Diagnóstico e tratamento da hiponatremia

16 Outubro, 2020
Quando a concentração de sódio no sangue é muito baixa, a pessoa desenvolve um distúrbio conhecido como hiponatremia. Em que consiste? Como lidar com ele? Descubra a seguir.

A hiponatremia é um distúrbio eletrolítico que ocorre quando a concentração de sódio no sangue está bem abaixo do que é considerado normal. O sódio é um eletrólito cuja principal função é ajudar a regular a quantidade de água dentro e ao redor das células.

Em casos graves, esse distúrbio pode causar danos significativos. Quando isso ocorre, os níveis de água do corpo aumentam e as células incham. Dessa maneira, muitos problemas de saúde podem surgir.

Sintomas de hiponatremia

Mulher com tontura
Os sintomas da hiponatremia podem variar dependendo da gravidade da doença.

Conforme detalhado em um artigo da revista Conexões Endócrinas, os sintomas da hiponatremia podem variar em cada paciente, dependendo da evolução do distúrbio. De qualquer forma, mesmo que pareçam leves, o ideal é procurar atendimento médico diante da primeira suspeita. As manifestações clínicas incluem:

  • Náusea e vômitos
  • Dor de cabeça
  • Desorientação
  • Agitação e irritabilidade
  • Convulsões
  • Falta de energia e cansaço
  • Coma

Pacientes com hiponatremia crônica podem apresentar sintomas como náusea, vômito, cãibras, distúrbios visuais, dores de cabeça, convulsões e coma. Não se sabe por quê, mas a hiponatremia é mais comum em mulheres jovens e em adolescentes de ambos os sexos.

Leia também: Furosemida: usos e efeitos colaterais

Causas e fatores de risco

O sódio é necessário para manter a pressão sanguínea normal, favorecer o bom funcionamento dos músculos e nervos e regular o equilíbrio de fluidos no corpo. A hiponatremia ocorre quando o nível de sódio é inferior a 135 miliequivalentes por litro. O nível normal está entre 135 e 145 miliequivalentes por litro.

Alguns estilos de vida e muitas doenças podem causar hiponatremia, incluindo os seguintes:

  • Medicamentos: Medicamentos como alguns diuréticos, antidepressivos e analgésicos podem interferir nos processos hormonais e renais, que mantêm os níveis de sódio em níveis saudáveis.
  • Problemas cardíacos, renais e hepáticos: Insuficiência cardíaca congestiva e doenças que afetam os rins ou o fígado podem causar acúmulo de líquido no corpo. Por esse motivo, o sódio é diluído e o nível total diminui.
  • Síndrome da secreção inadequada do hormônio antidiurético: essa condição faz com que o corpo retenha mais água em vez de excretá-la normalmente na urina.
  • Vômitos crônicos ou diarreia e outras causas de desidratação.
  • Beber água em excesso: esse excesso de água pode sobrecarregar a capacidade dos rins de excretar água.
  • Perturbações hormonais: a insuficiência adrenal afeta a capacidade das glândulas suprarrenais de produzir hormônios que ajudam a manter o equilíbrio de sódio, potássio e água.
  • Idade: adultos mais velhos podem ter mais fatores de risco que contribuem para a hiponatremia.
  • Atividades físicas intensas: pessoas que bebem muita água enquanto realizam atividades muito intensas têm um maior risco de hiponatremia.

Você também pode se interessar: Diurético: o que é e para que serve?

Diagnóstico

Exame de sangue
Exames laboratoriais são necessários para diagnosticar a hiponatremia.

O processo de diagnóstico de hiponatremia é complexo e requer vários exames laboratoriais, conforme indicado por uma publicação no Indian Journal of Endocrinology and Metabolism. Para confirmar a existência de hiponatremia, será necessário fazer:

  • Uma boa anamnese.
  • Exame físico do paciente avaliando sinais de edema e desidratação.
  • Determinação de íons no sangue e na urina.
  • Osmolaridade no sangue e na urina.

Dependendo do volume extracelular, três grupos são distinguidos:

  • Hipovolemia: pode ocorrer desidratação.
  • Normovolemia: o nível de sódio está ligeiramente aumentado.
  • Hipervolemia: presença de edema.

Na hiponatremia crônica, os níveis de sódio diminuem gradualmente ao longo de 48 horas ou mais. No entanto, os sintomas e complicações costumam ser mais moderados. Por outro lado, na hiponatremia aguda, os níveis de sódio diminuem rapidamente, resultando em efeitos potencialmente mais graves.

Tratamento da hiponatremia

Quando possível, o tratamento da hiponatremia é direcionado à causa subjacente. Se houver hiponatremia moderada e crônica devido a alimentos, diuréticos ou consumo excessivo de água, a recomendação a seguir será reduzir o consumo de líquidos.

No entanto, em outros casos, o regime diurético deve ser reajustado para aumentar o nível de sódio no sangue. Se a hiponatremia for grave e aguda, o tratamento será mais agressivo e será administrado nos centros hospitalares.

Algumas das opções possíveis são:

  • Fluidos intravenosos: nesses casos, uma solução intravenosa de sódio é administrada para aumentar lentamente os níveis de sódio no sangue. A administração deve ser controlada para que seja lenta, pois se o nível for corrigido muito rapidamente, o desfecho pode ser perigoso.
  • Tratamento farmacológico: os medicamentos são prescritos para controlar os sinais e sintomas de hiponatremia, como dores de cabeça, náusea e convulsões.

Em conclusão, a hiponatremia é um distúrbio que apresenta riscos significativos. Portanto, diante de qualquer sintoma, é essencial consultar um médico para receber um diagnóstico e iniciar o tratamento.

  • Verbalis, J. G., Goldsmith, S. R., Greenberg, A., Korzelius, C., Schrier, R. W., Sterns, R. H., & Thompson, C. J. (2013). Diagnosis, evaluation, and treatment of hyponatremia: Expert panel recommendations. American Journal of Medicine. Elsevier Inc. https://doi.org/10.1016/j.amjmed.2013.07.00
  • Schrier, R. W., & Bansal, S. (2008, December). Diagnosis and management of hyponatremia in acute illness. Current Opinion in Critical Care. https://doi.org/10.1097/MCC.0b013e32830e45e3
  • Hoorn, E. J., & Zietse, R. (2017, May 1). Diagnosis and treatment of hyponatremia: Compilation of the guidelines. Journal of the American Society of Nephrology. American Society of Nephrology. https://doi.org/10.1681/ASN.2016101139
  • Sahay, M., & Sahay, R. (2014, November 1). Hyponatremia: A practical approach. Indian Journal of Endocrinology and Metabolism. Medknow Publications. https://doi.org/10.4103/2230-8210.141320