (2018): 306.
  • Ansari, Ahmed, et al. “Review of avoidance of complications in cerebral aneurysm surgery: The Fujita experience.” Asian Journal of Neurosurgery 14.3 (2019): 686.