«Journaling»: o que é e quais são os seus benefícios?

Você tinha um diário quando era criança? O journaling virou moda, mas é algo tão simples quanto pegar uma caneta e papel para anotar tudo o que você sente, experimenta e pensa. Quer saber quais são seus benefícios?
«Journaling»: o que é e quais são os seus benefícios?

Última atualização: 24 junho, 2022

Quando você era jovem, você mantinha um diário? Às vezes, isso era trabalhado na escola e era muito interessante fazer porque naquele caderninho você registrava o que estava acontecendo com você, seus infortúnios, mas também seus desejos. Hoje, conceitos como “o livro de 5 minutos” estão atraindo cada vez mais atenção. O journaling tem uma série de benefícios que devem ser conhecidos.

Em entrevista que a psicóloga Silvia Congost deu para a ABC em 2020, ela disse: « a escrita ajuda a ordenar e dar luz ao que carregamos dentro». Esta é uma afirmação que o acompanhará ao longo deste artigo e que não deve esquecer. O journaling tem efeitos terapêuticos muito benéficos e você só precisa começar a escrever em um diário para descobrir eles.

O que é journaling ?

O journaling é uma prática em que todos os dias você anota em seu caderno as experiências e sensações que o marcaram. Você pode expor como se sentiu ao receber uma recusa de um amigo ou aquela felicidade ao receber uma surpresa inesperada. Além disso, sua sensação por ter ajudado um sem-teto, por exemplo.

Escrever em um diário deve ser feito com freqüência. Isso não significa que você tem que se forçar a escrever todos os dias. Pode haver datas em que isso é impossível ou você simplesmente não sente vontade. O journaling não deve ser forçado porque pode se tornar uma ferramenta com a qual você não se sinta confortável e acabe abandonando.

A escrita Terapêutica em Psicologia

Diário
Escrever pode ser um verdadeiro encontro consigo mesmo e ajudar a resolver questões que o prejudicam.

Existem vários cursos que tratam da escrita terapêutica ao nível da psicologia. De fato, existem muitos profissionais que obtiveram grandes mudanças de seus pacientes graças a isso. Mireia Cabero, professora colaboradora do Departamento de Psicologia e Ciências da Educação da UOC, explica que a escrita pode ajudar a trazer ordem quando os processos emocionais são de alta intensidade.

Além disso, a escrita terapêutica, como a meditação, ajuda a distanciar-se para ver as próprias experiências a partir de uma certa objetividade. Isso pode permitir que você relativize situações que você vivencia de uma forma que afetam no dia a dia Além disso, o journaling também pode ser usado para esse gerenciamento emocional.

Os benefícios do journaling

Embora alguns benefícios do journaling já tenham sido brevemente mencionados, como o fato de ele colocar certos processos emocionais em ordem e permitir que você se distancie do que acontece com você, vale a pena se aprofundar um pouco mais neles. Há muitos benefícios do journaling que você provavelmente não conhece e que o convidarão a pegar um caderno para começar a escrever nele.

Evita pensamentos ruminantes

Pensamentos ruminantes ou obsessivos são especialmente desconfortáveis. Quando você não deixa de lado uma preocupação, ela gira em sua mente até se tornar uma bola cada vez maior e difícil de manejar. Para evitar que isso tenha um impacto negativo no seu presente, escrever o que está passando pela sua cabeça em um diário é uma excelente ideia.

Você vai tirar da cabeça todos aqueles pensamentos que giram sem chegar a lugar nenhum e que só fazem você se sentir mal. Além disso, dessa forma você pode analisar se existe um padrão. O que desencadeia os pensamentos  ruminantes ? Em que momentos específicos eles aparecem? Graças ao journaling, será possível encontrar uma resposta para todas essas perguntas.

Reduz o estresse e a ansiedade

escrita terapêutica
O journaling pode ajudá-lo a liberar o estresse e a se sentir melhor consigo mesmo.

Ana Mª Regueiro, especialista em Psicologiav Clínica e da Saúde, comenta outro dos benefícios da escrita. Ela fala de um “diário de estresse” no qual captura emoções, a fonte do estresse, os pensamentos que aparecem e as ações que realizam. Tudo isso pode ajudar a modificar o comportamento, melhorar a resposta a essas situações e detectar onde está o problema.

Por exemplo, se você sofre de episódios de ansiedade, o  journaling pode revelar que é durante o trabalho que essa ansiedade está presente. Isso estabelecerá uma base para trabalhar para que você possa refletir com a ajuda de um profissional de saúde mental. Só assim, esse estresse e essa ansiedade deixarão de ser um problema para você.

Permite que você se conheça melhor

O journaling também ajuda você a se conhecer melhor. Graças a este diário, você saberá como reage em determinadas situações, o que o preocupa e em que circunstâncias você se sente sobrecarregado. Tudo isso ajuda no autoconhecimento e na realização de mudanças. Quando você está ciente de algo que você não gosta, você pode iniciar um caminho para sua transformação.

Implemente o diário todos os dias

Se você nunca praticou o journaling ou apenas manteve um diário quando criança, talvez seja hora de voltar a esse hábito. Capturar pensamentos em algumas folhas de papel pode significar uma mudança brutal. Uma pausa para a mente e uma melhoria na gestão das emoções que o farão sentir-se melhor.

Pode interessar a você...
Ler e escrever um diário para um envelhecimento cognitivo saudável
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Ler e escrever um diário para um envelhecimento cognitivo saudável

Tanto ler como escrever são duas ações que nos ajudam a manter nosso cérebro desperto para conseguir um envelhecimento cognitivo saudável.



  • Alonso Osorio, A. C. (2021). La escritura terapéutica como técnica para el reconocimiento de emociones en alumnos de sexto grado de primaria durante una pandemia.
  • Andrades-Tobar, M., García, F. E., Concha-Ponce, P., Valiente, C., & Lucero, C. (2021). Predictores de síntomas de ansiedad, depresión y estrés a partir del brote epidémico de COVID-19. Revista de psicopatología y psicología clínica26(1), 13-22.
  • Sohal, M., Singh, P., Dhillon, BS y Gill, HS (2022). Eficacia del diario en el manejo de la enfermedad mental: una revisión sistemática y metanálisis. Medicina familiar y salud comunitaria , 10 (1).