O que devemos fazer quando nos distanciamos de um bom amigo

· 30 de janeiro de 2019
Seja qual for a razão pela qual nos distanciamos de um bom amigo é sempre importante rever as razões da separação, para ver se vale a pena perder essa amizade. 

Talvez a vida seja uma série de etapas nas quais podemos nos autodescobrir. Momentos únicos vividos em diferentes idades que nos provam. Situações que nos fazem tomar decisões para as quais não há manual de instruções para saber o que é certo, ou que é errado.

Às vezes não conseguimos. Nos enganamos com aqueles que estão mais próximos e nos afastamos. O que devemos fazer quando nos distanciamos de um bom amigo?

Quando nos distanciamos de um bom amigo

É necessário saber o motivo pelo qual nos distanciamos de um bom amigo, para continuar com nossa vida sem manter contato. Podem ser razões de trabalho, uma mudança de cidade ou de país. Às vezes, as mudanças na vida, como formar uma família, podem ocupar todo o nosso tempo. Ou talvez a distância se deva a um conflito, um mal-entendido, ou dano cometido por um dos dois.

Nesse sentido, devemos avaliar se é preferível continuar com o ressentimento, entrincheirados no silêncio como castigo, ou perdoar a ofensa e oferecer o nosso abraço. O tempo é um remédio que, a longo prazo, tem efeitos muito bons.

Talvez tenha chegado a hora de esquecer a dor e voltar a construir juntos como antes. Com vontade por ambas partes, tudo é possível.

Quando nos distanciamos de um bom amigo se gera um incômodo

A memória atrai

Por mais estranho que nos pareça, quando desejamos algo com grande intensidade, a atraímos. Talvez dois grandes amigos que se lembram uns dos outros com alegria, estejam destinados a não cair no esquecimento.

Por esta razão, é bom manter sempre bons pensamentos em relação a esse bom amigo que já não vemos. Lembre-se dele com alegria, com vitalidade e, quando seu nome aparecer em uma conversa, sempre fale sobre as coisas boas que vocês viveram juntos.

Leia também: Os 8 melhores alimentos para melhorar a memória e a agilidade mental

Como se diz de maneira coloquial: mande-lhe boas ondas, boas vibrações. Desta forma conseguiremos que esteja presente dentro de nós mesmos. E alguém que vive em nosso coração, embora os olhos não possam ver, nunca se esquece.

Exteriorize o que você sente

É muito importante expressar as coisas que sentimos. Não é necessário dizer sempre eu te amo, mas mostrar sinais de afeto e proximidade. Para que as relações não fiquem frias ou acabem se quebrando devemos nos preocupar com a vida e os problemas de nossos amigos. Embora não seja com a nossa presença física.

A verdade é sempre o caminho mais curto. Estender o afeto e empatia que temos dentro de nós só pode nos trazer coisas boas. Às vezes devemos correr riscos, remover o medo de nos expor ou de nos sentir ridículos e, embora tenham se passado muitos anos sem nos vermos, o ideal é dar um passo à frente, e chegar mais perto.

Exteriorize o que você sente ao bom amigo

Honestidade e sinceridade

Um dos pilares fundamentais de qualquer amizade verdadeira é a sinceridade. Você não pode construir algo baseado em mentiras, pequenas ou grandes.

Devemos ser honestos conosco mesmos, e chamar as coisas pelos seus nomes. Uma atitude frontal e desprovida de desculpas, por mais complicada que seja a situação, é uma vitória para ambos.

Os amigos são feridos com a verdade para não se destruírem com as mentiras. Precisamos fazer a coisa certa, mesmo que doa. Podemos ficar com raiva no começo, mas deve haver confiança até para dizer as coisas que doem. Só devemos ter tato quando nos expressarmos, e procurar o momento certo para tentar resolver uma situação complexa.

Descubra: 5 estratégias que toda mulher deve seguir para acabar com o estresse e a ansiedade

Más fases

Todos nós temos momentos ruins em nossa vida. Passamos por situações econômicas difíceis, perda de parentes, ou estados de humor que parecem uma montanha russa.

Devemos ter uma atitude respeitosa e compreensiva, e aceitar o distanciamento pontual de um bom amigo. Às vezes também precisamos ficar sozinhos.

A amizade é algo muito valioso que vale a pena lutar para conservar. Com o passar do tempo, é cada vez mais difícil apresentar alguém como um bom amigo. Nosso companheiro, confidente, parceiro e camarada.

Aquela pessoa que sabemos que sempre estará lá, mesmo que uma delas passe por um mau momento. Um distanciamento pontual pode fortalecer ainda mais uma boa amizade.

 

  • Stephan E, Liberman N, Trope Y. Politeness and social distance: A construal level perspective. J Pers Soc Psychol. 2010;
  • Schott H, Wold A, Schalk J Van Der, Manstead ASR, Wagner U, Galli L, et al. Beautiful friendship : Social sharing of emotions improves subjective feelings and activates the neural reward circuitry. Soc Cogn Affect Neurosci. 2015;
  • Hartup WW. The Company They Keep: Friendships and Their Developmental Significance. Child Dev. 1996;