Motivos contundentes para não reutilizar as garrafas de plástico

· 30 de julho de 2018
Segundo o tipo de material usado para fabricar as garrafas, pode ser prejudicial para a nossa saúde se prolongamos seu uso para mais além da data de vencimento indicada no envase.

Por um lado, é muito importante que tenhamos o hábito de reciclar muito presente, já que graças a esta rotina conseguiremos cuidar mais do meio ambiente.

Porém, o que não se deve fazer definitivamente é reutilizar as garrafas de plástico, algo que com certeza muitos de nós fazemos desde muito tempo.

Se você quiser saber porque não deve fazer isso, te convidamos a continuar a leitura deste artigo.

Em primeiro lugar, é preciso ter em conta os dados encontrados por diferentes estudos realizados pelo Instituto Nacional de Ciência Sanitária Meio Ambiental dos Estados Unidos.

Através de uma amostra se descobriu que um terço das marcas continham contaminantes bacterianos ou químicos que continham carcinógenos.

Tanto é assim que os níveis de carcinógenos encontrados superavam os padrões impostos às indústrias.

As garrafas de plástico podem emanar químicos perigosos

Não deve reutilizar as garrafas de plástico

As garrafas de plástico não são tão inofensivas como muitos acreditam e podem emanar químicos perigosos. Por isso, é fundamental prestar atenção aos símbolos especiais que são encontrados no fundo das garrafas.

Dentre eles estão triângulos com cifras que significam o tipo de plástico do qual a garrafa foi preparada.

  • Deste modo, as garrafas que você observar marcadas com “1” (PET) só são seguras em uso descartável.

Se estão em algum lugar com presença de oxigênio, caso esquentem ou sejam expostas aos raios solares, este tipo de garrafa emanaria substâncias tóxicas que passariam para a água, o que representaria um alto risco.

  •  Por outro lado, se você vê que possui garrafas com “3” e “7”, ou seja, PVC e PC, cuidado porque se trata de um tipo de garrafa que emana substâncias tóxicas que podem penetrar nos alimentos e nas bebidas.

Este tipo de garrafa poderia acabar causando doenças perigosas.

  • As garrafas que são ótimas para o uso refil são as que são feitas a base de polietileno, e marcadas com “2” e “4”, e as garrafas de polipropileno, marcadas com “5” e as letras PP.

Estas garrafas são relativamente seguras se usadas para armazenar a água fria e se as desinfeta adequadamente.

Visite este artigo: 19 maneiras criativas de reciclar embalagens de lata

Cuidado com as bactérias

Não deveria reutilizar as garrafas de plástico a menos que coloque produtos quimicos

Outro dos aspectos que devemos considerar na hora de tratar as garrafas de plástico são as bactérias que elas podem armazenar.

É que, o nível de bactérias nestas garrafas costuma superar as quantidades seguras para o organismo.

Somos nós mesmos que criamos as condições perfeitas para que ocorra o crescimento dos micróbios quando tomamos uma garrafa com as mãos sujas e nela colocamos água à temperatura ambiente.

Além disso, nem sempre é suficiente lavar bem a garrafa. Inclusive fazendo este processo, que teria que ser eficaz em si mesmo, o certo é que não é assim.

Depois de lavar bem a garrafa também podemos nos intoxicar ou inclusive nos contagiar com hepatite A.

Também é importante recalcar que a maior quantidade de bactérias está nas bocas das garrafas e nem sempre é possível lavar bem essa parte.

As tampas deslizantes estão cheias de micróbios que entram na boca. Um bom modo de tentar se proteger é beber com um canudinho.

Atenção ao lugar onde você guarda as garrafas

Não deve reutilizar as garrafas de plástico que já estiveram com produtos de limpeza

Elas não devem ser guardadas em lugares onde as temperaturas são altas.

As temperaturas altas podem fazer com que o plástico das garrafas de água filtre produtos químicos que podem ser daninhos para o nosso corpo.

Ainda, também pode ser perigoso armazenar água na garagem ou na despensa, próxima a saídas de gás, pesticidas ou outros químicos que poderiam afetar seu cheiro e sabor.

Quer saber mais? Leia: 5 Razões para consumir menos água engarrafada

Podem produzir antimônio

Se quiser beber água limpa não deve reutilizar as garrafas de plástico

O antimônio é um material tóxico que é usado com frequência na fabricação de garrafas de água. Quanto mais tempo se mantém uma garrafa de água, mais antimônio ela pode produzir.

O antimônio pode causar náuseas, vômitos e diarreia, por isso é importante beber a garrafa de água quando comprada e não armazená-la por muito mais tempo.