4 consequências da criança dormir tarde

14 de junho de 2018
Para se assegurar de que as crianças não tenham dificuldades em seu desenvolvimento integral, é essencial garantir que elas tenham uma boa qualidade de sono. Este hábito é tão importante quanto a nutrição.

Ter uma boa qualidade de sono não é menos importante do que a nutrição para o desenvolvimento integral das crianças. Embora isso possa parecer óbvio, muitas pessoas estão ignorando se os horários de sono de seus filhos são os mais adequados. Neste artigo falaremos sobre quatro consequências da criança dormir tarde.

O estilo de vida moderno influenciou muito essa situação. Com os pais ocupados no trabalho, horários cheios de atividades escolares e uso excessivo de dispositivos eletrônicos, as horas de descanso inevitavelmente se reduziram.

O mais preocupante é que muitos pais não estão cientes das consequências negativas da criança dormir tarde. Embora pular cochilos ou ir dormir tarde pareça inofensivo, na verdade provoca efeitos negativos que podem durar a vida inteira.

Por que isso é tão prejudicial? O que pode ser feito para melhorar este hábito? Levando em conta que muitos pais estão negligenciando este fato, a seguir queremos compartilhar seus principais riscos e algumas dicas para corrigi-lo.

Leia também: 7 bons hábitos noturnos para dormir melhor

Por que é importante que a criança durma bem?

Menino dormindo ao lado do despertador

Antes de entrar em detalhes sobre as consequências da criança dormir tarde, é importante lembrar por que é tão necessário observar se elas estão cumprindo um horário de descanso adequado. Embora algumas crianças se recusem a dormir cedo, esse hábito é mais importante do que parece.

Um bom descanso, não menos que 10 horas por dia, é uma das maiores fontes de energia para o corpo. Isso permite recarregar a “bateria” do cérebro para que ele tenha um rendimento mental ideal durante todo o dia. Portanto, depois de dormir bem, a criança fica mais alerta e calma.

Por outro lado, o sono também afeta as habilidades físicas. Ao descansar, os músculos são liberados das tensões e ficam prontos para enfrentar os desafios do dia seguinte. E isso, claro, é fundamental para a escola, esportes ou atividades lúdicas.

O que significa ter um sono saudável?

Um sono saudável não significa apenas impedir a criança de ir para a cama tarde. Para otimizar todas as suas funções, é essencial que o sono tenha uma série de características. As mais importantes são:

  • Um período suficiente de sono (não menos de 10 horas)
  • Sono ininterrupto
  • Um número apropriado de cochilos para a idade
  • Um horário de sono que se sincronize com os ritmos circadianos da criança (relógio interno)

Se por algum motivo um desses elementos apresentar falhas, os sintomas da falta de sono podem ser desencadeados. O bom é que existem várias medidas ou hábitos que podem ajudar a manter o sono em boas condições.

Consequências da criança dormir tarde

Uma das grandes dificuldades que os pais têm quando cuidam de seus filhos é acostumá-los a dormir cedo para que cumpram um horário de sono adequado. Com tantas distrações hoje em dia, as crianças fazem cada vez mais resistência para ir dormir.

Mas não prestar atenção à essa questão pode prejudicá-los em seu desenvolvimento e crescimento. Embora pareça não ter efeitos relevantes, um sono ruim pode ser a causa de muitos problemas futuros.

1. Dificuldades de concentração

Menino desperto e atento

Um sono de má qualidade tem vários efeitos negativos na saúde mental da criança. Não dormir o tempo adequado deixa a criança menos alerta mentalmente e incapaz de se concentrar nas atividades.

Muitas vezes, dormir mal é a causa da falta de atenção em suas atividades escolares. Além disso, pode deixar a criança menos ativa e mais preguiçosa.

2. Sonolência

O fato de a criança dormir tarde pode ser a razão pela qual ela sofre de sonolência diurna. Quando ela não cumpre o período de descanso adequado, que pode ser de 10 ou 12 horas de acordo com a idade, experimenta uma sensação maior de cansaço e vontade de dormir durante o dia.

3. Sensação de fadiga

A sonolência vem de mãos dadas com a sensação de fadiga. Ao contrário do que algumas pessoas pensam, esse mal não é exclusivo dos adultos. As crianças podem ter episódios de fraqueza e fadiga devido à má qualidade do sono.

Além disso, às vezes caem em um estado “hiperatenção”, que mais tarde produz distúrbios do sono mais difíceis de resolver. Isso porque aumenta a secreção de hormônios como a adrenalina, que mantém o cérebro acordado.

Criança desanimada na escola

4. Risco de obesidade

Padrões de sono ruins podem aumentar o risco de obesidade infantil. Isto é sugerido pela evidência de uma pesquisa científica na qual dados de 29 estudos realizados em 16 países foram coletados.

De acordo com este documento, colocar a criança para dormir tarde ou permitir um sono curto pode ser um fator de risco para o sobrepeso e a obesidade.

Como melhorar os hábitos de sono da criança?

É fundamental entender que as crianças não superam os problemas do sono por conta própria; estes devem ser resolvidos com a ajuda de seus pais. Para isso, é necessário começar a monitorar seus padrões de sono considerando que, idealmente, eles devem ir para a cama entre as 19h30 e as 20h30 da noite.

Sempre que possível, o trabalho deve ser de toda a família. É mais fácil para a criança entender que ela precisa descansar quando seus pais e irmãos também estão dispostos a dormir pelo tempo necessário.

Além disso, para que não haja interrupções no sono, um local de descanso adequado deve ser garantido, sem elementos de distração como televisores, computadores ou tablets.

Recomendados para você