Entenda o problema das espinhas na pele

2 de dezembro de 2013
Essa doença dermatológica pode afetar desde adolescentes a mulheres e homens adultos, principalmente estes últimos.

A acne, mais popularmente conhecida como espinhas, é um problema comum a várias pessoas.

A acne vulgar (acne que incide e permanece por muito tempo) está associada a hormônios sexuais masculinos, fazendo com que as glândulas da pele passem a produzir uma maior quantidade gordura.

Causas

  • Hereditariedade;
  • Aumento dos hormônios sexuais masculinos;
  • Infecção por bactérias;
  • Estresse emocional;
  • Cosméticos que causem alergias e espinhas, etc.

Leia também: 7 mitos cosméticos que são verdadeiros

Geralmente as pessoas que possuem a pele mais oleosa são suscetíveis a apresentarem acne. Por isso, o melhor a fazer é evitar o uso de maquiagem, loções e hidrantes que contenham óleos em suas composições.

O que a acne pode causar?

São várias as reações causadas pela acne e elas podem ter origem em fatores psicológicos.

Frequentemente, a acne que mais incomoda é aquela perceptível a olho nu, como a que ocorre na face, nos braços, nas costas, nas pernas, etc.

Dor, coceira, irritação e vergonha são alguns exemplos de reações que a acne pode causar.

Cuidados com as espinhas

As pessoas que sofrem com a acne, devido às reações citadas anteriormente, geralmente tendem a piorar o quadro com hábitos inadequados, como coçar o local e lesionar.

Isto pode gerar cicatrizes permanentes na face. Por isso, é necessário muito cuidado ao tratar o problema.

Tratamento

Para iniciar um tratamento adequadamente o recomendável é fazer um diagnóstico com todo o histórico do paciente.

Depois dessa análise detalhada, o médico dermatologista conhecerá o tipo de pele do paciente e indicará o melhor tratamento.

Leia também: O protetor solar de acordo com o tipo de pele

Para os casos de acne mais leves, o ideal são os medicamentos compostos por: tretinoína/ácido retinoico, peróxido de benzoíla.

Assim, é possível desobstruir os folículos pilosos, controlar a oleosidade e impedir a formação de bactérias.

Se o caso for mais grave, os antibióticos serão a melhor opção, por atuarão no interior das lesões, exterminando a inflamação.

Como prevenir o aparecimento das espinhas?

Desde cedo podemos tomar medidas preventivas contra a acne. Existem alguns cuidados simples que toda pessoa pode realizar para ter sempre uma pele bonita e saudável, são eles:

  1. Lavar o rosto;
  2. Cosméticos sem óleo;
  3. Esfoliar o rosto 1 vez por semana;
  4. Não tocar na pele com as mãos sujas.
  • Moradi Tuchayi, S., Makrantonaki, E., Ganceviciene, R., Dessinioti, C., Feldman, S. R., & Zouboulis, C. C. (2015). Acne vulgaris. Nature Reviews. Disease Primers. https://doi.org/10.1038/nrdp.2015.29

  • Graham, G. F., & Tuchayi, S. M. (2016). Acne. In Dermatological Cryosurgery and Cryotherapy. https://doi.org/10.1007/978-1-4471-6765-5_62