Bons hábitos que melhoram a flora intestinal

Embora seguir uma dieta adequada seja a base para cuidar da nossa flora intestinal, também devemos exercer uma cuidadosa higiene e evitar hábitos nocivos que possam pô-la em perigo

Cuidar da flora intestinal é essencial para o bom funcionamento do organismo. Os bons hábitos que melhoram a flora intestinal ajudam a manter o sistema digestivo saudável e a prevenir doenças.

O que é a flora intestinal?

As bactérias alojadas no intestino são conhecidas como flora intestinal ou microbiota. A maioria delas é benéfica, apenas uma pequena porcentagem pode ser prejudicial para a saúde.

Juntas, elas formam um ecossistema equilibrado e complexo que se autorregula. Além disso, são a defesa natural do corpo contra infecções e outras doenças.

A flora intestinal ajuda a digestão, o trânsito intestinal, evita a presença de germes nocivos e previne infecções.

Ao mesmo tempo, contribui para o fortalecimento do sistema imunológico. A pequena quantidade de bactérias patogênicas mantém o organismo em alerta e constantemente ativa suas defesas.

Outros benefícios da flora são:

  • Favorece a tolerância à lactose.
  • Ajuda na absorção de cálcio.
  • Protege o fígado, pois neutraliza substâncias nocivas.
  • Também é útil na prevenção do câncer de cólon.

Maus hábitos que alteram a flora intestinal

Mulher estressada

Diferentemente dos bons hábitos que melhoram a flora intestinal, há práticas nocivas que a alteram. Esses maus hábitos causam gases e inchaço, além de aumentar a produção de nitrosamina, um composto químico com ação cancerígena.

  • Dietas pobres em fibras ou ricas em alimentos fritos, açúcar, carnes e alimentos processados ​​e refinados são altamente prejudiciais.
  • O consumo de alimentos crus ou pouco cozidos e água não engarrafada aumenta o desequilíbrio.
  • Estresse, insônia, tabaco, álcool ou antibióticos ameaçam o desenvolvimento normal da flora intestinal.
  • A idade é adicionada como um fator de risco: após 60 anos o número de bactérias benéficas diminui e as doenças aumentam.

O sistema digestivo

O sistema digestivo humano é composto de boca, faringe, esôfago, estômago, intestino delgado e intestino grosso. Mais de 95% das bactérias vivem no trato digestivo, especialmente no cólon.

  • Cada indivíduo hospeda cerca de 400 espécies de micro-organismos, principalmente bacterianos. No total, atingem um peso de até dois quilos, semelhante ao do fígado.

Funções básicas da flora intestinal

Flora intestinal saudável

À flora intestinal são atribuídas três funções básicas: de proteção ou imunitárias, metabólica ou nutritiva e trófica. Todas estas são chaves para o desenvolvimento correto de alguns órgãos.

O desequilíbrio da flora está relacionado ao desenvolvimento de patologias graves, entre as quais estão incluídas:

  • Diabetes
  • Doença de Crohn
  • Esclerose múltipla
  • Obesidade
  • Asma
  • Alergias

Alimentos para cuidar da saúde intestinal

Probióticos

Alimentos probióticos

Os alimentos probióticos são baseados em micro-organismos vivos de origem natural. Quando consumidos nas doses apropriadas, eles reforçam as defesas, minimizam as doenças e melhoram o trânsito intestinal.

Entre eles estão:

  • Iogurte, queijo e leite fermentado
  • Alimentos fermentados como chucrute e kombucha.
  • Azeitonas, picles e outros pepinos curtidos em vinagre são uma fonte rica desses nutrientes.
  • Lactobacillus e bifidobacterium também são bactérias probióticas.

Prebióticos

Os alimentos prebióticos são substâncias que estimulam o crescimento da flora intestinal.

  • Eles são encontrados no alho, cebola, alcachofra, espinafre, banana, soja, milho… E são uma grande ajuda para os idosos.

Probióticos e prebióticos podem fazer parte da composição dos alimentos.

Quais são os hábitos que melhoram a flora intestinal?

Os bons hábitos que melhoram a flora intestinal incluem a ingestão abundante de frutas e vegetais. É importante adicionar alimentos prebióticos e suplementação com probióticos.

  • O iogurte, sem adoçantes ou açúcar, é uma fonte de proteína de qualidade que ajuda a manter o controle do apetite.

Fornece pequenos peptídeos que regulam a pressão e podem combater a resistência à insulina. Além disso, fornece cálcio e é praticamente isento de lactose.

  • O queijo feito a partir de leite cru é rico em probióticos, incluindo os grupos termófilo, bifudus, bulgaricus e acidophilus. É aconselhável comer queijo de ovelha e de cabra.
  • Os leites fermentados com bifidobactérias podem ser muito úteisEles competem contra  os agentes patogênicos e os deslocam, e produzem substâncias que combatem a mucosa do cólon.

Em alguns casos, eles combatem o desconforto digestivo leve.

  • Além disso, ingerir de 1,5 a 2 litros de água por dia faz parte dos bons hábitos que melhoram a flora intestinal. Evite o excesso de proteínas de origem animal.
  • Por outro lado, não podemos esquecer que lavar as mãos antes de comer e depois de ir ao banheiro é essencial.

Recomendados para você