Meu grande segredo: sofro de ansiedade

08 Setembro, 2020
A ansiedade é um transtorno com o qual muitas pessoas sofrem em silêncio, ainda que afete a vida e as relações com os demais. Compreender quem sofre de ansiedade é o primeiro passo para ajudá-los a viver sem sofrer constantemente com isso.

Há muitas pessoas que sofrem com a ansiedade. Um problema que afeta uma grande parte da população, causando-lhes um grande mal-estar e os impossibilitando de realizar muitas de suas tarefas diárias. Mas esse estado de ansiedade às vezes não se manifesta de uma forma “chamativa”.

As pessoas que têm esse problema talvez se comportem de uma forma negativa com os demais e, às vezes, seus atos podem parecer incompreensíveis. É por isso que você deve tentar compreender o que está acontecendo ainda que, às vezes, nem mesmo as pessoas ansiosas o saibam.

A ansiedade pode ser um verdadeiro calvário

Pensamos que a ansiedade é algo similar ao estresse: passageiro, mas isso não é verdade. A pessoa ansiosa pode conviver com esse estado durante um tempo mais que suficiente para gerar sérios problemas de saúde.

A pessoa ansiosa vive em um contínuo estado de angústia. Essa angústia é algo que a persegue constantemente e, por mais que queira, não consegue se livrar dela. Por isso, muitas pessoas que sofrem de ansiedade podem ficar irritadas com facilidade.

Infelizmente, as pessoas ansiosas sabem que sempre estão à espera de que algo ruim aconteça com elas, pois no momento que menos se espera, a terrível ansiedade pode surgir.

Quem nunca sofreu com esse problema dificilmente consegue se colocar no lugar da pessoa ansiosa. Além disso, a ansiedade às vezes é chamada de “a epidemia silenciosa”, segundo uma pesquisa publicada na revista Psicologia Científica.

Descubra como encher sua casa de energia positiva

As pessoas que sofrem com esse problema vivem um verdadeiro calvário porque, na maioria das ocasiões, não sabem o que está acontecendo com elas, nem por quê. É algo que pode ser resultado de um fato que aconteceu há muitos anos, ou de um acúmulo de coisas. Em todo caso,elas precisam de ajuda.

Precisam de ajuda

Ainda que existam enfermidades que não podemos identificar apenas olhando para a pessoa (isso não se passa apenas com a ansiedade, mas também com a depressão), devemos ser compreensivos e tentar ajudar de alguma maneira.

A seguir, vamos apresentar alguns conselhos que podem ser úteis para ajudar as pessoas que sofrem de ansiedade (e os outros ao seu redor):

  • Ser compassivo: às vezes, devemos apenas estar junto, fazer a outra pessoa saber que pode contar conosco se precisar em algum momento.
  • Entender que a pessoa ansiosa não consegue escapar: por mais que queira, a pessoa com ansiedade não pode escapar de si mesma. Está presa, encurralada, e isso é algo que devemos compreender.
  • Até a coisa mais simples as satura: não é que se estressem ou se bloqueiem com facilidade, é que estão tão sobrecarregadas que qualquer coisa, por mais simples que seja, vai saturar.
  • Não conseguem explicar o que acontece com elas, principalmente porque, às vezes, a ansiedade não tem um motivo claro por trás dela. Por isso, não devemos crer que o que sentem não é algo real, porque é sim.
  • Preocupam-se com coisas ridículas: sim, com coisas que você pensará que são tolices, mas que para elas não são!
  • Recomendar que a pessoa que sofre de ansiedade busque ajuda profissional: sempre que possível, a melhor recomendação para quem sofre de ansiedade é procurar ajuda de um profissional de saúde mental.

Não perca:  A depressão e a ansiedade são sinais de luta, não de fraqueza

Quando sua mente é a sua maior inimiga

É difícil se colocar no lugar da pessoa ansiosa, mas devemos fazer um grande esforço para entendê-la e oferecer nossa ajuda, o máximo que pudermos. Não é fácil e, às vezes, não a compreenderemos.

Alguma vez você já esteve em contato com uma pessoa depressiva? Assim como as pessoas que sofrem de ansiedade, elas às vezes mostram um mau comportamento em relação aos outros, fazendo com que se afastem. Na verdade, elas não querem isso, mas estão sofrendo tanto que expressam seu mal-estar dessa maneira tão inadequada.

Quando temos um problema em nossa mente que não podemos controlar, este se volta contra nós. A ansiedade, como afirmamos anteriormente, é muito difícil de solucionar. Também é difícil identificar sua origem pois, às vezes, a causa se encontra no passado.

Tanto se você sofreu de ansiedade quanto se alguém próximo está sofrendo, você saberá agora que é algo com que se vive em segredo e em silêncio. A pessoa que sofre também não entende muito o que está acontecendo, mas precisa de toda a sua ajuda para poder superar esse problema.

Nota: se você acha que precisa de ajuda, lembre-se que sempre pode consultar um psicólogo. O profissional poderá oferecer uma terapia de acordo com o seu caso.

  • Puchol, D. (2003). Los trastornos de ansiedad: la epidemia silenciosa del siglo XXI. Revista psicologiacientifica. com.