Nem glúten, nem lactose: a dieta da moda

8 de março de 2019
Quebrar os paradigmas alimentares para perder peso é possível graças às dietas inovadoras que surgem hoje em dia.

Esse novo hábito de não incluir nem glúten, nem lactose, pode fazer parte da rotina daqueles que optaram por eliminar os quilos extras. Um fator que não é habitual, já que passa a não ser uma dieta só para aqueles que sofrem de doença celíaca ou intolerância à lactose, mas também para as pessoas muito preocupadas com a aparência física.

Comer sem glúten ou lactose deixou de ser uma prescrição de terapia da dieta, que visa incluir e excluir alimentos para tratar um distúrbio ou doença para melhorar o estado de saúde. É uma dieta da moda que vai contra todos os paradigmas.

O que é a lactose e o glúten?

Vamos defini-los de uma forma muito prática, para que você possa entender facilmente. Quanto à lactose, nos referimos ao açúcar do leite. Isso quer dizer que um indivíduo sofre de intolerância à lactose quando perdeu a enzima que é responsável por digeri-lo: a lactase.

Alimentos sem glúten nem lactose para a dieta da moda

Quando isso ocorre, os seguintes sintomas podem surgir:

  • Vômitos
  • Náuseas
  • Diarreia
  • Dor e inchaço abdominal (mais pronunciados em algumas pessoas do que em outras).

Agora, o glúten é uma proteína encontrada no trigo, na cevada, na aveia, no centeio e em todos os seus derivados. Consequentemente, os sintomas de intolerância ao glúten são muito similares ao caso precedente.

A diferença está em que gradualmente se deteriora as vilosidades do intestino, que são encarregadas de absorver os alimentos. Se for o caso, é necessário eliminá-lo da dieta de pressa. Nesse sentido, os indivíduos que sofrem destes transtornos devem investigar quais são os produtos que contêm esses componentes.

 Quando podemos falar de intolerância ao glúten e a lactose?

Para aquelas pessoas que desejam integrar em sua vida mais do que uma dieta da moda, e para aqueles que não podem ingerir estes elementos porque sua saúde é comprometida, é necessário esclarecer em que implica sofrer destes transtornos.

Nossa intenção é que você consiga identificar o que acontece em seu corpo para que assim possa definir e compreender o que realmente acontece com seu organismo.

Leite para a dieta da moda

Em ambos os casos, as reações ocorrem no intestino delgado, um dos órgãos mais importantes do processo digestivo. Quanto à lactose, todo o sistema gastrointestinal sofre quando há deficiência da enzima lactase.

Por outro lado, com o glúten, há algo mais do que uma intolerância. É uma alergia que leva a uma reação no sistema imunológico. Neste distúrbio, a proteína não pode ser enviada para a corrente sanguínea ou para as células. É por isso que as micro-vilosidades do intestino delgado se deterioram.

Você estria interessado em ler: Quais são as proteínas magras e como elas contribuem para a dieta?

É realmente perigoso seguir esta dieta que está na moda?

Se guiar pelas restrições desta dieta, sem ser intolerante à lactose ou ter doença celíaca não é perigoso, uma vez que esses nutrientes não são indispensáveis para o organismo.

No entanto, a eliminação injustificada da lactose na dieta diária pode fazer com que ela seja muito mais difícil de digerir no futuro.

Por outro lado, pode ser que seguir este plano alimentar sem glúten ou lactose cause uma perda considerável de peso. Isso não é devido aos efeitos de seus componentes. É uma dieta mais saudável já que as farinhas e o açúcar são eliminados.

Alimentos na dieta da moda

Contra uma dieta generalizada

Gabriel Oliveira, endocrinologista, que dirige a Sociedade Andaluza de Nutrição Clínica e Dietética (Sancyd), disse para o jornal La Opinión diária de Málaga que comer sem glúten ou lactose é uma decisão que só deve ser tomada por aqueles que são afetados por esses nutrientes.

Ele apontou que esta é uma dieta de moda passageira que não faz qualquer sentido. Explicou que os laticínios têm inúmeros benefícios e que devem fazer parte de uma dieta balanceada, assim como o glúten. Define esta tendência como “uma prática cara que faz parte de um grande negócio global”.

Você deveria ler também: Intolerância à lactose, uma luta contra a própria genética

Tendo isso explicado, é indispensável tomar consciência da importância de cuidar de sua saúde. Mesmo que tenha ficado claro que você não correrá perigo se eliminar a lactose e alimentos com glúten, é aconselhável recorrer, mais do que a uma dieta da moda, a uma dieta equilibrada e saudável.

Não tome decisões precipitadas. Procure por um especialista, ele te dirá quais alimentos são adequados às suas características e necessidades. Não se deixe ser guiado por uma dieta da moda.

  • Niland, B., & Cash, B. D. (2018). Health Benefits and Adverse Effects of a Gluten-Free Diet in Non-Celiac Disease Patients. Gastroenterology & Hepatology, 14(2), 82–91.
  • Biesiekierski, J. R. (2017). What is gluten? Journal of Gastroenterology and Hepatology, 32 Suppl 1, 78–81. https://doi.org/10.1111/jgh.13703
  • Fassio, F., Facioni, M. S., & Guagnini, F. (2018). Lactose Maldigestion, Malabsorption, and Intolerance: A Comprehensive Review with a Focus on Current Management and Future Perspectives. Nutrients, 10(11). https://doi.org/10.3390/nu10111599