A felicidade não se sustenta com sonhos, e sim com a realidade

· 15 de fevereiro de 2017
Para alcançar a felicidade é muito provável que tenhamos que passar por maus momentos nos quais iremos querer largar tudo, mas somente assim poderemos valorizar o que conseguirmos. 

Os sonhos são importantes. Eles nos fazem ter esperanças e encostar na felicidade. No entanto, se queremos que ela perdure, devemos orientar nosso olhar para a realidade.

Muitos de nossos desejos ficam simplesmente nisso: meras ideias que jamais chegam a ganhar vida. Talvez porque não as racionalizamos corretamente.

Talvez tenhamos nos deixado levar pela confiança que nos embriagava naquele momento.

No entanto, isso que parece tão positivo, ainda sabendo que nos traz um breve instante de felicidade, pode se converter em algo muito mais grave que levantará milhares de barreiras.

A realidade é quem manda

casal com os olhos vendados para a realidade

Parece muito contraditório, não? Sonhos que ficam somente em meros pensamentos, realidades que nos esbofeteiam e jogam a gente para trás… A chave se encontra no equilíbrio.

Para começar, é imprescindível que saibamos algumas chaves que nos farão colocar nossos pés no chão. Isso evitará que caiamos em fantasias irrealizáveis:

  • Podemos conseguir aquilo que nos propomos? Sem percebermos, desejamos chegar onde não podemos. Não porque não queremos, e sim porque não temos os meios para isso.
  • Seja por dinheiro, trabalho ou questões familiares, existem muitas coisas que evitarão que nossos desejos sejam cumpridos.
  • Seja honesto consigo mesmo e comprove suas forças e fraquezas. Você não pode querer ser um médico se só de ver sangue você desmaia. Você tem que ver a realidade, ver suas habilidades, no que é bom e no que é ruim e, a partir daí, avançar.
  • O caminho se faz andando. Se você está ancorado em sua zona de conforto, como pretende conseguir o que quer? Temos que nos colocar em movimento, fazer com que todas as nossas ações sejam encaminhadas para conseguirmos o que queremos.

Se ficarmos parados não chegaremos a lugar algum.

mulher presa negando a realidade

É necessário levar em conta estes três pontos, pois serão fundamentais para poder ter sucesso na realização do que queremos. Para que nossos desejos sejam uma realidade.

Se os dois primeiros estão claros, está faltando o mais importante. Não fique calado.

Na felicidade nem tudo é positivo

Mulher negando a realidade

A felicidade não é um mundo cor de rosa; ela também terá penumbras e áreas escuras. Porque confundimos este termo com “estar feliz sempre”, algo que é impossível, já que as emoções variam continuamente.

Felicidade não é nada mais do que estar em harmonia, mesmo que a corrente não esteja a nosso favor e apareçam pequenos redemoinhos ao nosso redor.

Você se desestabiliza quando começa a pensar em sonhos impossíveis e a acreditar que tudo vem de forma fácil e simples. No entanto, está errado.

As coisas que queremos conseguir são obtidas na base do esforço e sacrifício. Horas dedicadas a si mesmo, a ser melhor no que faz, a se superar todos os dias um pouco mais na base dos erros cometidos.

Não estaremos certos em pensar que cada erro nos joga para baixo nos fazendo desistir. Isso não é nada mais do que uma oportunidade de redirecionar seu caminho pelo caminho correto.

Não deixe de ler: Autoestima, chave para a nossa felicidade

Porque a felicidade não é só alegria, já que em nós estão presentes as emoções positivas, mas também as negativas. Ambas as partes têm uma finalidade.

Abra os olhos para a realidade

Mulher com os olhos vendados para a realidade

Ficamos cegos durante muito tempo. Acreditamos que um fracasso era uma derrota. Entretanto, era somente um convite para abrir os olhos e perceber em que estávamos errando até aquele momento.

Por acaso você desistiu de caminhar toda vez que caía quando era pequeno? Deixou de tentar apesar dos arranhões e feridas nos joelhos?

Quando crianças, éramos muito mais persistentes do que agora. Isso porque agora estamos cheios de medo e de dúvidas, de inseguranças e de suposições que não são reais.

Antes de ir, leia também: Abrindo os olhos aprendemos mais do que abrindo a boca

Comece a dar passos curtos para o que você quer. Tenha paciência, pois mesmo que você ache que o tempo está passando rápido, na verdade ele está mais lento do que você pensa.

Pouco a pouco, sem desistir, com vontade, ânimo e perseverança, você perceberá que a felicidade se baseia em realidades, não em hipóteses irrealizáveis. 

Então, gostou deste artigo? Sendo assim, continue na nossa página porque temos mais dicas para a sua saúde, beleza e bem-estar.

Schupak, C. y Rosenthal, J. (2008). Excessive daydreaming: a case history and discussion of mind wandering and high fantasy proneness. Somer, E. (2018). Maladaptative daydreaming: a qualitative inquiry. Journal of Contemporary Prychotherapy, 32(2/3): 197-212.