Mudanças na menopausa: como lidar com elas!

· 7 de maio de 2019
À medida que envelhecemos nosso corpo muda. Estas dicas para aliviar as mudanças físicas e psicológicas na menopausa ajudarão a lidar com este período da melhor maneira.  

Uma das mudanças na menopausa que podemos perceber, é uma série de desequilíbrios hormonais. Assim, as alterações fisiológicas que ocorrem são notáveis, embora possam também produzir um efeito importante no comportamento da mulher.

Nessa etapa da vida é muito importante que as mulheres estejam acompanhadas por seus seres queridos e pelos profissionais de saúde para lidar com todas as consequências negativas da menopausa. Saiba o que fazer!

Perimenopausa e menopausa

Mulhe sofrendo de calores

A menopausa aparece em média um ano após a última menstruação. Antes, a perimenopausa ou climatério, é um estágio em que o corpo começa a produzir menos quantidades de estrogênio e progesterona, por isso reduz a capacidade de gestação. Essa situação ocorre em torno dos 50 anos.

Certamente, é neste período, quando as mudanças começam durante a menopausa, que surgem surtos de calor e suores noturnos. Também há dificuldade para dormir, aumento de infecções do trato urinário, incontinência, e aumento da gordura corporal ao redor da cintura.

Por outro lado, a sensação de solidão, alterações de humor, episódios de tristeza e raiva, são coisas que surgem sem explicação. Em alguns casos, causa baixa autoestima. São as mudanças emocionais que se unem aos físicos nesse estágio. Existem também problemas de memória e concentração.

Agora, se uma mulher for melancólica, irritável, ou tiver estados depressivos, estes se intensificam durante este período. Outras pessoas não experimentarão grandes mudanças durante a menopausa, inclusive para algumas mulheres serão mais suportáveis.

Uma relação com efeitos

A relação entre estrogênio ou hormônios femininos e a síntese de dopamina, serotonina e oxitocina tem seus efeitos. Esses neurotransmissores ligados ao gerenciamento de emoções, estão relacionados a transtornos psiquiátricos e psicológicos.

Trata-se de um vínculo que tem a ver com sentimentos de irritabilidade, decadência, tristeza, estresse, ou ansiedade. Esse tipo de sensação afeta 70% das mulheres que experimentam a menopausa, e sua duração pode variar de seis meses a dois anos.

Talvez você esteja interessado em ler também: Como usar a raiz da Maca Peruana para controlar os sintomas da menopausa

Algumas dicas úteis para aliviar as mudanças na menopausa

Mude seus hábitos alimentares

Protetores solares e higiene diária

Em primeiro lugar, para enfrentar o impacto na pele que é gerada pela redução de estrogênio, própria da menopausa, existem várias opções. O uso de um fotoprotetor adequado ao tipo de pele é necessário.

Além disso, a higiene diária é essencial, assim como o uso de produtos para restaurar a função da barreira da pele. Isso irá minimizar rugas, xerose ou pele seca, e flacidez.

Por outro lado, o envelhecimento cutâneo também tem a ver com fatores genéticos e ambientais. É conveniente corrigir a alimentação e evitar a exposição à poluição, à radiação solar e ao tabaco, para enfrentar melhor este estágio.

Como meu corpo muda?

Primeiramente, durante este período, geralmente há uma redistribuição de gordura corporal. Dos quadris, ele se move para a cintura, e pode haver ganho de peso em algumas mulheres e, em outras, uma diminuição. Uma dieta balanceada, rica em frutas, verduras e legumes, além do exercício diário, ajuda a combatê-la.

Outro problema que geralmente ocorre nesta fase é a osteoporose. A fragilidade dos ossos aumenta, especialmente do quadril, pulsos, e vértebras da coluna vertebral, que podem sofrer fraturas ou achatamento. Então, a recomendação é cuidar da ingestão de cálcio através de laticínios, e caminhar pelo menos 20 minutos por dia.

Não deixe de conferir: 6 formas eficazes de controlar os hormônios que nos fazem ganhar peso

Mais verificações e menos sal

Faça mudanças no seu estilo de vida

Sem dúvida alguma, a prevenção durante a perimenopausa é vital, pois, caso contrário, pode aumentar os fatores de risco cardiovasculares, e levar à hipertensão arterial. Os níveis de colesterol podem subir, e a diabetes pode aparecer. Há também maiores chances de ataque cardíaco e derrame.

É conveniente reduzir o consumo de sal de mesa, bebidas alcoólicas, frituras, lanches e fast food. Pelo contrário, a ingestão de água é essencial. Também é altamente recomendável parar de fumar e manter verificações regulares da pressão arterial, colesterol e glicose no sangue.

Buscar ajuda

Essas mudanças físicas envolvem afetações emocionais. Assim então, a baixa autoestima, aumento da fadiga, aparecem vontade de chorar e mudanças de humor. Também diminui o apetite sexual.

Em qualquer caso, você precisa procurar ajuda de um bom profissional. O ginecologista ajudará a atenuar as alterações e tratar alguma anomalia, caso ocorra.

Uma fase da vida

Mude seu humor, mesmo com alterações hormonais

A principal recomendação está sempre relacionada a aceitar mudanças durante a menopausa como um estágio natural. Por exemplo, exercícios diários moderados, uma dieta variada que abunde em verduras, frutas e legumes, e distância de hábitos pouco saudáveis, ​​ajudarão a mitigar os efeitos.

Você deve cercar-se de pessoas positivas, compartilhar com seus entes queridos e socializar. Certamente, esta é a melhor maneira de manter uma atitude positiva em relação à vida, e fortalece a autoestima e a autoconfiança.

Em conclusão, se você puder entender a menopausa como uma fase da vida e aceitar as mudanças que serão geradas, poderá continuar a desfrutar da vida plenamente. É só mais uma etapa da vida.

 

  • Sociedad Española de Ginecología y Obstetricia. 2004. Guía práctica menopausia. Extraído de: http://www.infodoctor.org/rafabravo/guiamenopausia.pdf
  • Jorge Salvador. 2008. Sociedad peruana de obstetricia. CliMatErio Y MENoPaUSia: EPidEMiología Y fiSioPatología. Extraído de: http://www.spog.org.pe/web/revista/index.php/RPGO/article/viewFile/1092/pdf_115
  • María José Alonso Osorio. Colegio farmacéuticos de Barcelona. Hábitos saludables menopausia. Extraído de: https://www.mgc.es/downloads/PDF/setmanes/setmana_ca_201004.pdf