Quem tem luz própria incomoda quem está na escuridão

25 Agosto, 2020
Sentir orgulho do que somos nos faz brilhar com luz própria, mas é preciso tomar cuidado com aqueles que querem apagá-la. Vejamos como conseguir isso.

Ter luz própria é desfrutar de uma boa autoestima e ter orgulho do que somos. Significa aspirar com força a realidade que nos envolve. Além disso, também é saber como dar felicidade aos outros.

Afinal, a vida não é tão complicada. Se deixarmos de nos “apegar” ao materialismo, ao egoísmo e, por sua vez, evitarmos depender excessivamente de outras pessoas, seremos mais livres e autênticos para viver em plenitude.

Agora… O que queremos dizer com estar na “escuridão”? Algumas pessoas gastam metade de sua vida presas nessa dimensão. Nela, a inveja, o rancor e o ressentimento em relação aos outros fazem com que não possam ser felizes.

E devemos ter cuidado porque, às vezes, as pessoas obscuras podem apagar as nossas luzes. Vamos refletir sobre isso hoje.

A importância de ter luz própria

A importância de ter luz própria

Ninguém vai lhe dar a sua luz, as pessoas têm que aprender a cultivar as suas próprias luzes, lidando com as possíveis obscuridades que a vida nos traz de tempos em tempos. Para ter luz própria, é necessário ter assumido e integrado todos esses aspectos:

  • Aprender que somos pessoas únicas e autênticas. Tudo que você é e o que conseguiu ajuda a identificá-lo e deve ser motivo de orgulho.
  • Os erros ou fracassos do passado não devem ser escondidos e nem ser fonte de vergonha. São experiências vividas que dão riqueza ao nosso ciclo vital. São fatos com os quais aprendemos e crescemos.
  • Ter luz própria significa também saber cultivar a reciprocidade. Conhecemos a nós mesmos e somos empáticos com os demais. Desta forma, entendemos as suas dificuldades e nos alegramos com as suas alegrias; e nunca hesitemos na hora de ajudar nem de atender a quem precisa de nós, porque isso faz parte da nossa identidade e nos enriquece.

Assumir todos estes aspectos requer, sem dúvida, tempo e equilíbrio interior. Em algumas ocasiões, a vida não nos trata muito bem. O passado de algumas relações familiares traumáticas, parceiros que nos fizeram mal, ou ter que passar por alguma doença, são situações que criam muita escuridão em nossos corações.

No entanto, acreditemos ou não, ninguém nasce com luz própria. A luz, a sorte e a felicidade são construídas a cada dia, quando somos conscientes de que merecemos sorrir e nos levantamos fortalecidos das adversidades que a vida nos apresenta.

Leia também: Não deixe que os outros o arrastem para as suas próprias tempestades

Proteja-se das pessoas que apagam luzes

Há quem apague luzes através do seu negativismo. Isso se refere a sua habilidade de nos fazer acreditar que não somos capazes ou merecedores de determinadas coisas na vida.

Se não tivermos uma boa autoestima, acabaremos sofrendo diante deste tipo de ataque, especialmente se eles vêm de pessoas importantes para nós.

Aprenda o que devemos fazer para enfrentar estes comportamentos e seguir conservando a luz própria.

Ignorar

É muito possível que estas pessoas que estão “na escuridão” sejam familiares, ou até algum colega de trabalho. Ao invés de nos irritarmos ou enfrentá-los, o melhor a fazer é ignorá-los.

Entenda que por trás destes comportamentos geralmente se esconde uma baixa autoestima, por isso, precisamos compreender as suas limitações e saber que não são como nós.

Aceite essas pessoas como elas são, aceite a si mesmo, e ignore a situação.

Leia também: 9 características das pessoas altamente sensíveis

Afaste-se do drama

Você conhece muitas pessoas que são viciadas em drama? É este tipo de personalidade que cria as suas próprias tempestades e choram quando chove.

Gostam de praticar o vitimismo, a manipulação, e aumentar qualquer mínimo detalhe para levá-lo ao seu terreno e iniciar uma infinidade de dramas. É algo perigoso e o melhor a fazer é se afastar.

Mantenha-se cercado de pessoas que também têm luz própria

Quem tem luz própria incomoda quem está na escuridão

Fortaleça as suas relações com amigos, parentes e interesses amorosos que tenham os mesmos valores que você e que o enriqueçam. A vida é saber aceitar que nem todos somos iguais, por isso, o importante é não causar danos uns aos outros.

As pessoas importantes para você são as que o fazem feliz, aquelas com quem você aprende a cada dia… elas serão a sua força diante das pessoas que tentam apagar as luzes alheias.

Veja: 4 conselhos para vencer o desânimo e a tristeza

Cultive o seu senso de humor

A vida é felicidade e a felicidade é, antes de qualquer coisa, alegria. Não há arma mais poderosa que o senso de humor: ele alegra corações e desarma as pessoas que trazem consigo a escuridão.

Costuma-se dizer que somente as pessoas inteligentes são capazes de desfrutar de um bom senso de humor. Assim, aplique-o em seu dia a dia e relativize tensões, ilumine a sua vida com o riso e vença quem quer apagar a sua luz.

Em conclusão, devemos aceitar que nesta vida vamos conhecer e ter que nos rodear de pessoas muito complexas. Não podemos mudá-las nem as obrigar a ver o mundo da mesma forma como nós o vemos.

Temos que respeitar, aceitar, e cuidar de nós mesmos para evitar que nos afetem. Enquanto contarmos com pessoas especiais e autênticas no nosso círculo pessoal mais próximo, ninguém será capaz de apagar a nossa luz.

  • Levy, S. T., & Inderbitzin, L. B. (1989). Negativism and countertransference. Journal of the American Psychoanalytic Association, 37(1), 7–30. https://doi.org/10.1177/000306518903700102
  • Kurtz, J. E., & Morey, L. C. (1998). Negativism in evaluative judgments of words among depressed outpatients with borderline personality disorder. Journal of Personality Disorders, 12(4), 351–361.
  • Chaloult, G., & Blondeau, C. (n.d.). [The Use of Humor in Psychotherapy: a View]. Sante mentale au Quebec, 42(1), 425–443.