Estratégias para pegar no sono após acordar no meio da noite

· 7 de dezembro de 2017
Ao invés de ficar nervoso porque não consegue dormir, procure relaxar e visualizar imagens calmas que possam ajudá-lo a pegar no sono novamente.

Quando você desperta à noite, seu cérebro inicia uma espiral complexa em que combina ansiedade, cansaço e a dúvida desesperada de por que você não está conseguindo voltar a dormir. Quais são algumas estratégias para pegar no sono nestas situações?

As pessoas com um sono leve são as que mais experimentam este tipo de problema.

Neste caso, o mais comum é que seu descanso se caraterize por não passar quase nunca da terceira fase na qual podemos alcançar o sono REM ou o sono profundo.

Depois disso, a pessoa se levanta na manhã seguinte cansada, com dor de cabeça e com a sensação clara de não ter recuperado as energias.

Fica claro que o fato de despertarmos à noite se deve a muitas razões.

A insônia é uma delas, mas o estresse e a ansiedade são emoções negativas que alteram nossa química cerebral e que causam este tipo de disfunções em nosso descanso.

Hoje, em nosso espaço, queremos explicar quais estratégias para pegar no sono você pode colocar em prática nestes casos. Não deixe de aplicá-las segundo suas necessidades para ter um sono profundo e reparador.

Conheça algumas estratégias para pegar no sono

John Lloyd é um conhecido produtor de televisão da BBC que conseguiu muita fama depois de dirigir um programa sobre curiosidades científicas.

Ele é autor de “O Livro da Ignorância Geral” e, em um de seus capítulos, trata as estratégias para pegar no sono que, para ele, são equivocadas, mas que muitas vezes usamos quando estamos tentando voltar a dormir:

  • Nos levantarmos para dar uma volta pela casa.
  • Nos concentrarmos em verbalizações como “vou dormir, tenho que descansar”.
  • Contar séries numéricas.
  • Assistir televisão por alguns minutos esperando que o sono nos vença.

Todos estes mecanismos respondem ao que se conhece como “o elefante rosa”. Ou seja, basta nos dizerem “não pense no elefante rosa” para causar esse pensamento de modo obsessivo. Com a insônia ocorre o mesmo.

Contar ovelhas, nos convencermos de que devemos dormir ou assistir televisão são ações que alimentam ainda mais este estado e a ansiedade. A seguir, explicaremos o que seria o melhor nestes casos.

Elefante cor-de-rosa

1. A importância da temperatura corporal

Este dado pode parecer curioso, mas não deixa de ter respaldo médico. Para pegar no sono profundo precisamos ter uma temperatura do ambiente entre 19 e 22 graus centígrados.

  • Sentir “um pouco” de frio facilita o relaxamento e nos ajuda a oxigenar um pouco mais o cérebro.
  • Você pode abaixar um pouco o cobertor até altura da cintura ou usar uma roupa mais leve, um pijama ou camisola.
  • Se você dorme de meias, tire e coloque um pé pra fora do cobertor. Este ato tão singular lhe permitirá também regular sua temperatura.
  • Se preferir, também pode abrir um pouco a janela.

Mulher com meias coloridas

2. Sua postura

Agora, vamos melhorar nosso eixo postural na cama para otimizar o descanso e facilitar para que possamos dormir de novo.

É importante dormir do lado esquerdo, pois deste modo você não comprimirá o fígado e facilitará que o organismo desempenhe seus processos sem exercer nenhuma pressão.

  • Agora, coloque uma almofada entre as pernas. Assim, cuidará da lombar e da coluna vertebral e permitirá um equilíbrio corporal adequado.
  • Com esta posição, além disso, aliviará tensões musculares e se sentirá mais relaxado.

3. Supressão dos pensamentos ansiogênicos (que geram ansiedade)

Castelo dos sonhos sobre uma montanha

Quando você acorda no meio da noite, o mais comum é afundar no travesseiro e ficar virando de um lado para o outro, desejando voltar a dormir.

  • Pensamentos como “devo dormir porque em 4 horas tenho que levantar para trabalhar”,só fazem intensificar a ansiedade. É necessário evitá-los.
  • Substitua as verbalizações mentais por imagens.
  • Visualizar algo sempre impacta muito mais nosso cérebro para promover sensações acolhedoras.

As palavras exigem outro tipo de atividade que tende a estimular muito nossos hemisférios cerebrais, assim, nestes casos, para favorecer o sono, depois de termos despertado o ideal é aplicar estas estratégias:

O palácio da serenidade

  • Visualize um palácio reluzente. Você se aproxima dele, pouco a pouco, para entrar em um côdomo branco, de luz serena.
  • Este cômodo tem grandes janelas que se abrem para um cenário calmo onde o entardecer cai.
  • Neste cenário plácido, escuta-se o barulho de um rio que corre ao seu redor.
  • A temperatura é perfeita, nada rompe este fio de perfeito equilíbrio. Os problemas ficam em outro universo distante, e nada, absolutamente nada pode te alcançar nesta sala de cor branca e tranquila.
  • Você se sente leve e muito relaxado: tanto que escolhe se deitar em um divã para se envolver nessa magia.

Estas imagens devem relaxar sua mente e seu corpo. Considere também que as pessoas habituadas a realizar exercícios de meditação em algum momento do dia desenvolvem estas estratégias de forma mais efetiva.

Coloque-as em prática, tente sempre começar procurando uma postura para, depois, iniciar estes simples exercícios de visualização.