Ceratite herpética: em que consiste?

A ceratite herpética geralmente causa dor e vermelhidão nos olhos, além de lacrimejamento constante. Seu tratamento é importante, pois pode levar a complicações graves para a saúde visual.
Ceratite herpética: em que consiste?

Última atualização: 04 Março, 2021

A ceratite herpética é a inflamação da córnea causada por uma infecção por um vírus da família do Herpes. A córnea é a parte frontal do olho que cobre a íris e a pupila; quando está danificada, a visão desse olho pode ser alterada.

Os vírus da família do Herpes são muito comuns. Especificamente, como detalhado em uma publicação no National Center for Biotechnology Informationa principal causa da ceratite herpética é o vírus herpes simplex tipo I. Estima-se que 90% da população esteja em contato com esse micro-organismo desde a infância.

Esses tipos de vírus são capazes de permanecer inativos em nosso corpo e reativar em determinadas circunstâncias, como uma diminuição nas defesas. Isso torna patologias como a ceratite herpética bastante frequentes.

A ceratite herpética é uma infecção ocular que pode ser confundida com outras patologias e que, além disso, pode ser recorrente. Portanto, neste artigo, contaremos tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

Quais são as causas da ceratite herpética?

Quais são as causas

O vírus do herpes tipo I é muito comum e contagioso. É transmitido pelo contato com a pele ou pela saliva. Normalmente, as pessoas são infectadas durante a infância, embora isso geralmente não produza sintomas. É a chamada infecção primária.

O vírus permanece adormecido em nosso sistema nervoso, pele e olhos. Isso significa que, embora não esteja produzindo sintomas, ele ainda está presente em nosso corpo e pode ser reativado a qualquer momento.

Existem inúmeras circunstâncias que podem causar a reativação desse vírus. Por exemplo, estresse, exposição ao sol, febre ou um trauma que cause uma queda significativa nas defesas. Até a menstruação em mulheres ou o uso de certos medicamentos podem causar a reativação do vírus do Herpes. Essa reativação é o que geralmente causa a ceratite herpética.

Como isso acontece?

Como mencionamos, o vírus pode infectar o olho pela primeira vez na chamada infecção primária. Isso geralmente ocorre em crianças. No entanto, nesses casos, os sintomas são leves e são confundidos com uma conjuntivite comum.

Mas, na maioria dos casos, a ceratite herpética ocorre pela reativação do vírus, como mencionamos. O vírus, presente no olho, pode causar uma infecção quando a pessoa sofre uma queda nas defesas.

Quais são os sintomas da ceratite herpética?

No caso de infecção primária, os sintomas são semelhantes aos da conjuntivite comum. O olho geralmente fica vermelho e com muita coceira. Além disso, há uma secreção, que pode ser amarelada ou verde, e há remelas nas pálpebras ou nos cílios.

Quando se trata de uma reativação do vírus, a ceratite herpética produz sintomas mais graves. Os sintomas mais comuns são:

  • Lacrimejamento constante.
  • Sensibilidade à luz brilhante.
  • Dor e vermelhidão nos olhos.
  • Há uma sensação de corpo estranho dentro do olho.

No entanto, como alertam os Centros de Controle e Prevenção de Doenças, se a infecção se complicar, a córnea fica muito inflamada e a visão turva pode ocorrer. Na verdade, podem surgir úlceras na córnea. Isso é sério, pois pode levar à perda de visão.

Além disso, se a ceratite herpética se repetir, uma superfície maior da córnea é danificada. Forma cicatrizes permanentes que também reduzem a visão.

Mulher com olhos vermelhos.

Como é diagnosticada?

Para diagnosticar a ceratite herpética, é essencial que, diante de qualquer um dos sintomas, procure um médico, preferencialmente um oftalmologista. Ele se encarregará de fazer um exame oftalmológico adequado.

Para isso, costuma-se usar colírios que têm corantes. Eles marcam as lesões da córnea, se existirem, e permitem detectar quais áreas estão danificadas.

Ocasionalmente, os médicos coletam amostras dessas áreas danificadas para exame em laboratório. Assim, por meio de culturas dessas amostras, a presença do vírus no olho pode ser detectada.

Tratamento da ceratite herpética

Infelizmente, não existe tratamento para erradicar completamente o vírus da Herpes de nosso corpo. No entanto, existem medicamentos que nos permitem tratar infecções como a ceratite herpética.

Primeiramente, os médicos geralmente prescrevem colírios antivirais. Esses antivirais também podem ser administrados por via oral ou intravenosa. O mais usado é um medicamento chamado aciclovir. No entanto, quando a ceratite produz lesões graves da córnea, o tratamento é mais complexo. Assim, o transplante de córnea pode se tornar necessário.

O especialista escolherá o tratamento mais adequado.

Você pode estar interessado em ler também: Herpes em crianças: como tratá-lo?

Consulte seu médico antes de tomar qualquer atitude

Como vimos, a ceratite herpética é uma infecção ocular comum que, se não tratada adequadamente, pode levar a sérios problemas de visão. Portanto, é importante que você vá ao seu médico se tiver alguma dúvida, para saber como pode agir corretamente o mais rápido possível e se sentir melhor.

Evite agir por conta própria, pois isso pode prejudicá-lo e causar mais complicações. Lembre-se de que é melhor seguir sempre as instruções do médico.

Pode interessar a você...
As 8 melhores dicas caseiras para curar a conjuntivite
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
As 8 melhores dicas caseiras para curar a conjuntivite

Saiba como curar a conjuntivite, uma inflamação da membrana transparente que recobre a pálpebra e a parte branca do globo ocular