O que é diplopia, o distúrbio de visão sofrido por Marc Márquez?

O problema, que é um velho conhecido do espanhol, se manifestou novamente. Neste artigo te diremos o que é a diplopia com a qual Marc Márquez foi diagnosticado.
O que é diplopia, o distúrbio de visão sofrido por Marc Márquez?

Última atualização: 29 abril, 2022

A notícia de que Marc Márquez tem diplopia se repetiu várias vezes na vida e na carreira profissional do motociclista. Desta vez, depois do acidente sofrido em Mandalika durante os testes da Moto GP, a condição voltou a ocorrer.

Até onde sabemos, Márquez carrega esse problema há algum tempo. E toda vez que ele sofre um ferimento na cabeça, a diplopia reaparece. No entanto, não estamos lidando com ferimentos leves, mas sim com impactos realmente graves que colocam até a vida dele em risco.

O que está ao fundo é uma paralisia do quarto nervo craniano do lado direito, que modifica o funcionamento do músculo oblíquo superior do mesmo lado. Portanto, os globos oculares não podem se encaixar bem e a visão dupla aparece.

O que é diplopia?

A diplopia de Marc Márquez é a percepção visual duplicada de um objeto que é único. Em termos simples, falamos de visão dupla.

É provável que tenhamos experimentado isso em algum momento, mas temporariamente. No entanto, o distúrbio pode se configurar como um quadro clínico crônico e persistente, associado a patologias da visão, mas também a alterações neurológicas.

Existem dois tipos principais de diplopia:

  • Monocular: Aparece com apenas um olho aberto.
  • Binocular: apenas é evidente com os dois olhos abertos e quando uma das pálpebras se fecha.
Exame oftalmológico para diplopia.
A diplopia é um sintoma que os pacientes percebem; por isso, o que o profissional busca é descobrir a causa.

Causas

Como as diplopias monocular e binocular são diferentes, as etiologias também variam. Ou seja, as causas de cada uma podem ser distinguidas.

Catarata, ceratocone e astigmatismo são as origens mais frequentes da variação monocular. Todas essas condições têm em comum a alteração da passagem da luz em direção à retina. Portanto, os raios não atingem a parte de trás do olho, onde deveriam estimular corretamente os receptores.

Por outro lado, a diplopia binocular frequentemente é causada por quadros de miastenia gravis e paralisia dos nervos cranianos oculomotores. Estes são os nomeados com os algarismos romanos III, IV e VI. Precisamente, Marc Márquez tem uma paralisia de número IV neste momento.

Os antecedentes da diplopia de Marc Márquez

Como já comentamos, não é a primeira vez que Marc Márquez sofre de diplopia. De fato, de acordo com os registros, essa é a quarta.

O início foi na juventude, enquanto ele competia no Campeonato Espanhol de Velocidade. Uma lesão na cabeça levou à compressão de certos músculos oculares, que não permitiam a acomodação correta. No entanto, como era uma condição inflamatória, melhorou rapidamente.

Algum tempo depois, em 2011, ele voltou a sofrer um acidente, e o acúmulo de líquido ao redor da órbita fez com que a diplopia se repetisse. O quadro foi abordado de forma expectante, de forma que a recuperação espontânea era esperada, mas isso não aconteceu e ele foi diagnosticado com paralisia do quarto nervo craniano. Assim, no início de 2012, foi escolhida uma abordagem cirúrgica.

A terceira diplopia de Marc Márquez foi em outubro de 2021, após um acidente durante os treinos. Na época não houveram grandes inconvenientes, no entanto, posteriormente o sintoma se manifestou e seu oftalmologista confirmou o diagnóstico: novamente ocorreu a paralisia do nervo. Ele não precisou de cirurgia e se recuperou espontaneamente. Até agora.

No último relatório após o acidente na Moto GP, seu médico afirmou que existe diplopia, possivelmente como recorrência da de 2021. Ela é menos grave, embora esteja relacionada com a mesma paralisia do nervo oculomotor. Por enquanto não haverá cirurgia. Será feito acompanhamento para a definição da melhor conduta terapêutica a ser adotada.

MotoGP.
A velocidade das competições de motociclismo expõe os condutores a lesões graves.

Leia também sobre as Causas e sintomas da perda de visão

O que Marc Marquez pode esperar para o futuro?

Marc Márquez já conhece a diplopia em primeira mão, sendo inclusive submetido a tratamentos conservadores e cirúrgicos. A primeira opção é sempre aguardar uma resolução espontânea antes de prosseguir com uma intervenção.

“Parece que estou experimentando déjà vu… Durante a viagem de volta à Espanha, comecei a sentir desconforto na minha visão e decidimos visitar o Dr. Sánchez Dalmau, que confirmou que tenho um novo episódio de diplopia.”

 

Marc Márquez através de sua conta no Twitter

O motociclista espanhol sabe que não tem outra escolha a não ser esperar. Paralisias deste tipo, que são devidas a lesões na cabeça, são apenas 25% de todos os distúrbios do quarto nervo craniano. No entanto e felizmente, são os que menos precisam de cirurgia.

O histórico de Márquez mostra que não há consequências imediatas que o impeçam de voltar a subir em sua moto. Ele vai continuar a competir. O risco de acidente é inerente à sua carreira profissional e ele sabe disso desde jovem.

This might interest you...
10 exercícios e alguns alimentos para ter uma boa visão
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
10 exercícios e alguns alimentos para ter uma boa visão

Há uma série de exercícios e alimentos que nos ajudarão a ter uma boa visão. Se você quiser melhorar a sua saúde ocular, leia este artigo.



  • Moreno Ramos, T., and R. García-Ramos García. “Alteraciones de la motilidad ocular: parálisis de los nervios craneales tercero, cuarto y sexto y otras causas de diplopía.” Neurología Suplementos 3.8 (2007): 60-67.
  • Carreras, Anna Camós, et al. “Paresia del cuarto nervio craneal.” Annals d’oftalmologia: òrgan de les Societats d’Oftalmologia de Catalunya, Valencia i Balears 28.2 (2020): 4.
  • Danchaivijitr, C., and C. Kennard. “Diplopia and eye movement disorders.” Journal of Neurology, Neurosurgery & Psychiatry 75.suppl 4 (2004): iv24-iv31.