Horas de sono recomendadas de acordo com a idade

28 Abril, 2020
Os padrões de sono mudam ao longo da vida, e é por isso que há um guia aceito pelos cientistas indicando o número de horas de sono recomendadas de acordo com a idade. É um parâmetro confiável para garantir um bom descanso.
 

Atualmente, sabe-se que os padrões de sono mudam de acordo com o estágio da vida em que estamos. É por isso que há uma quantidade de horas de sono recomendadas de acordo com a idade, pois as necessidades orgânicas e o estilo de vida variam com o tempo.

É muito importante dormir um número adequado de horas. Não dormir o suficiente traz grandes problemas, e dormir demais também não é aconselhável. O sono é um processo fundamental para o bom funcionamento do organismo, especialmente o do cérebro.

A quantidade de tempo que cada pessoa deve dormir depende de muitos fatores. É verdade que há recomendações de acordo com a idade, mas esse é apenas um indicador geral. Em casos específicos, pode haver variações dependendo das circunstâncias e condições de cada indivíduo.

A importância de um sono adequado

As horas de sono recomendadas de acordo com a idade não são um valor exato. Na verdade, é muito difícil determinar intervalos precisos. Existem jovens adultos que dormem cinco horas e se sentem bem, enquanto outros precisam dormir nove horas.

Saber se estamos dormindo na hora certa depende dos sinais que indicam que não estamos descansando o suficiente. Em geral, quando uma pessoa sente sono e irritabilidade durante o dia, provavelmente não está descansando adequadamente.

Além disso, quando alguém acorda pela manhã e adormece novamente depois de alguns minutos, pode não ter tido uma noite de sono satisfatória. Um teste muito confiável é dormir por 15 dias sem nenhuma restrição. Isso pode ser feito nas férias. Se no final desse estágio não houver distúrbios do sono e os horários forem regulares, a pessoa terá um bom descanso.

 
A importância do sono para o cérebro

Continue lendo: Podemos recuperar horas de sono?

Horas de sono recomendadas de acordo com a idade

Como observamos, o tempo de sono adequado varia de acordo com a idade. National Sleep Foundation (NSF) apresentou uma lista com valores mínimos e máximos de horas de sono adequadas de acordo com a idade. Ela se baseou nas pesquisas científicas mais recentes a esse respeito.

Com base nesse relatório, as horas de sono recomendadas de acordo com a idade são as seguintes:

  • Recém-nascidos (0 a 3 meses): entre 14 e 17 horas por dia.
  • Bebês (4-11 meses): entre 12 e 15 horas diárias.
  • Crianças pequenas (1-2 anos): entre 11 e 14 horas.
  • Crianças em idade pré-escolar (3-5): entre 10 e 13 horas.
  • Idade escolar (6-13): de 9 a 11 horas.
  • Adolescentes (14-17): entre 8 e 10 horas.
  • Jovens adultos (18 a 25): de 7 a 9 horas.
  • Meia-idade (26-64): entre 7 e 9 horas.
  • Idosos (65 anos ou mais): entre 7 e 8 horas.

Por que a idade influencia a quantidade de horas de sono?

Homem com muito sono
 

Os bebês precisam de mais sono do que os adultos porque isso é essencial para o seu desenvolvimento físico e psicológico. Durante o sono, há uma maior produção do hormônio do crescimento no corpo das crianças. Isso é essencial para modular o crescimento dos órgãos e a maturação do sistema nervoso.

Além disso, bebês e crianças estão em um processo permanente de aprendizado. Somente durante o sono eles conseguem organizar e corrigir as informações que receberam durante o dia. À medida que o crescimento e a maturação são concluídos, o número de horas de sono necessárias diminui.

Por sua vez, durante a adolescência, há uma incompatibilidade temporária do ritmo circadiano, que é uma espécie de relógio biológico interno. Isso os leva a adormecer mais tarde da noite e, portanto, a ter mais dificuldade para acordar cedo. À medida que envelhecemos, precisamos de menos horas de sono sono.

Saiba mais: 4 consequências da criança dormir tarde

A hipótese do avô que dorme mal

Um estudo publicado na revista Proceedings da Royal Society aponta que uma das razões pelas quais os padrões de sono mudam com a idade pode ser uma adaptação evolutiva. Essa possibilidade é conhecida pelo nome de “Hipótese do avô que dorme mal”.

De acordo com esta hipótese, um dos fatores que ajudaram nossos ancestrais a sobreviver foi o fato de uma pessoa estar sempre acordada à noite. Como os idosos realizavam menos atividades durante o dia e o trabalho de vigilância não envolvia grandes esforços, aparentemente eles ficavam encarregados de desempenhar essa função.

 

Nas comunidades primitivas de hoje, foi detectado que os idosos vão dormir muito mais cedo e acordam de madrugada. Esse poderia ser um comportamento herdado de nossos ancestrais humanos, que complementa a explicação a respeito de por que as horas de sono mudam com a idade.

  • Miró, Elena e Iáñez, Ma. Angeles y Cano-Lozano, Ma. del Carmen (2002). Patrones de sueño y salud. Revista Internacional de Psicología Clínica y de la Salud, 2 (2), 301-326. [Fecha de consulta 7 de junio de 2020]. ISSN: 1697-2600. Disponible en: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=337/33720206
  • National Sleep Foundation. “Nuevos tiempos de sueño”. https://www.sleepfoundation.org/press-release/national-sleep-foundation-recommends-new-sleep-times/page/0/1.
  • Samson, DR, Crittenden, AN, Mabulla, IA, Mabulla, AZP y Nunn, CL (2017). La variación del cronotipo impulsa el comportamiento nocturno centinela en cazadores-recolectores. Actas de la Royal Society B: Biological Sciences, 284 (1858), 20170967. https://doi.org/10.1098/rspb.2017.0967.
  • Solari, BF (2015). Trastornos del sueño en la adolescencia. Revista Médica Clínica Las Condes, 26 (1), 60–65. https://doi.org/10.1016/j.rmclc.2015.02.006.