Quando chamar o pediatra imediatamente

31 de janeiro de 2019
Há certos quadros clínicos para os quais você precisa chamar o pediatra imediatamente. Confirme com o especialista quais são os horários e as formas de contato para os quais você pode ligar em caso de emergência.

Os pais de primeira viagem, sem dúvida, irão chamar o pediatra com maior frequência do que aqueles que já têm outros filhos. A inexperiência pode levá-los a ficarem obcecados e, ao menor sintoma que não conseguirem interpretar, recorrerão imediatamente ao médico.

Quantas vezes posso ligar para o pediatra?

Na relação que se estabelece com o pediatra dos filhos, deve prevalecer a confiança. Como mãe, você deve se sentir à vontade para ligar para o consultório do pediatra, mesmo para questões de rotina. Verifique com ele se o consultório tem um horário para o atendimento de chamadas.

No entanto, é importante ter em mente que nem sempre o pediatra pode responder a todas as suas perguntas sem ver seu filho pessoalmente. Se o seu médico lhe pedir para que leve o seu filho, o mais aconselhável que você se dirija até o seu consultório.

Hoje em dia, a tecnologia desenvolveu numerosas formas de comunicação; você pode confirmar em sua primeira consulta com o pediatra quais são as melhores maneiras de contatá-lo, para ligar para ele em casos emergências: bip, mensagens de texto, WhatsApp, mensagem de voz, ou ligar diretamente para ele.

Veja também: 8 coisas que você nunca deve fazer com um bebê recém-nascido

Quando você deve chamar o pediatra imediatamente?

A Academia Americana de Pediatria desenvolveu a seguinte lista de situações e recomendações a considerar, para saber quando é necessário chamar o pediatra imediatamente.

Se seu filho apresentar algum dos seguintes sintomas, não hesite em comunicar-se com o médico que atende você, não importa quantas vezes deva insistir até que lhe atenda. Seja um bebê ou uma criança, sua saúde depende de sua chamada:

  • Vômitos e diarreia que duram várias horas em uma criança de qualquer idade.
  • Erupções na pele, especialmente se estão acompanhadas de febre.
  • Qualquer tipo de tosse ou resfriado, que não melhore em vários dias.
  • Cortes ou feridas que merecem sutura.
  • Manquejar, ou incapacidade de mover um braço ou perna após uma queda.
  • Dor de ouvido com febre ou secreções nos mesmos.
  • Dor severa na garganta, ou dificuldade para engolir
  • Dores agudas, ou focalizadas no abdômen.
  • Dor que piora, ou não desaparece depois de várias horas.
  • Febre que exceda aos 38 ° C ou mais, em um bebê com menos de 2 meses.
  • Febre e vômito simultaneamente.
  • Sangue na urina ou nas fezes.
  • Diarreia com sangue.
Quando você deve chamar o pediatra imediatamente: muita dor abdominal

Quando você deve chamar os serviços de emergência?

Existem situações em que chamar o pediatra é insuficiente; como os acidentes ou sintomas graves, que colocam em risco a vida do seu filho. É por isso que, no caso de surgirem essas situações, chame urgentemente os serviços de emergência na sua localidade, tanto para enviar uma ambulância, como se já estiver a caminho do centro hospitalar, e precisar de cuidados urgentes.

  • Sangramento que não para, mesmo aplicando pressão direta sobre a ferida.
  • Suspeita de intoxicação por produtos tóxicos, como alvejantes, cloro, medicamentos, produtos de limpeza, entre outros.
  • Convulsões (agitação rítmica e perda de consciência).
  • Dificuldade para respirar
  • Mudança da cor dos lábios e pele (fica azul, roxo, ou cinza).
  • Rigidez no pescoço.
  • Lesão na cabeça com perda de consciência, confusão, vômito, ou alterações na cor da pele.
  • Súbita perda de energia ou incapacidade de se mover.
  • Perda de consciência, a criança não responde a nenhum estímulo.
  • Seu filho age de forma estranha, torna-se mais retraído e menos alerta.
  • Um corte ou queimadura seja grande ou envolva a cabeça, tórax, abdômen, mãos, virilha, ou rosto de seu filho.

Você pode estar interessado: Como preparar um remédio com cebola para aliviar a tosse, a gripe e as alergias

Recomendações ao chamar o pediatra: situações graves

Recomendações ao chamar o pediatra

Em conclusão, antes de fazer a chamada, pegue uma caneta e um caderno para escrever qualquer instrução. Quando você fica nervoso, é fácil esquecer rapidamente as instruções que o médico está lhe dando.

Enquanto estiver telefonando, certifique-se de que seu filho esteja perto do telefone, especialmente se ele for uma criança que possa responder à uma pergunta específica, que o especialista possa fazer sobre o desconforto ou sintomas que está apresentando.

Sobretudo, é importante que você dê a maior quantidade de informações ao pediatra; se tiver febre, anote a temperatura e o tempo que você a tomou; se teve problemas médicos relacionados com a chamada, lembre-os ao médico. Certifique-se de ter todas as informações sobre os medicamentos que a criança tomou.

Além disso, quando você ligar para o pediatra, tenha o registro de vacinas que seu filho recebeu, caso o médico lhe faça uma pergunta a respeito desse assunto.