Erupção do vulcão La Palma: quais são as consequências para a saúde?

As erupções vulcânicas são perigosas no momento em que ocorrem, mas também a longo prazo. Pacientes respiratórios devem tomar precauções extras.
Erupção do vulcão La Palma: quais são as consequências para a saúde?

Última atualização: 22 Setembro, 2021

Nesta semana, a erupção do vulcão Cumbre Vieja em La Palma, uma ilha que faz parte das Ilhas Canárias, se tornou notícia. É a primeira erupção na ilha desde 1971, e as perdas econômicas são enormes.

Além disso, a situação de saúde preocupa. As erupções vulcânicas acarretam uma série de riscos imediatos à vida, mas também a médio e longo prazo, devido às cinzas que voam, à fumaça tóxica e às reações da lava com o mar, quando entra em contato com a água.

Após a erupção do vulcão em La Palma no domingo, houve alguns tremores e os especialistas presumem que a atividade da lava pode durar alguns meses. Até agora, mais de 6.000 pessoas foram evacuadas e a lava já cobriu cerca de 100 hectares.

Em termos econômicos, as perdas estimadas rondam os 400 milhões de euros. Quase 200 casas foram engolidas pelo avanço do fenômeno e novos danos estruturais são esperados no futuro.

Vejamos, então, quais podem ser as consequências para a saúde de uma erupção vulcânica desse tipo. Analisaremos também quais são as recomendações específicas para se cuidar nesses eventos.

Risco de ferimentos devido à erupção do vulcão em La Palma

As erupções vulcânicas geram danos estruturais que levam a problemas econômicos, mas esses danos também podem causar ferimentos nas pessoas. A queda de um telhado, o desabamento de paredes e a destruição de edifícios são comuns nestes eventos.

Os acidentes de carro também devem ser considerados. A falta de boa visibilidade devido ao nevoeiro gerado pelas cinzas e a confusão dos motoristas que são pegos de forma inesperada em seus trajetos favorecem os acidentes.

A eletricidade não é uma questão menor nem deve ser negligenciada. O colapso de estruturas de edifícios e estradas muitas vezes danifica cabos e conexões de transmissão de energia. Se a esta se juntar a presença de água, devido à proximidade do mar, chuvas concomitantes ou canos partidos, existe o risco de choque elétrico.

Fogo em uma casa após a erupção de um vulcão
Casas e edifícios podem pegar fogo, desabar ou inundar após erupções vulcânicas e tremores associados.

Como agir neste caso?

Para reduzir o risco de trauma em uma erupção de vulcão, como é o caso agora em La Palma, as autoridades devem criar abrigos de emergência para os evacuados. Dessa forma, as pessoas têm um teto e um local seguro para evitar deslizamentos de terra ou acidentes.

Da mesma forma, o controle de tráfego é imposto desde o primeiro momento. Devem ser garantidos locais de circulação seguros e estradas que não apresentem perigo óbvio. Para motoristas particulares, a recomendação é sempre limitar as viagens ao essencial.

Risco tóxico em erupções vulcânicas

As erupções vulcânicas liberam na atmosfera uma série de substâncias tóxicas e irritantes. Tanto em sua inalação pela via respiratória quanto em seu contato dermatológico direto, as cinzas vulcânicas e as partículas que transportam gases geram reações perigosas para a saúde humana.

O envenenamento por metais pesados (arsênico), por exemplo, pode levar à morte de pacientes com doenças crônicas. Da mesma forma, se os alimentos de consumo habitual estiverem contaminados, não só haverá desconforto gastrointestinal, mas também podem levar à desidratação e choque hipovolêmico.

Quando gases e substâncias tóxicas caem do ar na forma de água, temos o que é conhecido como chuva ácida. Este fenômeno irrita a pele e pode causar conjuntivite agressiva se os olhos forem expostos.

Como agir neste caso?

As pessoas afetadas pela erupção do vulcão em La Palma devem evitar sair de casa sempre que possível. É preferível reduzir a exposição aos poluentes ambientais permanecendo dentro de casa, desde que o local seja seguro e não esteja em risco de colapso.

A comida é um assunto complicado. É difícil garantir a segurança dos produtos que estavam nos mercados da área. Em geral, as equipes assistenciais do governo tendem a fornecer alimentos que vêm de outras localidades, com seu saneamento correspondente.

A água da chuva não pode ser bebida em meio a essas catástrofes. Isso pode levar a graves danos intestinais.

Problemas respiratórios decorrentes da erupção vulcânica

A inalação de cinzas e sílica é um problema a ser considerado nas erupções vulcânicas. Partículas capazes de causar danos imediatos, mas também de longo prazo, entram no corpo pelo trato respiratório e se depositam nos alvéolos.

As cinzas mais finas são particularmente graves para pacientes com histórico de asma ou doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). Neles, ocorre uma exacerbação dos sintomas, com possibilidade de crise e insuficiência respiratória.

Por outro lado, o pó de sílica transportado pelo ar é capaz de se acumular nos pulmões e causar silicose. Esta condição é crônica e se manifesta por anos após a exposição. Uma fibrose se desenvolve no tecido pulmonar e as funções respiratórias são perdidas.

Como agir neste caso?

As cinzas vulcânicas se mantêm no ar muito tempo depois das erupções. É por isso que existem recomendações específicas para o uso de máscaras por várias semanas, principalmente em dias de vento e rajadas que distribuem mais as partículas.

Em algumas casas, é conveniente instalar sistemas de filtragem de ar, que reduzem a entrada de cinzas. Os canteiros de obras também devem ter medidas para que as partículas em suspensão não cheguem ao interior.

Pacientes asmáticos e com DPOC devem levar essas medidas ao extremo. Eles devem receber reforços de medicação para tratar uma crise respiratória e prevenir sua progressão para insuficiência respiratória.

Paciente com DPOC em erupção vulcânica
Pacientes com DPOC devem ser extremamente cuidadosos durante uma erupção vulcânica, pois estão sob maior risco.

A erupção do vulcão em La Palma terá consequências futuras

Como já antecipamos, as consequências para a saúde da erupção do vulcão em La Palma não se limitam aos atuais danos estruturais. Vários problemas de saúde ocorrerão nas próximas semanas e, possivelmente, também durante meses.

É imprescindível que os atingidos respeitem as instruções das autoridades e equipes de atendimento. A redução de atividades não essenciais será imposta por enquanto para evitar o contato com toxinas.

Pode interessar a você...
As mudanças climáticas poderão eliminar o sexo masculino da raça humana?
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
As mudanças climáticas poderão eliminar o sexo masculino da raça humana?

Investigações realizadas no Japão revelaram que a raça humana poderá ser afetada pelas mudanças climáticas do planeta, eliminando o sexo masculino.



  • Zuskin E, Mustajbegović J, Doko Jelinić J, Pucarin-Cvetković J, Milosević M. Ucinci vulkanskih erupcija na okolis i zdravlje [Effects of volcanic eruptions on environment and health]. Arh Hig Rada Toksikol. 2007 Dec;58(4):479-86. Croatian. doi: 10.2478/v10004-007-0041-3. PMID: 18063533.
  • Bjørklund G, Oliinyk P, Lysiuk R, Rahaman MS, Antonyak H, Lozynska I, Lenchyk L, Peana M. Arsenic intoxication: general aspects and chelating agents. Arch Toxicol. 2020 Jun;94(6):1879-1897. doi: 10.1007/s00204-020-02739-w. Epub 2020 May 9. PMID: 32388818; PMCID: PMC7210463.
  • Trisnawati I, Budiono E, Sumardi, Setiadi A. Traumatic Inhalation due to Merapi Volcanic Ash. Acta Med Indones. 2015 Jul;47(3):238-43. PMID: 26586390.
  • Mueller W, Cowie H, Horwell CJ, Hurley F, Baxter PJ. Health Impact Assessment of Volcanic Ash Inhalation: A Comparison With Outdoor Air Pollution Methods. Geohealth. 2020 Jul 3;4(7):e2020GH000256. doi: 10.1029/2020GH000256. PMID: 32642627; PMCID: PMC7334379.
  • Mueller W, Cowie H, Horwell CJ, Baxter PJ, McElvenny D, Booth M, Cherrie JW, Cullinan P, Jarvis D, Ugarte C, Inoue H. Standardized epidemiological protocols for populations affected by volcanic eruptions. Bull World Health Organ. 2020 May 1;98(5):362-364. doi: 10.2471/BLT.19.244509. Epub 2020 Mar 2. PMID: 32514202; PMCID: PMC7265949.