Mãe de primeira viagem: guia de sobrevivência

Ser mãe é um acontecimento que gera muita incerteza nas mulheres, especialmente as que são mães de primeira viagem. Neste post, trazemos um guia útil para que você dê seus primeiros passos como mãe.

Olá, futura mãe de primeira viagem. Você desejava ser mãe e seu desejo se cumpriu. Que alegria! Está grávida e terá seu primeiro filho. É normal que nesta etapa você sinta medo e muita incerteza. No entanto, ser mãe será sempre uma benção.

Sim, existem muitas coisas para aprender, mas pouco a pouco você verá que não é tão difícil quanto parece, e desfrutará cada experiência durante e depois da gravidez. 

Você vai ser mãe de primeira viagem?

Enquanto as semanas passam, o bebê cresce e, junto com ele, o nervosismo da mãe de primeira viagem. Mas, tenho um notícia: o instinto materno é algo natural. Assim, alivie um pouco as suas preocupações e aprecie este momento. Noves meses passam voando!

Todos os dias surgem novas perguntas, e mesmo que as crianças não venham com um manual de instruções, queremos ajudá-la para que se sinta mais preparada.

Mãe ninando seu bebê

Por que a pele do bebê é transparente?

Quando você vir seu filho pela primeira vez, notará que ele tem a pele (especialmente as mãos e os pés) de uma cor vermelha arroxeada e que, além disso, vem com uma substância esbranquiçada. Isso se deve ao esforço que fez para atravessar o canal do parto, mas desaparece no transcorrer dos dias.

Esta substância esbranquiçada se chama vérnix e é a camada de gordura que protegeu seu corpo durante a gravidezÉ absorvido somente 2 ou 3 dias depois do nascimento. Se sua pele tem um aspecto transparente ou está muito enrugada, lembre-se de que ele esteve nadando em líquido amniótico durante 9 meses, e que seu sistema circulatório ainda está se desenvolvendo.

É normal que o bebê fique vesgo?

Sim, é normal que os bebês fiquem vesgos nos primeiros 4 meses. Isso se deve a duas razões: a imaturidade dos músculos oculares e o quanto enxergam mal quando nascem. Os impulsos nervosos são ineficazes na hora de mover o corpo. É por isso que os bebês se movem de forma desengonçada, pois seus músculos não permitem fazê-lo bem.

Por esta razão, os bebês não coordenam, não engatinham e não se movem muito. O mesmo acontece com os músculos oculares. Por serem imaturos, fazem com que os olhos se movam bruscamente e persigam com o olhar algo que lhes chamou a atenção, chegando, às vezes, a cruzar ambos olhos.

As crianças, quando nascem, têm um foco muito pobre, só reconhecem com nitidez o que se encontra a uns 20 ou 30 cm de distância. Sua visão não permite mais, e quando tentam olhar coisas que estão mais longe, acabam ficando vesgas.

Mãe sorrindo para seu bebê

Quantas vezes por dia devo trocar a fralda?

Durante as primeiras semanas de vida, o bebê suja a fralda a cada 3 ou 4 horas. Este ritmo varia muito de um bebê para o outro, e também depende da alimentação de cada um. O normal é que seja necessário trocar a fralda entre 8 a 10 vezes por dia.

Cada vez que trocá-lo, você deve lavar seu bumbum com água morna e secar bem com uma toalha de algodão. Observe se a urina está com uma cor clara, sem cheiro e em pouca quantidade. Do contrário, isso pode ser um indicador que o bebê não está tomando o leite necessário durante a amamentação ou que a mistura de leite em pó com água está muito concentrada.

Nas primeiras 24 horas, o recém nascido expulsa o mecônio (fezes escuras e quase pretas). Depois disso, o bebê deve sujar a fralda 4 vezes por dia, no mínimo.

Como cuidar do cordão umbilical?

Como mãe de primeira viagem, é importante saber que o cordão umbilical se desprende de forma natural depois de 5 a 15 dias. Não tente arrancá-lo, mesmo que esteja quase desprendido. O cordão umbilical deve ser mantido limpo para prevenir possíveis infecções.

Evite tampá-lo com a fralda. Desta forma, não terá chance de se sujar com a urina ou fezes do bebê. Quando mais seco se mantiver, mais rápido se desprenderá. Não dê banho no bebê nos primeiros dias de nascido. Limpe-o com pequenas esponjas ou toalhas úmidas. Também podemos limpá-los com um antisséptico.

Mãe com seu bebê no colo

A seguir, daremos um passo a passo da maneira correta de limpar o cordão umbilical:

  • Lave muito bem as mãos.
  • Embeba uma gaze estéril na solução antisséptica.
  • Limpe com suavidade ao redor do cordão.
  • Levante a pinça que segura o cordão para chegar a todas as partes e não deixar nenhuma parte da pele sem limpar.
  • Repita o processo duas vezes por dia.

Sabemos o quão importante isso é para você. Por isso, não iremos deixá-la sozinha no processo. Seu instinto materno irá ajudá-la a fazer as coisas da melhor maneira. Para o seu filho, você sempre será a melhor do mundo. Acredite em você!

Recomendados para você